Panela de Séries » Arquivos Vikings – Recap S05E01–06 - Panela de Séries

Posts Populares

Vikings – Recap S05E01–06

Ragnar Lothbrok e as consequências de sua jornada.

Depois de tanto adiar e esperar por um momento mais oportuno, senti que fosse a hora certa de começar a trazer reviews de Vikings aqui para o Panelas. A série chegou tão tímida e foi conquistando uma legião de fãs são grandes admiradores de Ragnar e todo esse universo viking, que foi trazido à tona sempre com muito refino, carregado de aspectos característicos da época bem trabalhados em meio a uma trama recheada de batalhas e desfechos incríveis. Assim como toda série, Vikings teve seus altos e baixos, ver a ascendência de Ragnar durante as temporadas talvez tenha sido uma das jornadas mais maravilhosas de se acompanhar, bem como sua tenacidade e os outros personagens que foram ganhando destaque nesse processo, Floki, Athlestan, Lagertha, Bjorn, Rollo, Rei Ecbert e tantos outros, dos quais alguns nem estão mais vivos.

Exposto isso, é válido falar sobre a dúvida que pairou, até mesmo sob mim, relacionada a força do seriado em seguir sem o seu protagonista, após sua morte na temporada anterior. Porém, após ter feito uma pesquisa mais a fundo, pude constatar a veracidade da maioria das estórias retratadas na série, e hoje fico muito feliz em perceber que a mesma segue firme e forte, e talvez até mais cativante que antes, principalmente após passar por uma quedinha de qualidade com Rollo fazendo morada na França.

O motivo que foi crucial em sustentar a qualidade de Vikings foi a atenção dos produtores e roteiristas em retratarem vários núcleos. A princípio gostaria de tratar sobre Bjorn e sua jornada. O primogênito de Ragnar esteve conosco desde o princípio e agora vem ganhando ênfase na trama por conta da sua curiosidade em explorar novas terras, juntamente com Halfdan e Sinric. Não gostei tanto por ser pouco detalhado, e este plot acabar por ser desenvolvido às pressas, mas apreciei o que vi, principalmente as locações, as línguas e culturas variadas e a cena em que uma das mulheres dadas de presente pelo líder árabe Ziyadat Allah, foi descrita por Halfdan como “não sendo realmente uma mulher.”

Floki mantém a cota viking religiosa ativa, naquela terra cheia de mistérios e miragens, a não ser que ele seja realmente especial. Sempre tive um apreço pelo personagem, mas nunca o vi indo a fundo com sua crença. Torço para que saibam trabalhar este núcleo direito, principalmente porque os produtores estão muito audaciosos em desenvolver a trama com as novas propostas.

Por sua vez, a Inglaterra e seus reinos trouxe consigo mais batalhas e novidades, do jeito que a gente gosta. Após toda a desordem causada pela vingança da morte de Ragnar, vimos um novo líder religioso ganhar foco em meio a tantos. Bispo Heahmund vem ganhando destaque, após sua pequena aparição no último episódio da 4ª temporada, auxiliando o rei Aethelwulf na guerra contra os vikings. Daí acabamos vendo outros nomes passando a ter ênfase, Alfred, responsável por manter o nome de Athelstan vivo e seu meio-irmão, Aethelred. Daí acaba percebendo-se que a importância do salto no tempo não é vista apenas pelos filhos de Ragnar, mas pelos de Judith também.

A atual temporada tem início após a morte de Sigurd. Este e Hvisterk, em particular, são vistos por mim como personagens só para completar a cota e dar uma fomentada nos duelos, uma vez que Ragnar historicamente foi pai muitas vezes. Ubbe é meio lesado também e só possui maior prestígio por ser o primogênito de Aslaug, restando só Ivar, O Desossado que acabou tornando-se o protagonista mais peculiar de toda essa série e o que mais gosto de ver em cena. Sua ousadia, sua inteligência e sua crueldade são os aspectos que o tornam tão singular em meio a tantos personagens ganhando espaço nessa trama. As estratégias de Ivar foram imbatíveis e foi lindo vê-lo vencer as batalhas, mas torço para que os próximos acontecimentos façam dele um personagem mais humilde, ainda que amo ver o mesmo mostrando como se faz para todos aqueles que duvidam de suas capacidades. A única dúvida que tenho é sobre ele ser gay ou impotente sexual, pois os roteiristas fazem questão de lembrar-nos disto periodicamente.

Depois de tanta novidade, algumas tradições não perdem espaço. Por isso que Kattegat prepara-se para ser palco de mais um grande embate, e foi essa a serventia do último episódio. Assim como Aethelwulf, Lagertha vem em decadência no decorrer desta temporada e, com isso, mais personagens ainda foram conquistando destaque. Entre eles temos Torvi, a insuportável Margareth que já passou da hora de ter morrido e Astrid que acabou sendo sequestrada e dando luz a um novo núcleo, o qual será responsável pelo próximo duelo da temporada.

Fiquei bastante intrigado com a decisão do rei Harald em tentar fazer um acordo com Astrid, pois, ao contrário dele, enxergo-a como uma personagem com bastante potencial, devido à sua atitude e representatividade, já que a vejo como uma possível sucessora de Lagertha. E, ao citar todos esses nomes, temos de comentar sobre as aliançar firmadas, Ubbe & Lagertha vs Ivar & Haralad. Quais as apostas de vocês para esse embate? Sinceramente, vejo o pessoal de Kattegat em desvantagem, não sei com exatidão de qual lado está Astrid e se Bjorn concordará em ajudar sua mãe nessa batalha.

E tudo exposto acima nos leva direto ao que foi visto no último episódio: a cena horrível de Astrid, desnecessária demais, a reviravolta envolvendo Bjorn obrigando-o a voltar à Kattegat, que foi o ápice da minha ansiedade para os próximos episódios, pois não se sabe ao certo como Ziyadat e Kassia se comportarão diante da fuga deles e a reação de Halfdan com toda a situação atual envolvendo seu irmão, sem contar que eles podem querer retornar para vingarem-se. O que virá a render a parceria entre o Bispo e Ivar é outra coisa que estou querendo realmente saber, assim como o destino de Floki e seus crentes.

Por isso, sugiro que vocês deem uma olhada no vídeo promocional do próximo episódio. No mais, convido-os para compartilharem suas opiniões sobre o episódios e/ou review e, se possível, darem dicas ou sugestões, pois tudo é bem vindo. Espero encontrá-los em breve, abração e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu