Posts Populares

Young Sheldon – S01E19 – Gluons, Guacamole, and the Color Purple

Se até Sheldon pode ser um cupido, porque nós não?

Nosso pequeno Sheldon aos nove anos no ensino médio, logo é uma confusão completa tudo isso, já que estamos acompanhando o processo evolutivo de alguém bem complexo e da forma como sua família lida com tudo isso, claro que muitas vezes com muito humor, mas nem sempre com alegria, já que sabemos que ser CDF/Nerd no nosso mundo é visto como algo vexatório, imagine um super gênio, infelizmente temos que lidar com tudo isso do nosso bebê.

Escola e principalmente o ensino médio aos nove anos nunca serviu de nada ao Sheldon, pois basicamente ele já sabia e queria logo iniciar sua vida acadêmica, mas como era impossível ele seguir essa vida, o nosso pequeno nerd no ensino médio durante as aulas só servia para sonhar com a vida dele, só que uma porta acabou sendo aberta a ele, pois conseguiu vaga para assistir aula uma vez por semana em uma universidade, que gênio, mores e sobrou para sua vozinha o levar a universidade, mesmo ela odiando ter obrigações. Enquanto o Sheldon já estava na universidade, a nossa fada Missy se sentia idiota por não conseguir nem fazer sua lição de casa ☹  e recorreu ao seu irmão George, que claramente não sabia, mas se sentiu desafiado a ajudar sua caçula.

Na universidade rolou um ar de romance entre a avó do Sheldon e o professor dele, tanto que ela até assistiu a aula e seu neto sem noção aceitou um convite para comerem todos juntos, sendo que era só para ela e o nosso Pequeno Sheldon ao chegar em casa primeira coisa que fez foi contar a sua mãe disso, que hino de fofoqueiro. Já a parte menos provida de inteligência estava sofrendo muito com os deveres de casa da Missy, já que ambos quanto mais liam, menos sabiam, porém de tanto estudarem a Missy chegou a aprender, pois tirou nota máxima na prova, provando que a união faz a força e que todos os Cooper são inteligentes.

Socorro que no encontro o Sheldon foi o que mais ficou ansioso, mas ele foi bem esperto em dar dicas ao pretendente de sua avó, pena que ele se na hora de falar de carro, soltou aquilo de “quem senta no banco de trás estatisticamente tem menos chance de morrer em acidente”, que foi o ponta pé para ela revirar os olhos. O encontro por mais estranho que tenha sido, me pareceu divertido, ambos beberam e comeram, parecendo eu saindo com alguém do tinder, mas quem estava ansioso com o resultado foi o Sheldon, que praticamente sofreu a noite toda, tanto que no outro dia ao amanhecer foi a casa da sua avó saber como foi.

Ela ficou meio em duvida se daria uma nova chance para ele ou não, pois até que ela gostou, claro que o Sheldon apoiava demais essa ideia, mas o melhor foi que ele deu uma bicicleta a ela, me dando até inveja, queria um @ assim, mas o mais fofo foi  na aula ele se desconcentrando toda hora vendo a Connie lá, até que o Sheldon pediu sua vozinha para sair, tanto que o Sheldon ficou disperso na aula e sonhou mais coisas.

Achei um dos episódios mais fora da curva até então, pois o nosso pequeno Sheldon aqui funcionou apenas como escada, ficando totalmente em segundo plano, mesmo que todos os acontecimentos tiveram ligação com ele, a história mesmo não foi dele, por isso que gostei tanto do episódio, pois mostraram uma ligação inédita da Missy com o George e até mesmo um romance da sua avó, que eu torço muito para que continue nos episódios seguintes, porque sempre é bom conhecer esses influenciadores do Sheldon.

Então é isso, um forte abraço e até mais.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Phelipe

Um cara Fitness, gosta de esportes e um escorpiano nato, apaixonado pela vida. Um "nerd" que curte balada e um baladeiro que curte coisas "nerds", porque a vida é muito curta para se apegar em coisas pequenas, logo pode observar que sou uma pessoa muito eclética em todos os sentidos da vida.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu