Panela de Séries » Arquivos 13 Reasons Why – S02E12 – The Box Of Polaroids - Panela de Séries

Posts Populares

13 Reasons Why – S02E12 – The Box Of Polaroids

“Todos somos problemáticos!”

Estamos chegando na reta final, e 13 Reasons Why continua dividindo opiniões – inclusive a nossa. E a pergunta ainda paira no ar: será que havia necessidade de uma segunda temporada?

Até o momento só temos que admitir que nossa ficha caiu sobre ela andar com as próprias pernas. E temos que admitir que foi um ato muito ousado e corajoso. Porque assim como ela pode agradar com fatos inéditos, ela também pode ser reprovada fortemente. Ou seja, não tem escapatória – se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

Mas este é um assunto que só iremos conversar na review da Season Finale. Sendo assim, vamos focar nos temas abordados no penúltimo episódio que foram bem reflexivos e envolventes, despertando todos os tipos de sentimentos ao público.

Então chega de delongas e vamos a nossa review. #partiu

1-O Mal Exemplo vem dos Adultos

Assim como em outras produções que estudam o perfil do criminoso a partir de sua infância, em 13 Reasons Why não foi diferente. Aqui tivemos a oportunidade de conhecer o perfil de Bryce e Justin quando eram crianças.

E descobrimos que fidelidade de Justin teve início a partir do senso de companheirismo de Bryce, quando pequenos – quando ele era perseguido por outras crianças. E chega a ser curioso, porque por mais que não seja uma regra, teoricamente quem deveria ter o perfil de abusador seria o Justin. Até porque desde criança ele teve que carregar o fardo do descaso de sua mãe que era dependente química.

Agora você reparou por que tivemos esse flashback de Bryce e Justin? Na realidade ele serviu para analisarmos que as crianças são desprovidas de maldade. E que seus perfis são moldados a partir dos exemplos dos adultos.

Isso ficou comprovado quando vemos o treinador ordenando a Bryce que não toque sobre o assunto do clubinho e das fotos polaroides. Ou seja, esse problema já vem de muito tempo e qualquer um que admitisse, cairia no fundo do poço de forma violenta.

Assim, toda essa fuga desenfreada se deve ao fato de não assumirem responsabilidades por seus erros. E a reposta para isso está em nosso próximo tópico.

2-O Medo da Realidade Mata aos Poucos

E se Bryce e o treinador estão com medo da realidade, imagine Tony que tem um passado que o condena. Mas diferente do riquinho mimado, Tony assume suas responsabilidades. E apesar de ter deixado um cara em coma, sabemos que tudo teve início depois de um ataque homofóbico que ele sofreu.

E por mais que não justifique o ato, a situação serve para comprovar que toda escolha tem sua consequência. Que aqui no caso de Tony seria perder o seu namorado. Outro fator que detectamos é como o sentimento de culpa bloqueia o ser humano. E que se não tiver a mesma coragem de Tony, acaba como Justin, metendo os pés pelas mãos.

Mas quem somos nós para julgar o rapaz, não é verdade? Até porque ele está correndo atrás de sua redenção. E desta vez tentando fazer o que é o certo, sendo testemunha de acusação. E se essa decisão não agradou os ânimos de Bryce, imagine a nossa. Afinal, o que é aquela advogada de defesa? Precisamos dar a mão à palmatória, porque ela conseguiu ser irritante do começo ao fim deste julgamento.

Mas Infelizmente a vida não é feita de flores. E como já era de se esperar, o resultado foi a favor de Bryce. O que leva ao nosso próximo tópico.

3-A Justiça é Cega Quando Ela Quer

Mesmo com toda atrocidade de Bryce, a justiça foi cega. E tudo porque as evidências de acusação não foram suficientes para comprovar o caráter distorcido de riquinho mimado. E o resultado é a inocência do capitão do time que abusava as alunas do colégio. Tem algo mais revoltante do que a impunidade de monstros como este?

E por mais que o dinheiro esteja envolvido, a luta jamais deve parar. Então foi graças a denúncia de Jessica e Justin sobre o seu abuso que Bryce cometeu, não houve tempo hábil dele comemorar sua vitória forjada. Ele é preso na entrada do tribunal.

Mais uma vez precisamos lembrar que toda escolha tem sua consequência. E Justin ciente disso também foi preso mas como cumplice – provando querer sua redenção a qualquer custo. Um ato de coragem que merece nossa admiração.

E antes de finalizarmos nossa análise, não podíamos deixar de falar sobre Tyler e Montgomery. Por mais que suas causas sejam diferentes, ambos ultrapassaram todos limites da sanidade. Tyler com sua sede de justiça em querer acabar com o sistema, e Montgomery em querer sair ileso de suas crueldades.

Mas infelizmente o tiro saiu pela culatra. E ao invés de apoio os dois se depararam com a solidão. Diante disso pergunta-se, até onde vale agarrar com unhas e dentes uma causa? Tyler assumiu a responsabilidade, mas não ficou calado ao jogar na cara do diretor que existe favoritismo no colégio – o que não foi mentira. Já Montgomery decidiu fugir o mais longe que pôde, mas por quanto tempo? Uma hora o cansaço vai chegar e não terá mais como correr tão longe.

E assim tivemos mais um episódio em que correu-se atrás da justiça. Será que os bastardos serão exaltados, com uma prisão nos minutos finais? Só nos resta descobrir no próximo episódio e entender o objetivo principal da série com esta segunda temporada.

Mas isso nós iremos ver na review da Season Finale. Enquanto isso, me conte nos comentários embaixo o que mais revoltou você no episódio de hoje: o julgamento ou as atitudes dos personagens? Compartilhe com gente.

Até a próxima review 😉

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dandy Souza

Um libriano amante de um bom suspense casado com o belo terror psicológico, porque a vida precisa de emoções. Seu lema: "toda obra tem sua moral, então fique atento aos detalhes". Twitter: @dandysouza81

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu