Encerramos a primeira fase da sexta temporada com chave de ouro 

Chega ao fim o programa “Meu pesadelo em Roanoke”  Que fez tanto sucesso que acabou resultando na elaboração de um novo projeto, “Retorno a Roanoke três dias no inferno”, um reality show envolvendo os principais atores das reconstituições e os protagonistas do caso real retratado. E é com a criação de outro seriado dentro da série que começa a segunda metade de Roanoke.

Os cinco capítulos iniciais da série funcionaram como uma especie de documentário, já no sexto episódio,  há uma mudança no formato, que agora se assemelha a  uma filmagem que se aproxima do estilo found footage (filmes encontrados depois do registro em gravações com cenas por câmeras escondidas).Somos apresentados a Sidney, o produtor e criador de “Meu pesadelo em Roanoke”, que teve a brilhante ideia de fazer uma nova temporada em que os atores e as vitimas reais da história de Roanoke ficariam confinadas dentro da casa por 3 dias. Com a ideia aprovada, Sidney tinha agora que mexer seus pauzinhos para que todos aceitassem e é ai que descobrimos algumas coisas que aconteceram nesse meio tempo em que o programa estava sendo exibido.

2016-10-23

Descobrimos que Shelby traiu Matt com Dominic Banks que ironicamente interpretou o seu marido na reconstituição da história. Ou seja, a vida imitando a arte não é mesmo? Achei péssimo como eles colocaram a história de Shelby e a motivação dela voltar a Roanoke, até porque quem iria querer voltar ao lugar onde você quase morreu e passou as piores horas de sua vida? Acho que só Shelby mesmo.

2016-10-23-1

E partindo da ficção para realidade, vemos como o programa afetou a vida dos envolvidos e agora com mais foco nos atores. Conhecemos então Agnes Mary Winstead, que deu vida a nossa eterna e amada Açougueira e parece que a personagem deixou marcas na atriz que surtou, saiu por ai vestida, falando e com uma faca igual a açougueira e precisou ser internada em uma clinica psiquiátrica para que pudesse se curar. Mas isso não era o bastante, e para garantir que ela não faça mal a ninguém e que não tem nada a ver com os acontecimentos sobrenaturais que já rondam o lugar, Sidney deu uma ordem de restrição em que ela não poderá chegar perto do local das gravações ou caso contrário será presa.

 2016-10-23-3 2016-10-23-5

Como já era de se esperar, as coisas sinistras já começaram a acontecer em Roanoke e mesmo com um membro de sua equipe morrendo de uma forma misteriosa, Sidney ignora e da continuidade ao programa, quem não concorda muito com isso e Diana, a braço direito de Sidney que percebeu que aquilo era cilada bino e se mandou, só que a história não acabou bem pra ela que já foi morta por um dos fantasmas do local.

2016-10-24

Audrey Tindell também é introduzida nesse episódio e parece que a interprete de Shelby na reconstituição não tem do que reclamar, pois, saiu do programa casada com o novinho do Rory Monahan que viveu  Edward Phillipe Mott.

2016-10-24-1

Depois de toda essa introdução aos “novos” personagens, o BBB de Roanoke (é assim que eu chamarei) e então percebemos que há tensão entre os intérpretes e os personagens reais. Audrey acha que Shelby é idiota e a interpretou propositalmente como patética. Shelby por sua vez demonstra recalque do relacionamento novo de Audrey que acontece paralelamente ao fim de seu casamento. Matt e Dominic se odeiam por motivos óbvios de rivalidade amorosa. Monet que interpretou Lee no programa e desenvolveu problemas com bebidas assim como a próprias, acredita que Lee é culpada pela morte do ex-marido e não se esforça para disfarçar a condenação. Os casos sobrenaturais também já começam a acontecer e já temos até uma primeira morte que eu achei bem imatura diga-se de passagem. Perdemos o tão cheio de vida e adorável Rory que foi morto por algum ser sobrenatural de Roanoke.

2016-10-24-2

O episódio chega ao fim com Matt descobrindo que o inferno começou e revelando para todos que Rory já está morto.

2016-10-24-5

De forma geral, o episódio foi o mais fraco em uma temporada que teve cinco capítulos maravilhosos. A decepção com o  plot twist é um dos motivos.  O segundo maior problema do episódio é que temos que  ignorar o quanto é implausível a permanência dos três naquela casa. Os atores vão até lá por interesse e por não acreditarem no aspecto sobrenatural da história, mas para que Shelby, Matt e Lee voltariam para lá depois de viver um inferno naquela floresta e naquela casa? Cabe a nós esperar que a série não nos decepcione e continue nos entregando bons sustos.

“Roanoke” continua com potencial para perturbar e nos presentear com  uma boa história. Agora ninguém está a salvo, e como a série mesmo já revelou, todos irão morrer e só uma pessoa sobreviverá com a possibilidade de qualquer um morrer e o mistério de quem viverá, logo, temos a promessa da intensificação do ar de suspense.

É isso amores, vem aqui comentar o que vocês acharam do episódio. Um beijo, a mamãe ama vocês!

Dam Souza
Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: