Posts Populares

American Horror Story: 1984 – S09E05 – Red Dawn

Olha AHS voltando a ter qualidade meus amigos!!

Gente… eu poderia muito bem dizer que esse episódio é final da série e ao mesmo tempo que isso é positivo pode ser muito negativo para o final da temporada. Todas as pontas que estavam soltas e até novos plots que foram introduzidos nos últimos episódios foram todos mostrados aqui, certo que desde o primeiro episódio a série nunca fez muito suspense em torno do seu enredo, mas será que teremos novidades para 10 episódios?

No inicio do episódio vimos que a Rita é muito mais culpada que inocente, vimos que a relação dela com assassinatos é algo bem recorrente, pois, seu pai era uma psicopata que gostava de estripar mulheres e ela acabou se deparando com isso. O homem atencioso, amoroso e cuidadoso que a criou agora era um monstro que matava mulheres indefesas. Como se já não bastasse, devido a grande decepção que causou a sua filha, o pai de Rita tira sua própria vida na frente dela e aquilo fica para sempre gravado nela. Como uma forma de entender o que levava seu pai, um homem aparentemente de bem a cometer tal atrocidade, Rita é quem leva o senhor tinido para o acampamento e em um dialogo entre os dois, descobrimos que o senhor tinido não é o vilão e muito menos o psicopata da história, muito pelo contrário, ela era uma vitima, mas, se ele é uma vitima porque matar tanta gente? E ai que Ryan começa a se perder nos seus devaneios, pois, não faz sentido algum ele não ser o psicopata e matar o tanto de gente que matou.

Como se o bagulho já não tivesse louco o suficiente, descobrimos que quem era o verdadeiro assassino da história toda, era ninguém mais ninguém menos que a crente do cu quente da Margareth Booth. Isso, mesmo, segundo o senhor tinido, ela foi quem cometeu a chacina no acampamento e jogou a culpa em cima dele e tivemos a confirmação disso tudo quando ela mata impiedosamente o Chet que é morto de maneira fria e cruel.

Mas, o grande plot da noite mesmo ficou por conta de Brooke e Montana, pois, Montana era a irmã do amigo morto pelo noivo surtado da Brooke que o matou e depois se matou. Ela deduziu que a culpa era da virgem e logo tratou de matá-lá, inclusive foi ela quem levou o assassino da madrugada até Brooke na sua casa e foi quem convenceu Brooke a ir para o acampamento para dar fim na vida da mocinha ali mesmo.

Como em todo filme de terror, o amanhecer sempre traz o fim do pesadelo e aqui não foi diferente. O amanhecer trouxe a morte de mais da metade do elenco e uma luta inacabável entre Brooke e Montana que tem o seu fim com a morte da loira a facadas causada por Brooke. O que ninguém esperava é que o ônibus com as crianças finalmente havia chegado e a primeira cena que elas se depararam foi com Brooke esfaqueando Montana e para alguns o pesadelo tinha terminado, mas, para outros… Ray e Montana agora fazem parte do purgatório e pertencem as terras sangrentas daquele acampamento e o episódio chega ao fim com uma grande responsabilidade: Ou ele foi o fim dessa série, pois, o que vier depois só vai ser bomba, ou ele vai ser o divisor de águas para uma temporada genial nível Roanoke

Eu geralmente só gosto de tirar minhas conclusões quando a temporada acaba, até porque sabemos que Ryan tem muita imaginação para pouco contexto e isso acaba matando metade das temporadas de AHS. O plot do senhor tinido me incomodou muito, talvez se Margareth fosse filha dele e o ajudasse nas mortes o plano de fundo ficaria muito melhor do que pra isso que vimos. Acho que outro ponto que me incomodou é termos o envolvimentos de espíritos e purgatórios, acho que o foco que era para ser no gênero slasher vai acabar sendo ofuscado por aparições de espirito e etc… Enfim, eu espero que essa temporada mantenha o nível que vinha entregando nos primeiros episódios e que possamos nos deliciar com essa série como sempre foi.

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries