Posts Populares

American Idol – Aquecimento Season 16: Os Vencedores e Suas Temporadas

O reality das estrelas… Você quer sucesso @?

Com a noticia oficial de que o grandioso American Idol estará de volta, só que dessa vez na grande emissora ABC, decidimos trazer para vocês um aquecimento para já ir se preparando para esse retorno que promete. O programa voltará daqui a duas semanas, mais exatamente no dia 11 de março, e junto com ele, contaremos com um painel novo de jurados, contando com a presença de Katy Perry, Luke Bryan e Lion Richie, além do anfitrião e apresentador Ryan Seacrest. Com o programa revelando grandes nomes de sucesso como Kelly Clarkson, Adam Lambert, Jennifer Hudson e Carrie Underwood, resolvemos trazer esse aquecimento especial para falarmos um pouquinho sobre os vencedores de cada edição do programa.

Kelly Clarkson (Season 1 – 2002)

E a primeira vencedora do programa é ninguém mais ninguém menos que a gloriosa Kelly Clarkson. Com sua poderosa voz, interpretações marcantes e seu belíssimo carisma, Kelly facilmente caiu nas graças do público e conseguiu garantir a vitória. Apesar de a temporada ter sido bastante controversa, como quando Tamyra Gray foi eliminada na rodada seguinte após ter nos entregado a brilhante apresentação de A House Is Not a Home, o programa conseguiu fazer em média 12,7 milhões de telespectadores por episódio, com sua final chegando a marcar 22 na média de telespectadores. Um excelente começo para a jornada do programa, que nos entregou participantes maravilhosos, e creio eu, que Kelly seja a maior estrela que esse programa já revelou.

Ruben Studdard (Season 2 – 2003)

Indo para a segunda temporada, devo dizer que nela não tivemos nenhum grande sucesso posterior ao programa como a Kelly. O vencedor foi Ruben Studdard, que com sua poderosa e marcante voz, levou a disputa contra Clay Aiken. Não sei muito bem dizer como foi a recepção de sua vitória, mas sei que muitos consideram a performance de Bridge Over Trouble Water do Clay uma das melhores do programa, e essa performance foi na final, então… A temporada manteve ótimos números, aliás, cresceu assustadoramente em relação a temporada anterior, chegando a marcar 21.7m na média de episódios e com uma final marcando 38.1 sendo uma das maiores audiências de final do programa.

Fantasia Barrino (Season 3 – 2004)

Diferente da temporada anterior, nessa aqui teve grandes nomes sendo revelados, sendo Fantasia Barrino, a grande vencedora da temporada, um desses nomes. Só pelo nome dessa moça, já podemos ter a certeza de que ela brilharia muito tanto no programa quanto fora dele né? Sua voz é incrível, e passa uma vibe jazz/soul muito maravilhosa. Ela nos entregou grandes performances no programa, como por exemplo, Summertime, e só caiu no bottom uma vez, que foi exatamente contra o outro grande nome do programa, Jennifer Hudson, que acabou sendo eliminada no top 7, mas fez um enorme sucesso após o show. A temporada conseguiu manter ótimos números, marcando uma ótima média de 25.73 por episódio e 28.8 em sua final.

Carrie Underwood (Season 4 – 2005)

Já se tornando quase uma obrigação revelar pelo menos uma estrela no programa, a quarta temporada nos entregou a grande cantora country Carrie Underwood, que teve uma belíssima jornada com performances incríveis e marcantes, mesclando o country com algo bem soul e rock em suas apresentações. Tirando Carrie, não consigo enxergar outro nome que batia fortemente de frente para ela, e como não acompanhei a temporada, prefiro me abster de falar algo de outro participante. A temporada conseguiu manter a média alta, de 26.8 e uma ótima final com 30.3 consagrando a gloriosa Carrie a vencedora da edição.

Taylor Hicks (Season 5 – 2006)

Repetindo o “flop” da season 2, a quinta temporada não trouxe nenhum grande nome e contou com um vencedor bem okzinho na minha humilde opinião. Taylor Hicks foi o segundo homem a vencer o programa, contando com um timbre bem forte e voltado para o rock&blues entregou algumas performances boas, mas nada que marcasse como grande performance. Mesmo com a temporada não sendo tão atraente no quesito participantes, ela conseguiu manter ótimos números de audiência, contando com uma média de 30.6 por episódio e 36.38 na sua final, quase chegando perto da segunda temporada (estranhamente as duas temporadas sem grandes nomes, conseguiram números altíssimos em sua final).

Jordin Sparks (Season 6 – 2007)

Para manter a tradição de somente mulheres conseguirem pisar e fazer uma carreira tivemos aqui a revelação e campeã da temporada Jordin Sparks. Com 17 aninhos na época do programa, a jovem conseguiu encantar a todos com seu poder vocal, contando com um repertório muito digno no programa e pisando em apresentações como I Who Have Nothing e A Broken Wing. Nessa edição ainda tivemos outros participantes ótimos, como Melinda Doolittle que entregou excelentes apresentações, por exemplo, My Funny Valentine e Home. A temporada contou com a maior audiência de estreia, marcando 37.44 na audiência e 30.74 em sua final.

David Cook (Season 7 – 2008)

Finalmente aqui tivemos um homem fazendo algum barulhinho pós-programa. David, meu sapão favorito, ganhou a sétima edição do programa com seu rock & roll figurando na maioria das apresentações e seu timbre lindíssimo e bem único. Durante sua jornada ele teve alguns deslizes, mas também alguns ícones de apresentação, como Billie Jean (da qual o arranjo ficou bem famoso) e The World I Know. Ele teve concorrentes bem interessantes, sendo a terceira colocada, Syesha Mercado, chegando a semifinal tendo passado por praticamente todos os bottons nas rodadas anteriores. Mantendo ótimos números de audiência, o programa teve uma ótima final, conseguindo chegar na marca de 31.661.

Kris Allen (Season 8 – 2009)

Temos aqui uma das seasons que entrou para a história dos reality shows. Kris Allen, outro sapão que gosto muito, foi o vencedor da temporada, com seu estilo pop, uma voz doce mas poderosa e seus arranjos bem criativos, ele conseguiu desbancar o grande favorito da competição, que posteriormente conseguiu alcançar o devido sucesso e hoje é um grande nome, sim, estou falando de Adam Lambert. Ambos tiveram excelentes performances, como Kris em Ain’t No Sunshine, Heartless e Apologize e Adam em Mad World, Feeling Good e A Change Is Gonna Come. Além disso, a temporada teve números estrondosos de votos, e uma audiência bem sólida (apesar de ter tido uma queda), sendo a final entre Kris e Adam contando com 100 milhões de votos, detendo o recorde de maior número de votos em uma final, e para se ter uma comparação, a temporada com o maior número de votos geral foi a season 6, com 609 milhões de votos.

Lee DeWyze (Season 9 – 2010)

A nona temporada trouxe novamente um vencedor homem, e que não conseguiu sustentar sua vitória para fora do programa. Lee DeWyze, que segue uma linha bem semelhante ao de seu antecessor Kris, tem uma voz bem bonita e marcante, com uma rispidez na voz que eu particularmente adoro. Não tivemos performances tão marcantes dele na sua jornada, e considero essa temporada bem ok. A segunda colocada, Crystal Bowersox foi uma contestante bem mais interessante, com um estilo bem diferente e que se destaca. A temporada continuou a cair, e teve números bem inferiores as suas temporadas anteriores, marcando uma média de 20 e uma final de 24.215.

Scotty McCreery (Season 10 – 2011)

E aqui tivemos novamente um vencedor masculino que não deslanchou como as mulheres de sucesso do programa. Durante o programa, Scotty McCreery foi bem e fez uma boa jornada. Após o programa, ele fez um barulhinho no universo country, e essa semana mesmo lançou um single que chartou muito bem. Mesmo assim, o programa estava caindo no marasmo e mesmo sendo o homem mais jovem a vencer o programa (na época com 17 anos), o programa aparentava não estar criando mais estrelas a nível Kelly Clarkson. O lado bom foi essa temporada nos presentear com a terceira colocada, Haley Reinhart, que brilhou na sua jornada com performances históricas como House Of The Rising Sun, Bennie and The Jets e I Who Have Nothing, mas infelizmente isso não bastou para ela ganhar. Entretanto, a temporada teve um excelente número de votos, com 122.4 milhões na final (quebrando o recorde da season 8) e 750 milhões ao todo na temporada.

Phillip Phillips (Season 11 – 2012)

Quebrando a maldição de um homem não fazer sucesso, Phillip Phillips, o vencedor da décima primeira temporada finalmente chegou para pegar esse posto. Sua jornada foi incrível, com performances maravilhosas como Volcano e Beggin, o rapaz, que possui uma voz espetacular de tocar qualquer um, derrotou candidatos incríveis de uma season incrível, como por exemplo a vice colocada Jessica Sanchez (rainha) que tem performances incríveis como And I Am Telling You, I Will Always Lovin You e Sttutering (a performance de sua breve eliminação), tivemos também Joshua Ledet, que acabou ficando em terceiro lugar, mas entregou performances históricas como It’s a Mans World, A Change Is Gonna Come e No More Drama. Detendo o recorde de maior número de votos na final, foram 132 milhões na disputa entre Phillip e Jessica, e uma audiência que continuou “baixa”, mas não teve quedas bruscas, permanecendo na média de 20M e tendo uma final com 21.49, o que é uma pena para uma temporada tão boa como essa.

Candice Glover (Season 12 – 2013)

Finalmente depois de cinco temporadas seguidas com homens vencendo, tivemos aqui uma mulher levando o título para casa, e que mulher viu! Por falar nisso, essa temporada foi dominada por elas, o que foi ótimo, e é claro que essa temporada foi sensacional assim como a passada. Candice Glover brilhou em sua jornada, ela que havia tentado participar da temporada passada e acabou sendo eliminada na fase dos grupos, voltou com tudo para ganhar aqui. Uma pena ela não ter sido bem sucedida fora do programa, pois essa mulher tem uma voz espetacular, que equipara-se a Jennifer Hudson em técnica e extensão. E por falar nisso, ambas fizeram um dueto impressionante no programa, e é claro que além disso, Candice nos entregaria performances maravilhosas como Lovesong, I Who Have Nothing e Somewhere. Mas se vocês pensam que foi moleza para ela, vocês estão enganados… Nessa season tivemos também a brilhante Angie Miller, que acabou ficando em terceiro lugar na edição. Ela nos entregou performance lindas como a sua original You Set Me Free, e os covers de I Surrender e Cry Me a River. Apesar das participantes incríveis, essa temporada não marcou bons números na audiência, de certo pelo painel de jurados que estava composto por Mariah Carey, Nicki Minaj, Keith Urban e Randy Jackson e que sempre rolava discórdia entre eles (principalmente Minaj e Carey), e o programa ficou na média dos 15, tendo uma final baixíssima na audiência marcando 14.31, bem menor que a final da primeira temporada do programa.

Caleb Johnson (Season 13 – 2014)

Essa foi a temporada do rock! Voltando para um vencedor masculino, tivemos Caleb Johnson levando a temporada, mas seguindo o caminho do flop após sua jornada no programa. Entretanto, o rockeiro de voz rasgada e poderosa entregou algumas performances ótimas, como Dream On e Maybe I’m Amazed, e conseguiu derrubar minha rainhazinha rocker Jena Irene, que também nos entregou apresentações incríveis como I Can’t Help Fallin In Love, Creep e So Small. O flop chegou também para o programa, que pela primeira vez em doze anos o programa ficou abaixo dos 10M de audiência, chegando a marcar 6.76 na FINAL… É amigos, a situação não está fácil mesmo.

Nick Fradiani (Season 14 – 2015)

O flop chegou, e dessa vez veio para ficar. Com a temporada mantendo números baixíssimos, não seria surpresa se o nível dos candidatos cada vez caísse mais, de certo por falta de incentivo para participar. Nick Fradiani levou a temporada que para mim foi dominada pelo seu vice, Clark Beckham e a terceira colocada Jax. Para mim, ele não teve nenhuma performance que se destacasse tanto, apesar do seu estilo pop me agradar bastante. Já Clark, por exemplo, nos entregou ótimas performances, como Ain’t No Sunshine, Georgia On My Mind e Make It Rain. Ao final dessa temporada, foi anunciado que a próxima seria a última, o que é entendível tendo a média de audiência ficado na casa dos 9.

Trent Harmon (Season 15 – 2016)

A última temporada chegou, e com ela pouca animação já que todos sabiam que o programa acabaria após o término dessa season. Trent Harmon foi o vencedor dessa edição, o cantor que fazia a linha diva, nos entregou boas performances como Chandelier e Sharp Dressed Man, e teve como concorrente a poderosa e maravilhosa La’Porsha, que ficou em segundo lugar e nos entregou performances incríveis como Diamonds, No More Drama e Ready For Love. Além disso, tivemos a participação de um ex The Voice, e que acabou chegando bem longe… MacKenzie que participou da terceira temporada do reality concorrente veio para essa edição e terminou em quarto lugar, entregando ótimas performances e nos apresentando sua canção original Roses que foi sua melhore apresentação na competição. A season conseguiu subir um pouquinho na audiência, ficando na média dos 11 milhões, e teve uma final de 14, o que foi relativamente bom se comparado com a temporada passada, mas bem ruim para o encerramento de toda a jornada do programa.

Bom pessoal, assim chegamos ao final desse aquecimento. Espero que todos tenham gostado, peço desculpas caso algo tenha saído errado e agradeço a todos que leram. Fiquem ligados que esse não será o último aquecimento, teremos mais um antes da estreia do programa. Deixe aí nos comentários sua opinião sobre os vencedores e suas temporadas e nos vemos na próxima 😉

gostou da matéria? deixe um comentário!

Ricardo Souza

Tem gente que diz que sou um amorzinho, eu digo que sou um trouxa. Viciado em maratonar séries e ficar na bad depois de assistir tudo em um dia. Amo muito música indie, quando quiser me chamar pra ouvir Florence já sabe onde procurar. Mineiro do interior que não puxa o 'r' quando fala, mas adora um pão de queijo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu