27 de março de 2016
American Idol – S15E20 – Top 4

Chegamos ao top 4 e sinceramente, todos que estão aí mereceram estar aí. Mesmo que o baixo nível da temporada tenha os ajudado. Até os lives começarem eu não imaginava chegar nessa fase sem a presença da linda Olivia e ainda não entendo sua saída precoce. Mas enfim, sem chorar mais vamos às performances do Top 4, começando com a primeira categoria, clássicos do rock:

La’Porsha Renae – Wanted Dead or Alive (Bon Jovi)
Na teoria uma ótima música para La’Porsha brilhar, mas não ficou tão bom assim. Sua voz soava meio enjoativa durante a música e por um bom tempo ela parecia desinteressada com a performance. Nem a última nota, que era pra ela arrasar, não conseguiu atingir a perfeição como de costume. No entanto, ela não consegue fazer uma performance ruim. Fez o suficiente para o nível da competição. Nota: 7,5

MacKenzie Bourg – I Want You To Want Me (Cheap Trick)
As suas performances não mudam muito, não é?! Então, música ótima, mas sua voz realmente não teve força necessária para entrar no refrão como a música pedia. Porém, acho que as críticas foram duras com ele sem motivo, porque esse é o MacKenzie, é isso que ele faz sempre e é isso que muitos gostam nele. Nota: 7

Trent Harmon – Sharp Dressed Man (ZZ Top)
Que música perfeita pra Trent. O começo foi sensacional e ele manteve o nível durante a performance. Imprimindo sua personalidade vocal na música, conseguiu ser forte, usar bem o falsete e o palco. Ele simplesmente arrasou ali em cima e mostrou o motivo de merecer ser o último Idol. Nota: 9

Dalton Rapattoni – God Only Knows (The Beach Boys)
Escolha muito bem pensada, pois essa música não pede necessariamente força, potência e grandes notas. Ele entrou bem na canção, sendo sutil. Senti falta de um arranjo diferente, para a performance ficar menos linear e menos esquecível. Dalton foi correto, afinado e linear. Jogada de segurança. Nota: 7,5

Agora chegamos a rodada de músicas da rainha maravilhosa do mundo, Sia:

La’Porsha Renae – Elastic Heart (Sia)
Fiquei com expectativas altas quando vi a música, talvez por isso tenha sido frustrado. Teve força pra começar bem, mas senti muita falta da sutilidade no começo para o meio da música, onde ela deveria fazer transições para o falsete que dá todo o charme nessa primeira parte da canção. Acabou que a música parecia que ia crescer, mas não crescia, sua voz permanecia muito na sua zona de conforto e não vimos nada diferente numa música tão cantada. O pior é que mesmo ela abaixo do seu normal, mesmo abaixo de várias versões já vistas dessa canção, e logo no top 4, é uma babação em cima dela. Nota: 7,5

MacKenzie Bourg – Titanium (David Guetta feat. Sia)
Música da Sia a essa altura do campeonato é acabar com MacKenzie hahaha. Ele pegou uma música que não aguentamos mais ouvir em reality, mas para minha surpresa, foi até bem. Quando ele usa a sua voz aveludada a seu favor, tudo dá certo. A única coisa que me deixou incomodado foi a forma como ele tentava alcançar uma nota e ia se perdendo na respiração no final da performance, mas nada que comprometesse tanto. Nota: 7,5

Trent Harmon – Chandelier (Sia)
Esse sim é o meu Idol!! É incrível como ele se apropria das canções e faz sua própria performance, deixando tudo interessante. Foi lindo, emocionante. Seu falsete foi perfeito, ele cresceu no final, trouxe o pacote completo e fez, pra mim, a melhor performance desses lives. Obs: se fosse La’Porsha, os técnicos elogiariam bem mais. Nota: 10

Dalton Rapattoni – Bird Set Free (Sia)
Outro  desfavorecido tendo Sia como tema. Porém Dalton soube aproveitar e teve uma primeira parte da performance excelente. Depois a performance foi ficando muito linear e cresceu de novo no final. Uma performance mediana para um artista que se mostra mediano vocalmente, com uma ótima presença de palco. Saudades de Dalton pré lives. Nota: 7,5

E assim acaba mais um episódio de American Idol, que vai chegando na sua reta final. Hoje, pra mim o ranking de melhores da noite fica assim:
Trent> La’Porsha> Dalton> MacKenzie
E realmente acho que o eliminado será MacKenzie. Fato é que podemos dizer que Trent e La’Porsha não tem grandes chances de eliminação.

Um episódio cheio de performances medianas, que abriram espaço para Trent brilhar. E você, o que achou do episódio? Qual sua torcida? Deixe seu comentário e fique com a gente. Até a próxima!

Lucas Prata
Lucas Prata

Capixaba, basqueteiro, Coldplayer e apaixonado por séries e filmes. Gosta tanto de escrever que tem um bloco de notas no celular só pra isso. As vezes é meio doido, mas quem não é, né?!
Deixe-nos um comentário!
  • Ricardo Souza

    E ai Lucas, sdds MacKenzie > La’porsha > Dalton. La’porsha está sendo bem pimpada né? Alias, foi assim desde o inicio né. Ela é boa, mas acho que já deu… MacKenzie é ótimo mas já deu também porque ele não muda (mas sempre fico na esperança de ele fazer algo diferente porque ele sabe ser versátil). E o título para mim é de Trent… Que lacre foi esse em Chandelier? Dá o título logo pra esse homem. Enquanto a Dalton, não sei opinar sobre isso hahaha.

%d blogueiros gostam disto: