Posts Populares

American Idol – S17E03 – Auditions, Part 3

Jurados, parem de interromper os candidatos em suas apresentações!

Olá pessoal, prontos para mais um episódio de American Idol? Essa temporada já começou bem boa, com audições surpreendentes e lindas, além de músicas muito bem escolhidas, que mostram um ótimo repertório que tende a melhorar ainda mais durante a temporada. O episódio de hoje trouxe algumas caras já conhecidas, e além disso, ótimas e emocionantes apresentações. Para o episódio de hoje, contarei com a ajuda da minha sister Luana para os comentários. Então sem mais enrolação, vamos aos vídeos! 

 

Ashton Gill – “Parachute” by Chris Stapleton // Laine Hardy – “The Weight” by The Band

 

Rick: Ashton chegou na sala, e para a surpresa de todos, trouxe  para acompanha-la em sua audição Laine Hardy, o participante da season passada que quase conseguiu chegar aos lives. Ela tem uma ótima voz, bem poderosa e bem distinta do que acostumamos a ouvir de cantoras country, mesmo soando parecido com muitas. Apesar de curtinha, foi muito boa sua apresentação, sendo assim, ela garantiu três ‘sim’ e avança na competição. Mas a surpresa veio depois, quando os jurados pediram para Laine também dar uma palinha, e acabou que ele cantou muito bem (inclusive por mais tempo do que sua namorada) e como já sabemos, sua voz é incrível, única e apaixonante, com uma rouquidão que me derrete todinho. Com isso, os jurados não pensaram duas vezes em dar o bilhete dourado para ele também, e após pensar um pouco, sem planejar, ele acabou entrando no jogo e também avançando na competição. Que inusitado num é? hahahaha

Luana: Gente, por que não colocaram isso na premiere? Eu adorei tudo nesse video e veria tudo de novo! Primeiro, Ashton tem uma voz lindíssima, eu amei de verdade. Eu acho muito lindo quem canta usando sempre essas transições de voz de peito para voz de cabeça, é literalmente MEU SONHO ser capaz de executar as coisas de maneira confortável pros ouvidos alheios, haha. E gente, O LAINE AAAAAAAAAAAAAAA! Olha, mandando a real, ele cresceu HORRORES! O timbre continua lindo como sempre, mas agora ele conseguiu brilhar mais do que nunca! Eu curti as duas audições, mas o destaque do Laine foi evidente, né.

Austin Michael Robinson – “Your Man” by Josh Turner

 

Rick: Bom, ao que parece, o country está começando a tomar conta do Idol bem como tomou conta em outros realitys. A audição de Austin foi bem basiquinha, sua voz é até boa, mas como os jurados disseram, ele precisa projetar sua voz melhor, pois as vezes não dava para entender quase nada do que ele cantava. Eu concordo com o que Katy disse sobre ele não estar preparado nesse momento para a competição, ele só tem 15 anos e tem muito ainda a evoluir, mas os jurados decidiram aprová-lo e então esperamos que ele tome nota das críticas que vieram dos três jurados. 

Luana: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK O QUE FOI AQUILO NO FINAL? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. Mas bom, sobre Austin: totalmente verde ainda. Eu vou ficar com a Katy nessa, eu teria dado um “não”. Austin tem até um timbre legal, mas existem muitas coisas que ele ainda precisa trabalhar em sua voz, principalmente sua dicção. Foi divertido tê-lo por aqui, mas não acho que ele irá avançar para além da Hollywood Week não.

Jake Puliti – “This Is How We Do It” by Montell Jordan

 

Rick: Gente, acho que vi um gatinho :3 Que lindo Jake, to apaixonadinho AAA. Enfim, que voz deliciosa, e ele pegou uma música bem diferente e deu outra roupagem para ela, coisa que eu amei. Agora, eu preciso comentar sobre isso, que é essa interação um tanto quanto exacerbada dos jurados com os acts. Eu acho muito chato durante a performance o jurado querer chamar mais atenção do que o candidato, pois aquele é o momento da gente conhecer ele e ver se ele é realmente bom ou não, e vira e mexe, todos os três jurados arranjam algo para tirar o foco do candidato e coloca-lo para si, seja dançando como a Katy fez aqui, ou com gritos e risadas durante a performance, ou qualquer outra coisa… Poxa, acho muito chato mesmo, já que as audições do idol sempre foram bem cruas, e nunca vimos nada tããão extraordinário como vemos nos lives, e ainda por cima tentam tirar o pouco de espaço que o candidato tem naquele momento. Enfim, foi só minha opinião sobre isso, mas Jake foi ótimo e felizmente aprovado.

Luana: Não vou nem mentir, quase não consegui me concentrar na voz do rapaz aqui. Mas bem, até onde me lembro, ele começou muito bem e encaixou uns melismas ótimos que me surpreenderam. Depois que a Katy entrou eu perdi o foco TOTAL nele. Não que tenha sido culpa do rapaz, mas acabou não favorecendo-o em nada. Eu curti, não foi nada fora do normal, mas eu curti sim.

Shawn Robinson – “Who You Are” by Jessie J

 

Rick: Eu amo essa música, e essa é sem dúvidas uma das maiores canções da monstra dos vocais Jessie J. Eu achei a voz dele bem única e interessante, mas acho que foi engolido pela canção, já que a mesma demanda muito mais poder do que o que ele apresentou. Ele é um vocalista bem treinado, com bastante técnica e precisão nas notas, o que é muito bom, mas achei a escolha da canção errada para ele. De toda forma, Shawn foi aprovado e eu acho que ele tem muito potencial para apresentar algo muito bom, então já fico aqui na curiosidade. 

Luana: Gente, que voz agradável! Shawn tem um timbre incrivelmente doce, e além disso, ele consegue executar dinâmicas maravilhosas. Talvez falte um pouco de potência na voz dele, mas nem acho que isso faça diferença, porque não parece ser o estilo de canto dele. Tudo aqui fluiu incrivelmente suave. Eu poderia escutar Shawn cantar para sempre! Adorável!

Nate Walker – “Say Something” by A Great Big World

 

Rick: Eu estava até gostando, mas achei que Nate exagerou demais nos maneirismos, e nos ‘runs’ como os jurados bem disseram. Essa música não precisava disso, e sinto que ele fez para provar que é um bom vocalista. As vezes menos é mais, e isso se adequaria muito bem aqui nesse caso caso ele tivesse feito menos com essa música incrível. Assim como o Shawn, acredito que Nate tem muito potencial e pode ir muito bem na competição, mas ele terá que maneirar nesses vícios, pois nem em toda música que isso fica legal. 

Luana: Gente, que timbre esquisito (mas de uma maneira maravilhosa)! Eu sei que é o tipo de voz que eu não posso passar muito tempo ouvindo, mas como isso aqui não durou mais de 2min, foi ótimo! Nate , claramente, é muito talentoso! Acho que faltou um pouco de alma na interpretação da canção, especialmente por ser uma tão emocional. Mas enfim, talento ele tem, então justíssimo, né.

Wade Cota – “Blame It On Me” by George Ezra

 

Rick: Nossa, que voz é essa minha gente!? Eu fiquei muito arrepiado do inicio ao fim com o vídeo desse rapaz, primeiro porque a história dele é muito triste, e segundo que a voz dele é muito linda, carrega uma rouquidão incrível e que traz tanta paixão e ao mesmo tempo a dor que ele deve sentir pelo o que passou na infância. A música combinou perfeitamente  com seu timbre tão único e apaixonante, e bem como os jurados disseram, a voz dele é muito dessas que a gente ouve em soundtracks de filmes mais “cults” como Boyhood, que por falar nisso, tocou “Hero” que é uma das músicas temas do filme e eu só pude me arrepiar, pois eu amo esse filme e essa música. Enfim, audição incrível, uma das melhores que eu vi até agora, amei de verdade. 

Luana: Gente, que transformação vocal do moço falando para ele cantando! Eu achei incrível, um dos melhores timbres dessa temporada com certeza! A história dele já tinha me deixado emocionada, mas é incrível demais quando essas histórias vem acompanhadas de talentos surpreendentes, e este é o caso do Wade! Eu achei realmente muito bom! Eu adorei o timbre e todas as nuances, arrasou!

Riley Thompson – “Oh Daddy” [Original]

 

Rick: Achei a voz da Riley muuuuito interessante, pois ela além de soar country, tem uma coisa bem sexy em sua voz mais aguda que eu amei muito! Acho que Katy não poderia definir melhor, é como uma Lana Del Rey country, e eu acho (e espero) que ela venha mostrando coisas diferentes, e não foque só no country. O fato de ela ter vindo com uma canção original já é um ótimo pressentimento, então eu estou realmente esperando coisas boas de Riley. 

Luana: Meu Deus do céu, que menina linda! Meu Deus, eu achei a voz linda demais também! Claramente é country, mas tem um “quezinho” aerado ali meio indie. Eu realmente acho que Riley é especial. Ela só tem 16 anos, mas acho que talento não tem idade. Ela soou incrivelmente linda, apresentou uma música original muito legal e ainda por cima é um doce de criatura! Lindíssima, pisou demais.

Peter Lemongello Jr. – “I Can’t Help Myself” by The Four Tops

 

Rick: Me desculpa quem gosta, mas eu acho esse estilo beeeem brega, não consigo me sentir muito atraído. A voz do Peter não é lá grandes coisas, apesar de achar que combina muito bem com esse estilo de canção, o que mostra que ele realmente se adaptou a esse estilo, mesmo com sua pouca idade. Não vejo ele fazendo sucesso no programa, então concordo com jurados ao não passarem ele para a próxima fase. 

Luana: Eu tenho direito de não gostar das coisas mesmo que elas não tenham nada de errado, né? Então, vou fazer uso desse privilégio hoje e aqui. Até falando esse rapaz me irritou, me desculpem. Pra mim é um “não” bem grande.

Clay Page – “Die a Happy Man” by Thomas Rhett

 

Rick: Ainw, gostei muito do Clay. Achei a audição dele bem suave, e mesmo a voz dele não sendo a coisa mais extraordinária ou original que eu já vi, ele faz um ótimo trabalho, e a escolha da música também foi fundamental para dar ainda mais brilho para a voz. Foi uma das melhores audições de hoje pelo fato de ter sido total na medida certa, então eu só pude relaxar enquanto ouvia sua voz que me agradou muito. Se Caleb, que para mim tinha uma voz bem mais “agressiva” que a do Clay, conseguiu se sair bem na competição, então eu consigo ver ele fazendo um bom trabalho nos lives. Let’s se…

Luana: E cá estou eu, comentando a 3ª noite de American Idol consecultiva e sinceramente? Parece que eu já comentei uns 30 artistas country, eu estou começando real a ficar sem elogios diferentes para eles, LOL. Clay tem uma voz linda, linda de verdade, mas não tem muito mais que eu possa dizer. Ele escolheu uma música muito boa, mostrou super bem sua capacidade, fez tudo certinho. Mereceu a vaga e agora vai lá competir com os outros 389 country singers.

Drake McCain – “His Eye Is On The Sparrow” by Lauryn Hill

 

Rick: A igreja diz amém! Drake tem uma ótima voz, tem uma ótima técnica e não deitou pra Katy quando ambos começaram a cantar juntos, mas eu acho que a voz dele vai muito além das duas músicas que ele cantou, então, apesar de ter gostado, eu sinto que ele pode muito mais. A audição foi ok tendo em vista que novamente tivemos a interferência dos jurados na hora que o candidato estava cantando, o que não acho legal, mas como já disse, ele não deitou e deu um show de vocais ali. 

Luana: Eu ACHO que o rapaz mereceu a vaga? Não tenho certeza, porque só consegui assistir uns 30segs de audição onde ele pôde fazer o que se propôs. Eu adoro a Katy e amo a energia dos jurados, mas vamos ter noção, né? Essas coisas NO MEIO das audições dos acts é demais. Parabéns Katy Perry, você vai para Hollywood com sua audição gospel!

Madison VanDenburg – “Speechless” by Dan and Shay

 

Rick: 16 GENTE?!?! COMO ASSIM? VOU ESCREVER ESSE COMENTÁRIO EM CAIXA ALTA PARA REPRESENTAR O QUANTO EU ESTOU APAIXONADO PELA VOZ DESSA MENINA. MADISON ARRASOU DO INÍCIO AO FIM, FOI UMA AUDIÇÃO COMPLETA, COM GRANDES NOTAS, FALSETES LINDÍSSIMOS, UM CONTROLE ABSURDO, ALÉM DE ELA POSSUIR UM TIMBRE MARAVILHOSO, MUITO BEM COMPOSTO E CONTROLADO. O TÍTULO DO VÍDEO É NEM UM POUCO CLICK BAIT, ELA REALMENTE TEM UM POTENCIAL ENOOOORME, POIS 16 ANOS GENTE AAAAA ME ACUDAM AQUI! FAVORITA DE LOOONGE

Luana: POXA, NENHUMA FALHA! Eu estou chocada. Se existe algo tal qual “audição perfeita”, é isso aqui. Eu nem sei o que falar, gente. Nossa, a menina é talentosa demais. EU NÃO TENHO VOCABULÁRIO PARA EXPRESSAR! Nossa, eu tenho que ver essa menina na final, não há outra opção. Quando vi o “next Kelly Clarkson?!” no título, já pensei “ah pronto, lá vem os exageros”, mas nossa senhora! NOSSA SENHORA. Matou com bondade, matou com classe, matou com TALENTO. Nossa, entreguem o trófeu.

Jeremiah Llyod – “Almost Heaven” [Original]

 

Rick: Gente, essas duas últimas audições de hoje vieram pra acabar comigo. Bem que eu estava achando o episódio bem mais ou menos, mas os melhores vieram no fim, e total compensou. Que voz incrível, a voz do Jeremiah é uma daquelas que eu vejo transcendendo gerações, ele tem um timbre gospel, mas consigo também sentir algo bem rocker e soul vindo dele. E essa música original hein? MUITO LINDA! Sinceramente, ele foi fantástico, senti ele totalmente entregue e o resultado foi simplesmente incrível. Não foi a melhor audição de hoje por motivos de Madison, mas sem sombra de dúvidas foi a segunda melhor de hoje, e eu espero muito que ele consiga chegar aos lives e se destacar ainda mais como se destacou aqui nas audições. Arrepiado! 

Luana: Nossa, que pessoa incrível. O moço é TÃO talentoso e simplesmente nem parece perceber o quão precioso é. A história por trás da canção é de partir o coração, mas quando ele deu vida à tudo que estava ali no papel: quase paraíso nada, foi o paraíso inteiro! Jeremiah merece todos os elogios possíveis, porque ele precisa compreender o quão especial ele verdadeiramente é! Gente, vamos dar um abraço coletivo virtual nessa pessoa! Maravilhoso, espero que tenha todo o sucesso do mundo na vida!

E assim chegamos ao fim de mais um episódio de audições. O que acharam? O episódio foi bem morninho, com exceção de umas quatro audições que foram muito boas, sendo Madison, Jeremiah e Wade os melhores. Mas essa é somente a minha opinião, deixe aí nos comentários os seus favoritos, e votem na nossa enquete para descobrirmos qual foi a melhor audição de hoje. Nos vemos na próxima, até mais galera. 😀 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Ricardo Souza

Tem gente que diz que sou um amorzinho, eu digo que sou um trouxa. Viciado em maratonar séries e ficar na bad depois de assistir tudo em um dia. Amo muito música indie, quando quiser me chamar pra ouvir Florence já sabe onde procurar. Mineiro do interior que não puxa o 'r' quando fala, mas adora um pão de queijo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu