Posts Populares

American Idol – S17E09 – Top 20 Solo Performances

Um baita episódio!

Fala, pessoal! Na última segunda, tivemos o atual Top 20 do Idol se apresentando em performances individuais e estamos aqui para contar tudo o que rolou no episódio para vocês. Nessa fase, cada artista tem a oportunidade de se apresentar para os jurados e para uma platéia com um número considerável de pessoas.

Como a competição vai se afunilando, os artistas têm a oportunidade de performar com um pouquinho mais de tempo e, assim, ganham a oportunidade de mostrarem mais do seus potenciais.

Isso foi muito bom, viu? Pois, na noite de ontem, tivemos boas surpresas e eu vou comentar todas elas com vocês. Bora começar!

Madison VanDenburg – “Domino” by Jessie J.

Olha, gente, Madison tem uma das minhas audições favoritas do programa como um todo, mas ela vive uma montanha russa nesse programa e isso não tá legal. Está certo que a audição é algo difícil de superar, mas eu sinto que ela tem variado no nível das entregas e isso é ruim. Eu achei essa performance bem mais ou menos. Ela teve uma movimentação de palco legal, mas faltou alcance em certos momentos e, em certos momentos, ela estava um pouco ofegante. Enfim, quero a minha Madison de “Speechless” ou “All I Ask” novamente.

Shawn Robinson – “Jealous” by Nick Jonas

Que voz chata desse menino, minha gente! Senhor da Glória! Eu não dou conta disso, não. Olha, eu gostei muito da atitude dele no palco, foi algo bem divertido de se ver, principalmente o começo. Mas é só isso. Timbre irritante e performance com melismas chatos. Não curti, não!

Laine Hardy “Bring It On Home to Me” by Sam Cooke

Olha, eu amo essa música de um tanto, que se até a Melody cantar pra mim eu vou aplaudir. Eu adorei o começo em termos vocais. A voz dela estava agradabilíssima e super combinou a com a música. Apesar de ele ter tentado, eu achei que ele não conseguiu empolgar na parte mais animada da música, mas foi divertido de se ver. Senti certa melhora nele no quesito presença de palco.

Uché Ndubizu – “Figures” by Jessie Reyez

Você quer underdog, @? OLHA AÍ UM DE RESPEITO! Quem era esse moço nas audições, minha gente? Eu nem me recordava, honestamente. Mas nessa semana, ele veio pisando na nossa cara de salto quinze e ainda sambou! Não somente uma presença de palco maravilhosa, Uché consegue se dar muito bem na parte vocal. Eu amei a forma como ele transitou pelos graves e agudos nessa música. Não é fácil, é arriscado, mas funcionou demais. Sei lá se ele vai conseguir manter esse nível, mas o bichinho está arrasando.

Eddie Island – “Ho Hey” by The Lumineers

Apesar de não ser a MINHA performance favorita do Eddie, eu me arrisco a dizer que essa foi a melhor apresentação de Eddie no programa. Ele construiu a performance de uma maneira tão legal e crescente. Gostei muito do começo mais concentrado e tudo foi ganhando intensidade de uma maneira bem legal de se assistir. Achei os vocais dele muito bonitos também. Eu amo essa rouquidão e ficou bonita demais nas partes mais altas. Um reizinho mesmo.

Evelyn Cormier – “Leaving On a Jet Plane” by John Denver

Gente, que voz gostosinha de se ouvir. Lá no fundinho me lembra um pouco a Chloe Kohanski do The Voice. Eu nem me lembrava de Evelyn pra ser honesta e que bom conhecê-la aqui, pois foi bem lindinho vê-la performar desse jeito: suave, mas com entrega. Um típico caso de menos sendo mais e eu amei!

Alyssa Raghu – “Ain’t It Fun” by Paramore

A superestimada da season chegou. Ai, gente! Com tanta gente boa ficando pra trás, eu sinto que a Alyssa já está fazendo hora extra no programa, viu? Tipo, ela não é ruim, mas ela está um passo atrás dos outros artistas e essa performance só demonstra isso. Achei tudo mediano e previsível demais. Não dá pra mim, não.

Ryan Hammond – You Say by Lauren Daigle

Ryan estava um sapão lindíssimo nessa performance. Tive que até trocar de aba pra não ficar reparando nisso hahaha! Gente de Deus, mas que performance linda foi essa? Eu senti cada palavra e quando ele cantou “And I believe” eu arrepiei toda. O que Luke disse sobre ele é uma verdade absoluta: Ryan é um ótimo storyteller e isso faz muita diferença em uma competição como o Idol, com tanto cantor genérico (oi, Alyssa). Amei demais a performance.

Raquel Trinidad – “Lovefool” by The Cardigans

Se eu tivesse escutado essa performance e não visto como a Raquel se comportou no palco, eu juro que eu teria detestado menos. Mas ela mexeu tanto com os braços e a cabeça desordenadamente que me tive a impressão de que a pobi estava tendo uma convulsão hahaha! Parece que ela não se encaixou na música, sabe? Me pareceu até desconfortável e acho que isso influenciou na parte vocal também.

Logan Johnson – “Love Don’t Live Here Anymore” by Rose Royce

O neném oficial do Panela de Séries é um anjinho mesmo, né? Ai, gente! Como eu adoro Logan. Primeiro pela pessoa que ele é e como ele traz isso para as suas performances e segundo pelo timbre tão gostosinho de se ouvir, que me lembra muito o Shawn Mendes. Eu achei que foi a melhor performance dele. E esse final? Olha, eu não dou conta de uma coisa dessas coisas, não! Vontade de colocar num potinho e proteger.

Dimetrius Graham – Hello by Adele

Gente???????????? Que início WTF foi esse? Coisa mais esquisita! E sabe o que é pior? EU ADOREI! hahahahahaha Eu acho que fez sentido com a abordagem que ele propôs à música. Algo mais sombrio e introspectivo. Eu curti demais tudo aqui haha. Foi meio estranha? Foi! Mas ele arrasou na interpretação e adorei os vocais!

Riley Thompson – “Jolene” by Dolly Parton

Nossa, sabe quando você conhece um boy e acha ele maravilhoso e depois de duas semanas descobre que é boy lixo? Foi mais ou menos essa frustração que tive aqui. A Riley começou a performance e eu achei NOSSA QUE COISA MARAVILHOSA, mas foi só ladeira abaixo e achei, no geral, a coisa mais sem graça do mundo. Triste.

Walker Burroughs – “How Deep Is Your Love?” by The Bee Gees

Ninguém liga pro Walker, mas eu ligo! Acho tão emotivo e eu consigo me conectar a ele mesmo. Não foi a melhor performance dele, mas foi bem agradável de se ouvir, até porque, né? Essa música permite performances bem gostosinhas. Eu achei que ele pecou um pouco no refrão, mas o saldo foi bem positivo.

Bumbly – Vision Of Love by Mariah Carey

Em primeiro lugar, ela estava lindíssima! Quero esse vestido pra mim hahaha. Em segundo lugar, eu já estava me preparando para criticar a performance, pois estava achando o início bem xoxo, mas ela cresceu demais durante a performance, mesmo não conseguindo alcançar a nota antes do “OoooOO”. No geral, eu gostei muito e acho que ela conseguiu se segurar.

Ashley Hess– “Dreaming With A Broken Heart” by John Mayer

Eu amo tanto a voz da Ashley. Ouviria por horas no meu Spotify, mas quando ela pisa no palco eu fico sentindo falta de algo, sabe? Como ela ainda não estivesse pronta ou não fosse aquele tipo de artista que consegue preencher todo o palco enquanto canta. Eu gostei da performance, mas acho que ela pode fazer mais, considerando a voz linda que tem.

Alejandro Aranda – “I Fall Apart” by Post Malone

Se no dia anterior Alejandro me cativou com Yellow, ontem, achei que ele ficou devendo um pouquinho. Assim, vocalmente sempre bem, voz maravilhosa. Mas essa performance me deu a impressão de que ele só pegou um música e fez a mesmíssima coisa que ele vem fazendo no programa.

Kate Barnette – “Sunday Morning” by Maroon 5

Meu Deus, que princesinha! Uma das minhas músicas favoritas da vida, em uma versão mais indie, dessas que a gente escutaria à beira mar, assistindo ao pôr do sol. Não foi a performance mais marcante da noite, mas foi bem digna e a voz dela estava bem agradável.

Jeremiah Harmon – “Make You Feel My Love” by Bob Dylan

Eu amo essa música e amo Jeremiah, então ficaria fácil amar essa performance, né? Só piano e voz foi pra acabar comigo de vez. Olha, amei demais. Até metade da música estava achando apenas bom, mas quando ele subiu o tom, senti cada palavra que ele cantava, pois ele soube usar a intensidade na medida certa. Uma performance bem bonita. Digna do artista que Jeremiah vem se mostrando nesse programa.

Laci Booth – “I Want You To Want Me” by Cheap Trick

EU AMO TANTO A VOZ DESSA MENINA, SOCORRO! Na semana passada, achei que ela cometeu algumas falhas em sua performance, porém, nessa semana, os seus vocais estavam impecáveis. Percebam que ela começou de uma maneira tão suave e depois começou a cantar com certa rouquidão e isso deixou a performance com um contraste bem legal. Enfim, um anjo mesmo!

Wade Cota – “All I Want” by Kodaline

Wade Cotadíssimo e só não vê quem não quer. Claramente se escorando em seu timbre diferenciado e isso está me irritando um pouco. As últimas performances dele foram bem questionáveis, mas ele conseguiu me agradar aqui. All I Want é bem emblemática e precisa mostrar intensidade que ele soube passar com certa facilidade.

*** CONSIDERAÇÕES FINAIS ***

Que programa foi esse, minha gente? Sério, nível elevadíssimo. Teve uma ou outra performance que achei aquém do nível do programa, mas, no geral, tivemos ótimas apresentações, com artistas chamando a atenção pra si.

Uché, Jeremiah, Lacy, Logan e Ryan foram os destaques da noite pra mim, mas certamente irei rever quase todas as performances. Espero que a semana que vem nos reserve um bom programa também. Afinal, teremos convidados.

Com isso, finalizo a review. Um beijo e até mais!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu