Posts Populares

American Idol – S17E19 – The Final (Season Finale)

The Winner of American Idol 2019 is….

Chegou a hora de conhecer o campeão ou campeã de mais uma temporada do #AmericanIdol! Chegamos a décima sétima no total e a segunda desde que o programa migrou para a ABC. Os finalistas são a cantora pop Madison VanDerburg, o cantor country/rock Laine Hardy e o músico/folk Alejandro Aranda. Dessa vez a final foi realizada apenas em UMA noite acumulando assim as performances solo dos candidatos e todas as performances especiais que sempre rola… então se preparem que a review vai ser um poquinho LONGA! Nos comentários trouxe a fã número UM do Alejandro: Lucas! Vamos lá amigas e amigos?

PERFORMANCES DOS FINALISTAS

Laine Hardy – “Home” by Marc Broussad

Lindo: Essa foi uma das melhores performances do Laine desde o início dos lives misturou vocais acima da média (comparando com o que ele traz) combinado com o fato dele estar bem confortável no palco e com um refrão poderoso que valorizou a rouquidão do timbre. Laine é o que mais tem chances de vencer e vem provando que dentro de sua zona de estilo musical ele consegue mandar performances sólidas e se manter em um bom nível. P.S. Morri com o coment da Katy sobre o tamanho do cabelo dele e concordo com o coment dela pensando nele como uma estrela na música country/rock.

Lucas: A música combinou muito com ele, que estava mais uma vez ali com a guitarra em sua zona de conforto. Realmente não foi nada diferente do que costumamos ver dele, mas os vocais estavam muito bons e a música foi muito bem escolhida. Performance consistente para a final.

Madison VanDerburg – “Shallow” by Lady Gaga/Bradley Copper

Lindo: Vamos dizer que eu esperava Madison sendo mais esperta e escolhendo melhor as músicas para sua voz e ela não fez isso. Shallow tá no BUMMM e todos AMAM e aqui no BR ta mais conhecida por #JuntoseShallowNow. Ela começou muito bem e mostrando porque escolheu tal música pensando na conexão com a letra e com a artista e começou muito bem e assim se manteve, eu senti que do meio pro final quando chegam as partes explosivas e ela foi bem mas senti que faltou um pouco mais de desespero/vulnerabilidade que estão presentes na versão original. O resultado final foi uma ótima performance mas que ficou longe do original em comparação. Acredito que com o vozeirão e a técnica que ela tem ela poderia ter escolhido algo mais sabiamente.

Lucas: Tem música que dificilmente o candidato conseguirá fazer algo marcante, pois a versão original já é o ápice da canção. Essa é a realidade de Shallow. Madison ainda conseguiu se sair muito bem. Subiu muito bem no refrão, sem problemas vocais comprometedores. É aquilo, nada marcante, mas valeu como uma boa performance.

Alejandro Aranda – “Millenial Love” (Original Song)

Lindo: Olhando de umas duas/três semanas atrás eu tenho começado a gostar das performances do Alejandro e percebido que ele vem melhorando seus vocais e aqui foi mais um exemplo disso. A performance toda trabalhada na sua guitarra elétrica foi bem pensada, a letra de certa forma hipnotiza você e Alejandro consegue tranquilamente se conectar com o que está cantando de uma forma que é simplesmente incrível, grande performance.

Lucas: Eu amo tudo das originais que o Alejandro trouxe e eu ouço bastante as músicas dele no dia a dia. Essa dele eu não conhecia, mas amei. A voz dele estava inteira e linda sobre o arranjo. Ah, o arranjo ficou excelente, com um aspecto intimista. Maravilhoso.

Laine Hardy – “Jambalaya” by Hank Williams

Lindo: Laine meu filho que performance mais chata em plena final foi essa? Eu sei que o senhorito tem os fãs do country do bayou, mas pela amor de Deus que música mais chata é essa. Laine acabou se divertindo cantando essa música, mas convenhamos que se pros fãs dele foi UAUU pra quem não é acabou sendo até uma ofensa. Só curti o finalzinho onde ele se jogou mais e a música ficou mais rápida.

Lucas: O que dizer de mais uma performance igual as outras, onde em plena final Laine se esforça 0% pra entregar algo bom? Só tenho a dizer que se reality musical americano fosse sobre quem melhor trabalhasse suas performances, principalmente numa final, o Laine não estaria aqui. Preguiça!

Maddison VanDerburg – “Breakway” by Kelly Clarkson

Lindo: Madison minha filha, Kelly Clarkson de novo? Serio? Quando ela cantou Kelly Clarkson nas primeiras fases acabou entregando uma das suas performances mais fracas na competição e aparentemente ela decidiu tentar repetir isso aqui. Apesar de todo o esforço e cuidado principalmente no inicio da música onde ela ficou mais suave e conseguiu ri bem, quando as backings entraram começou a ficar longe do ideal e no refrão faltou marimba para ela. O saldo final foram duas performances mornas em plena final e todos sabemos que Madison precisava de muito mais contra Laine e Alejandro.

Lucas: Nossa, como eu amei esse começo. Nessa performance da Madison foi muito mais interessante as partes baixas, onde ela demonstrou um bom controle e ótima execução vocal. Se segurou bem nas partes altas também. Foi uma ótima performance.

Alejandro Aranda – “Tonight” (Original Song)

Lindo: Se Laine foi chato e Madison escolheu errado temos Alejandro chegando com mais uma original e entregando um trabalho bem mais ou menos também. o arranjo escolhido acabou deixando tudo linear e a letra da música não favoreceu em nada em vermos uma evolução ou algo que destacasse a música, enfim uma performance bem abaixo entre as originais que ele costuma trazer. Vamos apagar a rodada e começar de novo? QUERIA.

Lucas: Gente, eu não vou achar ruim nenhuma performance do Alejandro. Tudo muito lindo, com arranjos perfeitos. Foi uma performance muito gostosa de se assistir, apesar de que prefiro a versão dessa música no violão. Lindo lindo!

Alejandro Aranda – “10 Years” with Orchestra (Original Song)

Lindo: Eu não tinha entendido bem quando anunciaram as performances da final e Alejandro aparecia sem dueto, mas tudo explicado. Sinceramente acho que um dueto com alguém famoso é sempre um plus, mas pensando na trajetória de Alejandro não faria muito sentido mesmo principalmente com a opçao de uma orquestra apenas para ele e para tocar uma versão nova de seu single de maior sucesso no show. Ele veio com uma reedição de 10 years que aparentemente deveria me tocar no coração e me fazer me declarar por ele mas não rolou, ao menos valeu a experiência e curtir tudo que rolou aqui.

Lucas: Eu amo tanto essa música e ainda conseguiram melhorá-la. Ficou tão lindo esse arranjo, mas tão lindo, que já quero versão estúdio. Foi uma performance maravilhosa digna de final. Foi tudo muito perfeito!

 

Madison VanDerburg & Dan + Shay – “Speechless” by Dan + Shay

Lindo: Olha fiquei esperando Madison aparecer mas demorou viu, de repente me vi tendo que saltar para o final do vídeo para ver uma performance onde a voz dela quase sumiu nas harmoanis com Dan e Shay, sinto que faltou um espaço para ela brilhar e isso faz com que a escolha de Alejandro de ir sozinho seja cada vez mais sensata.

Lucas: Quem são esses? Nunca nem vi kkkk. Mas olha, achei eles legais, com bons vocais… me passaram boa impressão. Só não consigo entender por que colocaram Madison pra cantar com eles. Ela não combinava nada com a voz deles e acabou que a voz dela ficou um pouco ofuscada na performance. Extremamente nada a ver.

Laine Hardy & Jon Pardi – “Dirt On My Boss” & “Night Shift” by Jon Pardi

Lindo: Espero que Laine não despediçe seu carisma/talento virando um cantor country desse no futuro porque ele pode muito mais. A performance foi legal por ver Laine criar uma energia com Jon e por ter uma segunda música que trouxe ambos para fora do violão e o que acabou dando mais liberdade para ter uma interação entre eles e uma melhora dos vocais, acabei gostando muito mais da performance ai. Enfim, ao menos ele teve espaço para se destacar ao contrário de Madison.

Lucas: Aqui Laine mostrou que cabe direitnho na cota de country chato que a America abraça. Pra mim, nada de interessante teve aqui. Foi mais dois cantores country cantando uma música mais ou menos, com vocais “ok” e sem se arriscar nada. É isso, tem gente que canta muito, têm outros trabalham duro, mudam arranjos, molda a performance… mas no final o que vale mesmo é cantar/simpatizar com o country e fazer perfil da America. E isso o Laine preenche muito bem.

PERFORMANCES DOS CONVIDADOS

Gente tiveram simplesmente VINTE e TRÊS performances que incluem solo dos convidados, duetos com artistas retornantes, duetos com os finalistas e performances com o TOP 10. É muita coisa para colocarmos aqui no nosso review então vamos destacar o que rolou de melhor nessa parte do programa!

Para começar nossos três jurados se apresentaram! Começando com o icônico Lionel Ritchie que decidiu reviver seus bons tempos performances seu hit “Dancing On The Ceiling” na companhia do TOP 10.

Já a deusa Katy Perry resolveu dar o ar das graças em uma performance ao vivo de uma de suas mais novas parcerias: Daddy Yankee! Eles performaram uma música chamada Con Calma que mistura espanhol e inglês e muito gingado, confiram clicando aqui. Mas a rainha me tirou lágrimas mesmo foi quando subiu ao palco na companhia do vencedor moral desta temporada, Jeremiah Lloyd Harmon….

Eu to sem chão, sem lágrimas, Katy Perry e Jeremiah entregaram a melhor performance dessa final e quem não concordar comigo pode parar de respirar porque tá errado. Seguindo tivemos então Luke Brian dando o ar da graça e entregando uma performance solo do seu hit “Knockin Boots” e realizando um dueto maravilhoso com minha fada Laci cantando “Every Breath You Take” by The Police, vamos conferir…

Sem palavras pro timbre dessa fada, eu apenas quero o álbum dela para ontem! Laci você merece o mundooo! Além dos nossos jurados tivemos dois Idols de temporadas anteriores retornando ao palco para apresentarem seus novos single, primeiramente tivemos a maravilhosa Carrie Underwood cantando seu single “Southbond”….

… na sequencia um outro Idol retornou ao programa, Adam Lambert veio cantar seu single “New Eyes”, lembrando que Adam participou do programa ajudando os candidatos na semana do Queen. Falando em Queen, Adam se juntou ao maravilhoso Dimitrius Graham que merecia mais umas semanas no show e acabou deixando tudo muito precocemente. Eles cantaram “Bohemian Rhapsody” e simplesmente LACRARAM!

Outros candidatos do TOP 10 também performaram com convidados tivemos o maravilhoso Uche que merecia ter ido mais longe também cantando com Kool & The Gang e vocês podem conferir aqui. O meu baby Walker se juntou a banda Weezer em um mashup dos covers que o Weezer fez em seu último álbum, a Wade veio de brinde nisso pra estragar tudo um pouco! Vocês podem conferir essa performance clicando aqui. Alyssa Raghu que ganhou o nosso selo esforçada da temporada se juntou a Kane Brown e ambos cantaram “Good As You”, o novo single de trabalho dele, vocês podem conferir aqui.

Além disso tudo o Idol abriu espaço para alguns artistas que não chegaram aos lives para vir ao programa e performar e entre esses preciso destacar o maravilhoso dueto que Audra Day e Shayy fizeram cantando “Rise Up”, confiram abaixo e peguem os lenços!

Isso foi o resumo do que melhor rolou nessa rodada! Curtiram? Eu simplesmente adorei principalmente os duetos de Shayy e Audra e também de Katy e Jeremiah!

ANÚNCIO DO TERCEIRO COLOCADO

Como bem sabemos Laine seria pelo menos vice-campeão e a nossa duvida no site e se Madison teria força para arrancar um Runner Up ou se Alejandro confirmaria sua força e iria para o TOP 2 disputar com Laine o prêmio. Ryan anunciou que Madison deixaria a competição naquele ponto e que Alejandro e Laine performariam mais uma vez pelos votos da América.

FINAL PERFORMANCES

Laine Hardy – “Bring It on Home To Me” by Sam Cooke

Finalmente uma performance acima da média do Laine nessa noite, a música do Sam Cooke combinou tanto com sua voz mais áspera que deu um requinte e o fez brilhar um pouco mais do que o usual. A música ainda tinha a facanha de ter uma parte mais lenta e uma mais acelarada que mostrou ele indo até o público e tendo seu momento, mas se você pegar todas performances do Laine acaba que isso foi sua receita e ele veio repetindo ela, ele pode ser um bom Winner mas uma coisa faltou em sua jornada: versatilidade.

Alejandro Aranda – “Out Loud” (Original Song)

Alejandro já pode lançar o cd com a coletanea das orignais, até antes da final ele já tinha apresentado cinco músicas e agora já são oito. Vou ser sincero com vocês essa música acaba me soando exatamente igual as anteriores e os uhuuu auuuu eu sinto que já vi antes. Uma coisa que Alejandro fez foi fazer uma jornada em cima de um trabalho original e não lembro se alguém no Idol chegou próximo disso, acredito que já vimos artistas cantarem orignais uma ou outra vez mas não fazer uma caminhada inteira assim. Além dele só me recordo de Jeremiah trazendo originais ao programa.

Dito isso temos dois artistas que fizeram trajetórias sólidos dentro de sua zona de conforto a sua maneira. Laine seguindo dentro do rock/country/blues sempre usando uma guitarra e parado no centro do palco, Alejandro sem se arriscar vocalmente mas trazendo suas canções originais e mostrando seus talentos como músico e compositor.. dado isso chegou a hora de revelar…

and The Winner of American Idol 2019 is….

vídeo

LAINE HARDY

A vitória de Laine parecia algo certo desde o ínicio dos lives, por algum motivou o jovem retornante cheio de carisma e humildade caiu no gosto do público e com suas performances sólida vagando entre Rock e Country conquistou uma legião de fãs do #PartyWithAHardy e começou a mostrar muita força nas redes sociais.

Durante o Show Laine fez boas performances, de certa forma teve uma trajetória bem sólida porém sem riscos e fez jus ao seu prêmio. Acredito que o prêmio indo com Alejandro ou Madison teria quase o mesmo sabor, na real o verdadeiro Winner Moral aqui seria Jeremiah e senão fosse ele diria que tanto Laine, como Madison e Alejandro seriam bons vencedores. Como sua última performance Laine cantou seu primeiro single original chamado “Flames”.

e foi isso pessoal! O programa foi renovado para um terceiro ano na ABC não se sabe nada se o painel de jurados será o mesmo mas eu só espero que SIM, amo ter Katy, Lionel e Luke ali <3. Vejo vocês na próxima temporada ou nas reviews do The Voice Australia se quiserem acompanhar aqui no site.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Amado por 30 milhões de Brasileiros! Paulista, Canceriano, 25 anos, Químico e atualmente faço Doutorado em Biotecnologia e Polímeros. Me achou nerd neh? Sou mesmo! Amo uma boa banda alternativa/indie, fã número 1 de Imagine Dragons e adoro perder um bom final de semana maratonando séries! P.S. Sou bêbado também gente, me chama para uma cerveja e para falar de série!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu