Posts Populares

Arrow – S05E17 – Kapiushon

EITA, GIOVANA!!!

Minha gente, eu assisti esse episódio na própria quarta-feira e até agora tô sem saber direito como me expressar em palavras sobre ele. Foi fantástico, mas desesperador, maravilhoso e angustiante, incrível e doloroso. A cada cena que passava, era justamente assim que eu me sentia, totalmente mixed feelings e sem saber se vibrava ou chorava rs.
Quero começar dizendo que Stephen Amell deu um belíssimo tapa na cara de muita gente nesse episódio, sabe porquê? Desde sempre, vejo várias pessoas falando da atuação do Stephen e dizendo que ele só sabe usar uma expressão do rosto, que não tem cara de nada e etc. Eu, como fã do Stephen e já tendo outros trabalhos dele, sempre dizia que era pras pessoas assistirem os outros filmes/séries que ele fez para depois me dizer se ele era ruim mesmo ou como eu sempre coloquei, é porque o papel do Oliver pede uma pessoa enigmática, que muitas vezes não sabe o que sentir e como sentir e nesse episódio ele provou justamente o quanto ele é bom atuando. Stephen simplesmente deu um SHOW de interpretação, ele fez os espectadores sentirem cada dor, desespero e a angústia da tão difícil confissão que Oliver fez para Adrian. Josh Segarra também foi ótimo, mas nesse episódio bato palmas em especial para Stephen e com muito orgulho!

Olha, quando o episódio começou com aquilo de flashbacks intermináveis eu já tava pronta para xingar muito no Twitter, porque eu REALMENTE não aguento mais esses flashbacks chatos mostrando a época de Oliver na Rússia, com a Bratva e blá blá blá. Mas, ao longo do episódio, tudo foi fazendo sentido e os retornos ao passado foram se interligando com o presente de uma forma que em dados momentos era quase de roer as unhas todas das mãos e dos pés. Cada cena de um flashback daquele mostrava Anatoly descobrindo o monstro que Oliver guardava dentro dele e fingia para si mesmo que ele só o libertava quando usava o capuz, mas Anatoly e nós fomos percebendo que esse seu lado monstro continua com ele todo o tempo, só que Oliver não consegue admitir a verdade para si mesmo porque é muito desesperador. No começo da tortura de Chase com Oliver, eu imaginava que ele queria que o Oliver revelasse algo bem obscuro de sua parte, mas não fazia ideia do que poderia ser, mas conforme fui assistindo aos flashbacks e vendo a frieza como Oliver tratava certas torturas, o fato dele fazer questão de matar Kovar quando não era necessário e outros momentos mais, a ficha foi caindo junto com Anatoly e junto com o próprio Oliver que na verdade, havia um lado dele extremamente escondido e  obscuro que tinha prazer em tirar a vida de alguém, ainda mais se ele tivesse um motivo claro para fazer. E foi nessa hora que meu mundo caiu junto com o do Oliver e Anatoly vem em um flashback dizendo justamente isso para ele, que um dia ele vai se dar conta dessa realidade e isso vai quebrá-lo e que ele já sente por esse momento.

Mais uma vez, eu sofri tanto com o Oliver, mas TANTO… acho que eu nunca sofri tanto com esse bichinho do que nesse episódio. Gente, era cada tortura com ele que o psicopata do Chase fazia que… Jesus! Desde as mais dolorosas torturas físicas às agoniantes psicológicas, ameaçando Felicity, seu filho e todos que ele amava, obrigando Oliver a revelar um segredo oculto que o próprio não fazia ideia do que era e olha, por mais que eu esteja adorando ter um vilão tão incrível quanto o Adrian coisa que há muito não tínhamos, eu tô com um ódio muito grande no meu coração por ele, SOS! A cada grito de dor, a cada lágrima do Oliver eu queria arrancar a cabeça dele, mas o pior ao meu ver não foi ele, foi aquela nojenta e ingrata da Artemis que fingiu ter sido espancada por Chase e no fim ter sido morta pelo mesmo (apesar de eu ter achado aquela torção no pescoço bem duvidosa desde o início), isso tudo para que Oliver revelasse seu mais oculto segredo. Gente… que ÓDIO que eu senti daquela garota, quero ela destruída, mas tipo muitooooo MESMO! Oliver só faltou morrer quando viu a garota morrer e ela me apronta essa. Affff… sua hora vai chegar!
Apesar de estar sofrida, um lado meu “curtiu” o desespero do Oliver só em saber que Chase chegou perto das coisas da Felicity e Chase que não é bobo nem nada falou justamente de quem? De Felicity e do seu filho que são as pessoas que mais afetam ela, por quê será hein? Reflitam 😉
Gostei também da explicação do porque o maldito escolheu o nome Prometheus, que era quem acabava com os poderes dos deuses, ou seja, Chase nem botou o Oliver num patamar inalcançável né? Não sei se amo ou odeio rs

Vou confessar pra vocês que desde o último episódio o Anatoly foi me cativando tanto, principalmente nesse último que vimos o quanto o gangster se revelou grato a Oliver e mostrou que conhece muito do seu americano favorito sim e justamente por isso, tentou poupá-lo da dor que Chase o fez passar pela revelação, que já quero ele de volta pro presente de Oliver e passando umas temporadas. Inclusive, pela promo, é o que parece que vai acontecer, adoro. A forma como ele se apresentou pro Malcolm foi ótimo né? Malcolm se achando lá o CEO da empresa e ele curto e grosso: gangster, amo ahahahahahah
Por falar nesse mala, ele sempre sendo insuportável né? Primeiro queria ajudar Kovar a dar um golpe, depois pegou o corpo do bandidão (que na teoria Oliver tinha matado) e vai dar algum jeito de ressuscitar ele, já dando a dica pra gente que os flashbacks na Rússia estão meio longe de terminar, afffff *revirando os olhos*
Gente, e a cena final? Oliver chegando completamente destruído no esconderijo, antes Felicity e Diggle desesperados procurando por ele há 6 dias e quando ele chega, a Felicity com uma mistura de desespero e alívio corre da cadeira e vai até ele e o bichinho completamente transtornado pelas torturas, principalmente pela revelação que se fez, diz que não dá mais, que vai desistir de tudo e foco na cara da Felicity de que “Oops, deu m*rda!” e representando a todos nós sentindo a dor do Oliver. Ain meu Deus, eu só queria entrar na tela pra abraçar ele e não largar mais :'(
Sabemos que ele não vai largar de ser o Arqueiro Verde porque afinal a série existe por ele, mas podem ter certeza que vamos ter momentos de muita angústia, desespero e ódio no coração. Já quero Felicity, Diggle e Anatoly acabando com a raça desse Prometheus, não matando, mas deixando ele no fundo do poço mesmo. Na verdade, quero todos unidos contra Prometheus, isso aí, quero até Roy de volta, um vilão desses merece! rs
Ah! Inclusive, engraçado né? O Chase queria tanto que o Oliver revelasse o lado negro dele, mas não percebe que o verdadeiro doente é ele né? Porque Oliver conforme foi se descobrindo, com a ajuda dos amigos e se curando, foi abdicando desse lado dele e dando valor a outras coisas, já o Adrian… não podemos dizer o mesmo, não é? Enfim…

E preparem os corações para o próximo episódio porque promete muito tiro, porrada e bomba, brigas, Anatoly de volta e muito ódio no coraçãozinho de Oliver. CADÊ QUARTA??? Que temporada, meus amigos, que temporada!!!

Está no ar o 2º recrutamento de reviewers do Panela de Séries! Venha se juntar a nós paneleiros! Saiba mais clicando AQUI.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Caroline Azevedo

Seriadora de carteirinha. Shipper de plantão. Friendsmaníaca. Viciada em música. Feminista. Meu sonho é ser uma Sense8 e me dividir em várias partes para conhecer esse mundão afora, tudo ao mesmo tempo, agora.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu