Posts Populares

Arrow – S07E12 – Emerald Archer

Yeeeeey chegamos ao episódio 150!!!

O episódio 7×12 de Arrow, também conhecido como o episódio 150, começa de um jeito bem diferente do que estamos acostumados… Vemos personagens mortos ou que deixaram a série, voltando a dar entrevistas e falar sobre Oliver e sua equipe. Até que finalmente consegui entender que se tratava de uma espécie de gravação de um filme, um documentário para ser mais exato, que foi intitulado de “Emerald Archer and the rise of vigilatism”  com a tecla SAP, “O Arqueiro Verde e a ascensão do vigilantismo”.

Essa informação acabou sendo confirmado pelo próprio Oliver ao re-encontrar William, falando em William o menino acabou voltando um tanto quanto revoltado de sua estadia no internato, ele acaba discutindo brevemente com Oliver e Felicity, mas para frente iremos dar um pouco mais de enfoque para esse núcleo.

De volta ao documentário, além de entrevistar personagens do passado de Oliver, como Quentin, Thea, Sara, Roy, Barry e Pecado, a equipe de filmagem acompanha a rotina atual do Arqueiro Verde como oficial da SCPD e é aqui que somos apresentados ao antagonista desse episódio, Quimera, um vilão caçador de vigilantes que curte stalkea-los para conseguir suas máscaras.

Um dos vigilantes que Quimera acaba indo atrás é a “nova” irmã de Oliver, Emiko, nesse momento o Arqueiro reúne sua antiga equipe, Diggle, Felicity, Dinah, Curtis e René e vão atrás do stalker e de Emiko. Eles consegue salvar a irmã de Oliver, mas não parar o vilão. No entanto, em momentos seguintes eles voltam a se confrontar e Quimera acaba sendo preso. Porém, Pollard, a prefeita de Star City, que tinha acabado de ser salva de Quimera, ordena que Dinah prenda seus companheiros pela lei do anti-vigilante.

De volta a prefeitura, Dinah e Oliver decidem resignar de seus cargos a favor de seus amigos, Pollard acaba sendo “dobrada” por eles e decide não só libertar Diggle, Curtis e René, como torna-los membros da SCPD. Claro que ela só fez isso para poder ficar de olho, maaas mostrou ao menos um pouco de gratidão pelos atos heroicos deles.

Com Oliver ocupado com Quimera e o documentário, a “bomba relógio” William acaba estourando no colo de Felicity. O menino finalmente cresceu algumas bolas e partiu para cima da madrasta, claro de um jeito mimado, porém finalmente mostrou alguma atitude. Ele acaba a culpando por isola-lo no internato e impedido que ele retorna-se para o natal, claro que Oliver e Felicity tinham suas razões, mas o garoto não deixa estar certo (aliás agora ele odeia ser chamado de “kiddo”). Imagina você chegar na sua casa e encontrar uma equipe de filmagem mostrando a vida de seu pai de uma forma natural e normal, quando você teve que ficar isolado no outro lado do mundo.

Com toda esse drama com Felicity, William acaba revelando que ele só não estava indo de mal a pior na escola, como acabou sendo expulso… EITA, quando Oliver descobrir isso menina… A cinta vem! Eu sempre curto os momentos de William na série e todo esse lance de paternidade de Oliver. Agora estou curioso quando a sexualidade do garoto vai ser abordada e se será e além disso quando veremos o William do passado se tornando o William do futuro!!

O episódio 150 teve um ritmo diferente dos demais dessa temporada, mas conseguiu fazer um bom trabalho com essa proposta diferente, no geral eu daria uma nota 8,5.

E aí, o que acharam do episódio?! Deixem seus comentários 🙂

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luiz Nochi

Paranaense, estudante de Engenharia de Alimentos e absolutamente viciado em tudo que envolve HQs e o universo de super heróis...

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu