Posts Populares

As Five – S01E07 – Festa do Peão

Lidar com a verdade nem sempre é fácil, mas é preciso.

Esse foi um dos episódios que as meninas mais precisaram enfrentar a realidade de suas vidas. Todas tiveram que lidar, de certa forma, com a verdade, seja contando ela finalmente, se dando conta de que não pode escondê-la para sempre ou tendo ela jogada na sua cara.

Lica e Benê passaram grande parte do tempo tentando tirar de dentro do piano o gato que Lica arranjou no episódio passado. Essa dinâmica foi divertida e melhorou com o sincericídio que tomou conta do lugar quando Benê disse para a amiga que ela estava sendo amante de Samantha e Lica rebateu falando que a pianista também era amante de Nem, já que ele tem as camgirls.

Lica não queria ser amante, mas a falta da Samantha foi maior e ela acabou assumindo o papel da outra. Até onde vai essa relação? É, eu acho que em algum momento elas vão ter que conversar sobre isso, porque uma hora vai ficar difícil de sustentar.

Com o que Lica falou martelando em sua cabeça, Benê foi tirar a limpo a história de ser amante com Jennifer, uma das camgirls, que a tranquilizou. Que cena ótima foi essa, eu amei, o jeitinho da Benê é encantador, não tem jeito. Eu ri quando ela perguntou se a outra garota tinha indicações de séries ou livros.

Depois de não conseguir o papel no musical, Keyla parece desiludida e continua sua busca por emprego, enquanto finalmente sai da seca e tenta ser a melhor mãe possível para Tonico. Olha, devo admitir que fiquei impressionada com Samuel aceitando tão bem o fato de a menina ter um filho, o rapaz tem me impressionado e estou gostando da construção do relacionamento deles. Já quero ele e a criança se conhecendo. No entanto, a melhor parte desse plot, na minha opinião, foram os momentos entre mãe e filho. Que cena doce e, ao mesmo tempo, divertida aquela dos dois triturando os planetas de isopor no liquidificador. É de aquecer o coração de qualquer um. Outra coisa que tenho que destacar é o início. Só podia ser ela para comemorar, daquela forma, que transou.

As cenas da personagem aqui na série têm me conquistado e a abordagem de suas questões está muito boa de assistir. Eu não desgostava da Keyla em Malhação, mas nunca foi uma das minhas preferidas, nem seus plots me enchiam tanto os olhos, mas ela teve um crescimento significativo em As Five. A mescla da leveza característica de sua personalidade com o jeito sonhador, mas que foi obrigada a ter seu pé no chão, ao mesmo tempo que é uma mãe carinhosa e que dá bronca quando necessário está sendo incrível de acompanhar.

Já Tina parece ter regredido um pouco. Ela tem algumas questões mal resolvidas consigo mesma e precisa solucionar isso. Sua saga com o casal que estava observando me lembrou um episódio da série Castle, que, por sua vez, foi uma referência ao filme Janela Indiscreta (1954), no qual o protagonista, com a perna quebrada, começa a olhar pela janela de seu apartamento e acompanhar a vida de seus vizinhos, até que crê ter presenciado um assassinato. Acredito que essa semelhança com a obra de Hitchcock, apesar das adaptações claras como o uso das redes sociais que, obviamente, não existe no filme, foi intencional e isso me agradou bastante. No final, Tina mentiu para os seguidores que o rapaz e a moça do bar haviam terminado. Foi uma forma indireta de contar a eles o que aconteceu, na verdade, com ela e Anderson, já que a DJ projetou sua história na que inventou.

Duas personagens que ainda não tinham aparecido deram as caras finalmente. Como eu amo ver rostinhos conhecidos de “Malhação – Viva a Diferença” aqui. Sei que a série é própria e focada em personagens específicos, mas não tem como ignorar que eles têm famílias e amigos que conhecemos. Então, achei maravilhosa a aparição da Das Dores, avó de Ellen e Anderson, e Nena, mãe dos dois. A narrativa de Ellen foi focada em Omar conhecendo a família da noiva e as cenas foram ótimas. Como eu já tinha comentado na review passada, o rapaz é um fofo e aqui só pude confirmar isso, tanto que nem Nena conseguiu manter sua pose de durona com ele por muito tempo. As cenas da Das Dores com o aparelho de pressão e sua filha tentando falar em inglês foram o ponto alto.

No final, Ellen contou para o garoto que dormiu com outra pessoa. O episódio acabou assim, será que eles vão terminar de vez? Ainda há uma chance entre a jovem e o americano? E entre ela e Lito?

Algumas narrativas se desenvolveram bem aqui como Ellen sendo sincera com Omar e talvez perdendo o noivo; Tina dando mais um passo para aceitar o fim de seu namoro com Anderson; e Keyla se abrindo com Samuel. As histórias de Lica e Benê não avançaram tanto, mas a situação com o gato rendeu momentos divertidos, principalmente a briga das duas e a tentativa falha de Nem de pegar o bicho. E vocês, o que acharam de “Festa do Peão”? Compartilhem nos comentários e nos vemos na próxima review.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luiza Pinheiro

Carioca da gema e jornalista de corpo e alma. A primeira série que viu mesmo, aquela que a deixou viciada, foi One Tree Hill. Depois disso nunca mais parou e engatou uma depois da outra. Também ligada em cinema, não perde uma cerimônia do Oscar.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries