Posts Populares

Atypical – S02E10 – Ernest Shackleton’s Rules for Survival [SEASON FINALE]

DRAMATIC PAUSE.

Chegamos, enfim, ao último episódio da temporada, e também o mais cheio de emoções! Começamos com o Doug representando a todos nós e dando um soco de leve no Nick (o bartender). Claro que não devemos resolver nossas diferenças com os punhos e tal, mas por aqui achamos um dos melhores momentos da série. A atitude da Elsa foi péssima, mas ele sempre soube que ela era casada, então ele é quase que igualmente péssimo. Esse soco devia ter acontecido bem antes.

Sam tentando ser independente também foi ótimo. Conforme a Elsa pontuou, quando uma criança está no espectro do autismo não tem com saber, imediatamente, se ela vai estar mais próxima ou mais distante do que nós, pessoas neurotípicas, consideramos “normal” na vida. Por exemplo, não tinha como saber se o Sam iria se comunicar com clareza, fazer amigos, conseguir sair de casa sozinho, ir bem na escola e achar algo que ele amava fazer. Ele conseguiu tudo isso, e está se preparando para ir para a faculdade! Só orgulho por tudo que ele alcançou ao longo dessas duas temporadas.

E já que estamos falando sobre como o Sam evoluiu: as outras pessoas da escola, aparentemente, não evoluíram nada. É bizarro pensar que alguém realmente pegaria o livro do ano de outra pessoa, uma pessoa sabidamente autista e, portanto, com diversas dificuldades sociais, e iria deliberadamente escrever ofensas extremamente maldosas sobre a foto dessa pessoa. Que tipo de ser humano faz isso?

Sobre Casey (potencialmente) bissexual: FOI A GENTE QUE PEDIU, SIM!!! Atypical sempre foi uma série cheia de representatividade por motivos óbvios, contendo diversos personagens neuroatípicos, um cast bastante diverso em etnias, e, agora, aparentemente também vão tratar do tema da sexualidade! É claro que talvez seja uma coisa momentânea, um crush temporário, porém se ela realmente for bissexual vai ser foda demais incrível. Elsa, conforme o esperado, ainda foi um anjo sensato a respeito, e ainda por cima nos brindando com sua história de quando foi “íntima” com uma moça quando era jovem. Mas isso não quer dizer que o coração não dói com a hipótese de Casey e Evan terminando.

E o discurso do Sam? A melhor coisa dessa temporada todinha! Paige não é a personagem mais legal de se acompanhar, considerando que ela é extremamente autocentrada e bastante chata, porém a importância dela na série fica clara em momentos como o que ela defendeu o Sam (aos berros, literalmente) na frente da escola toda. Podemos dizer o que quisermos, menos que a menina não é corajosa.

The future is female. I don’t know what that means.

Por fim, nos chocamos tanto quanto a própria Paige quando o Sam disse que acreditava que tinha feito todas aquelas coisas por ela, principalmente o discurso, considerando que ele odeia multidões e falar em público, porque estava APAIXONADO POR ELA! Em qualquer outra série o personagem provavelmente ficaria 48 anos refletindo sobre o assunto, e conversando com amigos a respeito, e fazendo joguinhos, para no fim conseguir falar para o seu interesse amoroso que tinha sentimentos por ele/ela. Sam demorou exatamente uma conversa. Essa série é perfeita.

A Netflix PRECISA RENOVAR ESSA SÉRIE! Indiquem para seus amigos e familiares, todo mundo precisa de um quentinho no coração, e Atypical é exatamente isso <3 Até a próxima (pelo menos esperamos que sim!) 😉

gostou da matéria? deixe um comentário!

Isabella Oliveira

Poderia estar matando ou roubando, mas provavelmente levaria pouquíssimo jeito para a coisa, daí eu faço Direito. @brockhxmptxn no Twitter.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries