Posts Populares

Batwoman – S01E09 – Crisis on Infinite Earths (2)

A segunda parte do grande crossover do Arrowverse, está recheado de nostalgia e referências.

O episódio nove de Batwoman foi a segunda parte do grande crossover do Arrowverse, o Crise nas Infinitas Terras. Podemos agradecer, pois fomos presenteados com referências e nostalgias a cada segundo.

O episódio começa mostrando que o grupo está de luto pela morte de Oliver. Sara brinda a perca de seu grande amigo, Kara não acha certo fazer isso, pois ele se sacrificou, em parte, por ela e por Barry, já Kate acredita que esse não é o momento para isso, já que todo o multiversso está em risco.

Barry e Mia decidem usar o Poço de Lázaro para trazer Oliver de volta. Sara foi contra no início, mas com o tempo aceitou ajudar a dupla na missão. Estando decididos, eles pedem a ajuda de Constantine, para achar alguma Terra que ainda tenha algum Poço que dê para utilizar, já que Thea, Roy e Nysssa destruíram todos os da Terra – 1. O mago consegue achar um lugar, e o grupo parte para reviver Oliver. Enquanto Constantine e Barry vão buscar o corpo de Oliver, Sara e Mia são atacadas por alguém que estava guardando a mina onde o Poço estava localizado.

É então que temos mais uma participação especial nesse grande evento, Jonah Hex, que nessa versão não possui a sua famosa cicatriz, ao menos até o momento. Mia e Sara conseguem derrota-lo facilmente, e com Barry e Constantine de volta, colocam Oliver dentro do poço. Com o retorno do Arqueiro Verde, o desafio agora será trazer sua alma também. Constatine já havia feito isso com Sara, contudo, por conta da Anti-Matéria, a magia dele não está mais funcionando. Como Oliver Queen irá retornar agora?

É importante ressaltar que antes disso acontecer, o Monitor havia revelado a existência de 7 protetores que poderiam salvar o multiversso, e eles sabiam a localização de 4. Kara é a Protetora da Esperança, Sara é a Protetora do Destino, e o grupo teria que se dividir para achar os outros dois, enquanto Ray constrói um aparelho capaz de localizar os outros protetores. Uma aparição já conhecida, mas que sempre rouba a cena, foi Mick Rory. Os heróis e o Monitor precisavam de uma Waverider para que Ray pudesse trabalhar, e como Sara havia dito que as Lendas não precisariam participar de outra grande batalha assim, eles procuram uma versão alternativa da nave. Eles vão para uma Terra onde as Lendas estão aposentadas, e agora Mick toma conta da nave e Snart é quem faz a voz da inteligência da nave. Não é bem o Snart que queríamos, mas já serve para matar a saudade. E com certeza o destaque fica para Mick cuidando de Jonathan, filho de Lois e Clark, roubando a cena mais uma vez.

Kara e Kate partem em busca do Protetor da Coragem, que é conhecido apenas como Batman do Futuro. Assim, elas vão para uma Terra no futuro e lá encontram um Bruce Wayne mais velho e utilizando um exoesqueleto para poder se mover, fazendo uma clara referência ao Batman da história Reino do Amanhã. Nesse universo, Kate está morta, e o Batman é o responsável por diversas mortes de pessoas, entre elas as de seus antigos vilões. Kara então descobre que esse Bruce, muito mais sombrio que o normal, é o responsável por matar o Superman daquela realidade, e por não confiar em alienígenas, tenta matar Kara também, utilizando kriptonita.

Kate então precisa salvar Kara, e luta com Bruce para proteger sua amiga. No meio da luta Kate acaba empurrando, sem querer, Bruce em cima de um gerador de energia, e ele morre eletrocutado. Mas antes de morrer, ele diz para ela que o mundo não é um bom lugar, e sem que Kara percebesse, a Batwoman leva consigo um pedaço de Kriptonita. O Monitor, utilizando o projeto de Ray, descobre que o Protetor da Coragem nunca foi Bruce Wayne, mas sim Kate Kane, que agora assume o símbolo do Morcego como a Batwoman.

Desde o crossover anterior, a dupla Kate e Kara funciona muito bem, possuindo uma química incrível. Embora elas devam formar a grande dupla do Arrowverse a partir de agora, nada irá superar a boa e velha dupla Oliver e Barry, não é mesmo?

Do outro lado temos Clark, Lois e Iris, que receberam a missão de encontrar o Protetor da Verdade, que é tido como um Kryptoniano que dizem ter sofrido mais percas que qualquer um. Nesse momento, Lex Luthor, que foi recrutado pelo Monitor desde o final da temporada passada de Supergirl, rouba o Livro do Destino. Vale lembrar que esse livro foi destruído no crossover passado, mas devido a sua grande perda de poder, o Monitor voltou no tempo e o obteve do novo.

Luthor rouba o livro e está viajando pelo multiversso matando todas as versões do Superman, devido ao seu ódio por ele. Entre essas viagens, vemos uma grande referência a Morte do Superman em uma reportagem na televisão. Temos o Homem de Aço caído, com Lois ajoelhado ao seu lado e a capa do herói como uma bandeira. Essa é uma cena clássica, tanto das animações, como da HQ original.

Na busca pelo Protetor da Verdade, Clark, Lois e Iris vão parar em uma pequena cidade chamada Smallville, mais especificamente em uma fazendo. Lá está ninguém menos que o Clark Kent de Tom Welling, que estrelou a série Smallville. Tem uma nostalgia maior do que essa? Contudo, logo ficamos sabendo que o herói abriu mão de seus poderes para viver em paz com Lois e suas filhas. Lex até chega a tempo, e consegue usar o livro para mandar os heróis embora, ficando a sós com Clark. Contudo, Lex desiste de mata-lo quando vê que ele não possui mais poderes. Confesso que embora tenha sido uma participação de pura nostalgia, vai ser um pouco decepcionante se, ao final do crossover no dia 14 de janeiro, essa for a única participação de Tom Welling.

Os heróis então continuam a busca, e aí temos mais uma grande nostalgia nesse excelente crossover. Brandon Routh novamente como o Homem de Aço. Temos que lembrar que essa versão é a mesma versão clássica dos filmes do Christopher Reeve, e a mesma versão do filme Superman: O Retorno, estrelado pelo próprio Routh e que também serve de continuação para os filmes de Reeve. Aqui, essa história foi misturada com o clássico Reino do Amanhã. Então, para esse Superman, o Coringa matou Lois Lane, Perry White, Jimmy Olsen e diversos outros repórteres do Planeta Diário, assim como foi na clássica história, mas também como foi no filme de 2006, o filho desse Superman foi citado, só não apareceu em tela.

Ao explicar a situação para ele, Clark logo concorda em ajuda-los, mas para isso, ele e o Superman da Terra-1 precisam lidar primeiro com Luthor, que coloca os dois Homens de Aço para lutarem e um matar o outro, mostrando o poder do Livro do Destino. Enquanto temos uma excelente luta, Iris e Lois conseguem acertar Lex de surpresa, recuperando o livro e retornando para sua Terra. Agora eles possuem três Protetores, será que os outros 4 irão aparecer já no próximo episódio?

Já na Waverider, vemos a Precursora – Lyla Michaels – ouvido vozes em sua cabeça. Ao final do episódio, ela decide seguir essa voz, e lá encontra ninguém mais e ninguém menos, que o Anti-Monitor, fazendo sua primeira participação no crossover. Vale destacar que isso também aconteceu na história original de Crise nas Infinitas Terras. A Precursora é enganada pelo vilão, e acaba matando o Monitor. Contudo, isso tudo estava nos planos do Monitor. Será que o Arrowverse irá adaptar essa parte da história fielmente?

gostou da matéria? deixe um comentário!

Viciado em séries e filmes desde sempre. Leitor assíduo e estudante de jornalismo. Um dia vou realizar meu sonho de deixar as séries atualizadas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries