Posts Populares

Brooklyn Nine-Nine – S06E05 – A Tale of Two Bandits


Doug Judy, o ladrão de carros regenerado e velho amigo de Jake, está de volta.

No início do episódio, Terry conta que alguém está usando métodos do bandido de Pontiac para roubar carros valiosos pela cidade. No entanto, não pode ser o rapaz, porque, ao ligarem para sua mãe, descobrem que ele está morto. Peralta e o sargento vão até o funeral e após uma apresentação musical pra lá de constrangedora, o detetive avista Judy e percebe que ele está bem vivo.

A dupla da 99ª vai atrás dele e Doug conta que teve de fingir sua morte, pois um bandido barra pesada acredita que ele foi o responsável por roubar seu carro e está atrás dele. No entanto, o bandido de Pontiac defende que não é o culpado e que realmente parou de roubar.

Terry descobre que Doug tem um álibi e que não poderia ser ele a cometer os crimes, porque estava sendo DJ em um Bar Mitzvah, mas o sargento ainda desconfia do amigo de Jake. Eles, então, armam uma emboscada para descobrir o verdadeiro ladrão, só que antes passam em outra festa na qual Judy vai trabalhar.

Enquanto estão lá, o imitador do bandido de Pontiac é preso, mas mesmo assim Terry desconfia que Doug seja culpado e que tenha mandado um comparsa em seu lugar, enquanto ele consegue um álibi. Apesar do ex-bandido afirmar que não tem nada a ver com isso, o sargento desconfia porque, afinal, o ladrão de carros é ninguém mais, ninguém menos que Trudy Judy, a irmã do agora DJ.

Apesar das acusações contra ela, Doug consegue um acordo: se conseguirem prender Stefano Lucas, um bandido mais perigoso e procurado, a pena de Trudy será reduzida. Então os quatro armam uma emboscada para pegá-lo. Logo após conseguirem capturá-lo, um carro explode e os dois policiais e Judy percebem que Trudy fugiu.

Ao telefone com ela, Doug descobre que a garota não é a irmã caçula boazinha e estudiosa que achava que ela era. Como lá no episódio da primeira temporada em que Doug Judy enrola Jake, foge de carro e conta seu plano para ele pelo telefone, Trudy também consegue fugir dos policiais e de seu irmão e revela como armou tudo já bem longe deles. No final das contas, Doug Judy realmente era inocente nessa história toda e Terry se desculpa por acusá-lo de ter voltado à ativa.

Enquanto isso no Shaw’s, o bar da polícia, o resto da equipe está indo para uma boa noite de drinks depois de um plantão e descobre que ele foi invadido pelos bombeiros. Como nenhum dos dois grupos aceita dividir o bar, eles decidem apostar: quem gastar mais durante a noite, poderá usufruir do local enquanto o outro deverá deixá-lo. Holt, entretanto, desfalca o time, pois afirma não ligar para o bar.

Com cinco policiais contra nove bombeiros, a equipe tem dificuldades. Bêbada e chateada, Rosa manda mensagem para Holt pedindo para ele voltar e reclamando que o capitão não se importa com eles. Isso o faz voltar para o Shaw’s e ajudar sua equipe a vencer e continuar com o bar para eles.

O episódio foi muito bom, principalmente a parte da competição com os bombeiros pelo bar. É sempre divertido ver um concurso que envolve álcool em séries e filmes, costuma gerar cenas bem engraçadas e nesse episódio não foi diferente.

O plot com Doug Judy também distraiu. É incrível que sempre que o personagem aparece, você pode ter certeza que alguém vai ser enganado. Pelo menos o Peralta não foi passado para trás sozinho dessa vez.

E vocês, o que acharam do episódio? Deem suas opiniões nos comentários e até semana que vem!

Obs: Agora que a atriz Chelsea Peretti, que fazia a Gina, deixou a série, Dirk Blocker e Joel McKinnon Miller, intérpretes de Hitchcock e Scully respectivamente, foram inseridos na abertura. Justíssimo!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luiza Pinheiro

Carioca da gema e jornalista de corpo e alma. A primeira série que viu mesmo, aquela que a deixou viciada, foi One Tree Hill. Depois disso nunca mais parou e engatou uma depois da outra. Também ligada em cinema, não perde uma cerimônia do Oscar.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries