Posts Populares

Channel Zero: The Dream Door – S04E01 – Ashes on my Pillow [Season Premiere]

Intrigante até demais.

Olá galera linda (ou não) que provavelmente estava acompanhando as reviews da temporada passada, quero avisar que estamos de volta! Mesmo que um pouco atrasado, mas tudo bem, sigamos. Eu fico de cara com a variedade de creepypastas que existem e feliz por poder estar acompanhando essa produção televisiva que tem sido capaz de me deixar tão instigado e pensativo em relação às possibilidades de desfechos e explicações para a trama.

Tendo uns primeiros minutos tão ousados, imaginei que a premiere desta se assemelharia a de American Horror Story: Asylum, mas pelo visto eles vão focar neste casal. Só que, ao assistir esse episódio, pude me ver surpreendido mais do que imaginava, pois a princípio pensei que o este evento, se assim puder chamar, fosse algo relacionado ao sobrenatural e por ventura tivesse escolhido aquela casa aleatoriamente para acontecer. No entanto, me parece que dessa vez tem um sentido pessoal atrelado a Jill, principalmente se pararmos pra pensar que o Jack Pretzel tem algo relacionado à ela, sem contar que as atitudes da criatura estavam muito ligadas ao temperamento dela.

Neste mesmo contexto, muitos momentos poderiam ser símbolos do que pode estar rolando por trás de tudo isso. Jill também parecia conhecer a porta com a marca da mão, e foi super previsível pensar, diante do que foi apresentado, que aquela mão seria dela. Fico me perguntando se a produção resolverá investir na infância da personagem a fim de esclarecer pra nós o porquê de tanto mistério quando se trata de alguma coisa que de errado que o pai dela tenha feito, bem como o fato de Tom estar escondendo alguma coisa ao visitar aquela mulher, que mais parece ser uma terapeuta. Fiquem atentos, a faca que apareceu ao lado da cama do casal parecia ser uma maneira de Tom se proteger, caso Jill agisse estranho. Mas fico me perguntando qual o papel do vizinho Ian em toda essa narrativa, seria ela o Jack Pretzel?

Fico maravilhado que a produção da série faz de tudo para deixar no ar essa gama de possibilidades e deixa alguns sinais que podem ter vários significados, e então já me pego pensando o que está por vir, pois há muito potencial para esse desenvolvimento ter um saldo satisfatório. Com o fim do episódio, sinto que temos mais perguntas que respostas e isso é muito bom para um início de uma série. Aquela instiga que fomenta a ansiedade para o que se aproxima, assim como a possibilidade de cenas macabras, reviravoltas e desfechos grandiosos. No entanto, saibam de uma coisa, Channel Zero não possui aquela preocupação em nos chocar a todo instante, mas vejo que a produção sempre escolhe o momento certo para nos pegarem de surpresa, as temporadas anteriores não deixam dúvidas disto. Mas aquela simples dúvida que não quer calar, o que esconde o vizinho phD?

No mais, convido-os a compartilharem suas opiniões sobre o episódio e/ou review e, se possível, darem dicas ou sugestões, pois tudo é bem vindo. Espero encontrá-los em breve, abração e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries