Posts Populares

Channel Zero: The Dream Door – S04E03 – Love Hurts

Intenso e esclarecedor.

Parece que Channel Zero quer nos surpreender novamente. Diferentemente das temporadas anteriores, onde se viam eventos sobrenaturais que inexplicavelmente estavam atrelados a algumas pessoas e lugares, a proposta desta temporada parece está muito mais ligado a algo que pode estar presente em cada um de nós. Não me levem a mal, eu sei que é ficção, mas fico me perguntando às vezes sobre as possibilidades no mundo e creio que existem situações que ninguém é capaz de explicar a ocorrência, só se aceita que aconteceu e tenta-se adequar aquilo. Me conforta também tratarem dessa questão de conexão, pois é algo muito ligado a filosofia que levo na minha vida hoje.

Tratando-se do episódio, foi resumidamente focado em Jill e Tom tentando compreender um ao outro e tudo o que está acontecendo na vida deles atualmente. Eu havia falado no episódio anterior e tudo foi confirmado neste, Ian não estava ali desde o princípio aleatoriamente, e é engraçado assumir que também sinto coisas similares, obviamente não sou capaz de criar alguém dos meus sentimentos, mas falo sobre sentir que algumas pessoas são especiais. Esse episódio me fez refletir até sobre o famoso gaydar, sabiam? Eu fico questionando a vida às vezes por conta desse pressentimento de um gay reconhecer outro só de olhar. Mas tudo bem, espero que alguém explique isso um dia.

Alguns dos meus questionamentos envolvem o fato de Jack Pretzel não voltar para o lugar de onde veio, a porta seria apenas uma forma de ele vir ao mundo? Baseado em que exatamente Ian criou aquele gato? Questionamentos e mais questionamentos. Diante disso, acho legal que dessa vez a produção optou por trazer uma nova roupagem para a série, eu não sinto que Jack Pretzel seja tão assustador assim, as outras temporadas puseram mais medo, mas a reflexão que esta me traz é algo que não sei explicar direito a vocês, mas de repente me identifico com o que está sendo mostrado, essa sensação de desejar controle ou de que o mundo conspire ao meu favor. Sei lá, devo estar viajando, mas espero que a série possa se aprofundar mais nessas questões filosóficas e sem explicação para eu poder refletir mais e poder compartilhar aqui. Só me pergunto se era mesmo Sarah na porta de Tom e o que o pai de Jill quer com ela. Num geral, esse episódio foi legal de ser assistido, só queria saber o que a polícia está pensando de Jack e se Jill vai sofrer algo relacionado a isso. Três episódios se foram, restam três.

No mais, convido-os a compartilharem suas opiniões sobre o episódio e/ou review e, se possível, darem dicas ou sugestões, pois tudo é bem vindo. Espero encontrá-los em breve, abração e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries