Posts Populares

Cine Panela: BlackKklansman – Infiltrado na Klan

Spike Lee é genial, sempre foi, sempre vai ser. E em Infiltrado na Klan ele só mostrou o quanto a sua visão de mundo é necessária, mais do que nunca

O racismo nos Estados Unidos é algo completamente diferente do racismo que a gente tem aqui no Brasil. Lá, a segregação foi real até meados dos anos 60. Nos moldes do que aconteceu na África do Sul, com o Apartheid, os negros eram proibidos de frequentar todos os lugares, podendo, apenas, ir em lugares específicos para “pessoas de cor”. Por algum desses motivos que a gente não consegue entender, tinha gente que gostava disso (e por motivos mais absurdos ainda, tem gente que acredita nisso até hoje) e que ficou bastante chateada quando essas medidas terminaram. Algumas dessas pessoas (não posso afirmar que são todas, mas né) resolveram criar um grupo pra falar sobre isso e pra, entre outras coisas, queimar cruzes e matar pessoas negras. Esse grupo ficou conhecido como Klu Klux Klan, ou KKK.

Mas falando sobre o filme em si. Ron Stallworth é um policial negro, o primeiro policial negro da história da cidadezinha de Colorado Springs, e que precisa lidar com os mais diversos problemas causados pelo racismo durante seu dia a dia. Querendo ir além disso, ele decide que quer trabalhar como um policial infiltrado, só que no meio da KKK. Repetindo, ele é negro. Ou seja, isso me parece um tanto quanto complicado. Mas eram outros tempos, então ele se infiltra por telefone, conversando com os líderes regionais do grupo e também com o líder nacional, David Duke (o Eric Forman tá totalmente diferente, nossa). Porém, isso não é suficiente, então ele precisa que outro policial, um branco, vá nos eventos e interprete a persona que o Ron criou no telefone. O que não seria um problema, tirando o fato que o outro policial (oi, Kylo Ren) é judeu.

Enquanto tudo isso acontece, o Ron precisa lidar com a sua vida real, com seu relacionamento com outras pessoas, que vêem com péssimos olhos um nero que resolveu ser policial, já que ele veste as roupas do inimigo, e também com as desconfianças que surgem a quase todo momento. É sempre importante lembrar que essa história é real, baseada em fatos reais, então dá pra imaginar os absurdos que o Ron precisou aguentar, de todos os lados.

Com 6 indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor (finalmente né Spike Lee) e Melhor Roteiro Adaptado, Infiltrado na Klan é um senhor filme, um daqueles que te causam uma infinidade de sensações. E, levando em conta que é filme do Spike Lee, já se prepara pra paulada do final.

Nota do filme:

Talvez Você também goste de...

24.02.2019 Cine Panela: Vice

gostou da matéria? deixe um comentário!

Rafael Augusto

Um hiperativo que não sabe viver sem ler, escrever, ouvir música, ver séries e filmes, geralmente tudo ao mesmo tempo. Fã de ficção científica, suspense, Stephen King e histórias em quadrinhos.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu