29 de fevereiro de 2016
Cobertura Oscar 2016

And the Oscar goes to…

Noite de Oscar, pessoal. A premiação mais importante do cinema e do Red Carpet também. Como de praxe, vamos listar os melhores looks que foram vários.

Jennifer Garner veio num vestido preto num modelo totalmente fora do óbvio e muito bonito. Ela estava radiante.

jennifer-garner-02e69895-cd4d-44a3-b918-8c4e045ec73e

Sofia Vergara tem uma beleza totalmente fora do comum, e sempre está elegante nos Red Carpets. Vestido lindo também.

sofia-vergara-2016-oscars

Casal magya de hoje será os futuros papais Chrissy e John Legend. A gravidíssima estava deslumbrante, como sempre. Adoro esses dois. ♥

2016-02-28 22.07.44

O shipp do Oscar foi Leo e Kate, bem no estilo Jack & Rose em Titanic. Dá pra acreditar que esse filme foi lançado em 1997? Quanto tempo!

LeoKate2

Memes da noite? Todos eles ficarão em nome de Gloria Pires. Quem assistiu a premiação pela Globo pode vir quão má preparada Gloria Pires estava para comentar o Oscar. Estava com cara de tédio, confessou não ter assistido vários dos filmes vencedores, fazia comentários monossilábicos e nem falou nada que demonstrasse sua opinião. Uma pena. Saudades José Wilker!

2016-02-29 00.17.36

Enfim, vamos ao que interessa. Depois de uma abertura super legal mostrando cenas dos filmes indicados, vamos finalmente ao teatro. O Oscar será apresentado pelo comediante Chris Rock que fez o já tradicional discurso de abertura repleto de shade. Hahahaha Muito se falou esse ano sobre não ter atores negros concorrendo ao prêmio, curiosamente, colocam um apresentador negro… que decidiu tocar na ferida. Chegou até a falar que deveria ter categorias exclusivas para negros, uma versão de cotas no Oscar. Mas não, ele citou nomes provando que negros são tão capazes quanto os brancos de fazer bons filmes, receber indicações e vencer. Um verdadeiro tapa na cara da academia, né? Ele foi aplaudido pela plateia em todo momento. Vejam o discurso aqui.

Mas uma coisa que não gostei é que em todo momento do Oscar eles tocavam nesse assunto. É polêmico? É. Precisa ser revisto? Sim. Mas chega né, amigo. Oscar teve 3 horas e meia de duração e tocavam nesse assunto pelo menos umas 4 ou 5 vezes.  Enfim, vamos premiar o povo!

Os primeiros prêmios da noite foram para as categorias de roteiro e não tivemos grandes surpresas nos vencedores. Spotlight venceu a categoria de Melhor Roteiro Original e A Grande Aposta o prêmio de Melhor Roteiro Adaptado.

Primeira performance musical da noite, Sam Smith cantará sua música “Writing’s on the wall” do filme 007 contra Spectre. Sam emocionou e cantou lindamente, como esperado né gente.

E agora é a hora de vários prêmios mais técnicos, onde Mad Max reinou praticamente sozinho. O filme levou o prêmio nas categorias Melhor Figurino, Melhor Design de Produção, Melhor Cabelo e Maquiagem, Melhor Montagem, Melhor Edição de Som e Melhor Mixagem de Som. Ou seja, Mad Max foi o grande vencedor da noite levando 6 Oscar’s.

Mad Max

Clique na imagem para ver o trailer.

Ainda premiandos as categorias técnicas, O Regresso levou o Oscar de Melhor Fotografia e Ex Machina levou o Oscar de Melhores Efeitos Especiais, e infelizmente, esse filme não chegou ao cinema brasileiro.

Bear Story levou o Oscar de Melhor Curta de Animação, e Divertida Mente que já era favorito, levou o Oscar de Melhor Animação. Lembrando que nessa categoria tínhamos o brasileiro O Menino e o Mundo.

The Weeknd, que concorre por sua música “Earned It” no filme Cinquenta tons de Cinza, fez uma performance super produzida. Tinha bailarinas por todo o palco e ele mandou muito bem nos vocais. Foi muito bom. (Performance a partir dos 2 minutos)

Premiando os atores coadjuvantes da noite, Alicia Vikander de A Garota Dinamarquesa levou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante e Mark Rylance de Ponte dos Epiões levou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Fomos pegos de surpresa com esse prêmio do Mark, que ao que me parece é bem famoso no teatro americano, e acabou desbancando alguns favoritos.

alicia_yWfsZVm

Amy já era favorito e acabou vencendo na categoria Melhor Documentário. Aplausos de pé da plateia. A Girl in the River: The Price of forgiveness levou o Oscar de Melhor Documentário de Curta-Metragem. Stutterer levou o prêmio de Melhor curta de live-action.

O filme húngaro O Filho de Saul levou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, sem grandes surpresas nessa categoria.

Grande momento do Oscar foi quando o vice presidente americano sobe ao palco para convidar Lady Gaga para cantar sua música “Til it happens to you” do documentário The Hunting Ground. Gaga estava toda vestida de branco numa apresentação super intimista com piano, violinos, etc. Ela já começou a cantar super emocionada e se entregou por completo na performance.
Pra quem não sabe, a música faz parte do documentário que relata casos de abuso sexual na escola, o clipe em si já é de chorar. Eis que no final da apresentação, várias vítimas de abuso entram no palco e ficam ao redor de Gaga no piano. Confesso que chorei.

Essa semana muito se falou de Lady Gaga ter convidado Kesha pra cantar com ela, ou ao menos ficar entre as vítimas. Nem me lembrei de procurar de tão emocionada que fiquei durante a performance. Vejam o vídeo abaixo e preparem os lencinhos…

Nas categorias musicais da noite, o filme Os 8 Odiados levou o Oscar de Melhor Trilha Sonora. E a minha decepção da noite foi ver Lady Gaga perdendo o prêmio, principalmente depois dessa apresentação maravilhosa. Pois bem, Sam Smith, que também é maravilhoso, levou o Oscar de Melhor Canção Original com sua música “Writing’s on the wall” do filme 007 contra Spectre.

Chegamos aos principais prêmios da noite!

E novamente Alejandro G. Iñarritu leva o Oscar de Melhor Diretor, dessa vez por O Regresso, que foi um baita filme com uma perspectiva totalmente diferente.

HOLLYWOOD, CA - FEBRUARY 28: Director Alejandro Gonzalez Inarritu accepts the Best Director award for 'The Revenant' onstage during the 88th Annual Academy Awards at the Dolby Theatre on February 28, 2016 in Hollywood, California. (Photo by Kevin Winter/Getty Images)

Brie Larson do filme O Quarto de Jack levou o Oscar de Melhor Atriz. Gostei demais da escolha da academia, pois ela esteve incrível no filme.

28-brie-larson-win.w529.h352

Parem o mundo! Leonardo DiCaprio já tem um Oscar pra chamar de seu!

Na categoria Melhor Ator, Leonardo DiCaprio venceu por seu incrível papel em O Regresso. Ele foi aplaudido de pé por todo teatro, realmente ovacionado pelos colegas. Veja AQUI seu discurso de agradecimento.

Leowinner

Kate fofíssima estava emocionada pela conquista do colega.

2016-02-29 02.22.08

Por fim, O Regresso saiu do Oscar levando apenas 3 prêmios: Melhor Fotografia, Melhor Diretor e Melhor Ator. Eu esperava mais, visto que é um filme super incrível e bem feito.

008-the-revenant

Clique na imagem para ver o trailer.

Tudo bem que tinham vários favoritos e bem cotados para levar o Oscar de Melhor Filme, mas confesso que fiquei surpresa ao ver Spotlight vencer o prêmio. Por fim, Spotlight levou 2 prêmios: Melhor Roteiro Original e Melhor Filme.

spotlight

Clique na imagem para ver o trailer.

Abaixo a lista dos indicados com os vencedores destacados em negrito.

Melhor filme

  • A Grande Aposta
  • Ponte dos Espiões
  • Brooklyn
  • Mad Max
  • Perdido em Marte
  • O Regresso
  • O Quarto de Jack
  • Spotlight

Melhor ator

  • Bryan Cranston (“Trumbo”)
  • Matt Damon (“Perdido em Marte”)
  • Leonardo DiCaprio (“O Regresso”)
  • Michael Fassbender (“Steve Jobs”)
  • Eddie Redmayne (“A Garota Dinamarquesa”)

Melhor atriz

  • Cate Blanchett (“Carol”)
  • Brie Larson (“O Quarto de Jack”)
  • Jennifer Lawrence (“Joy”)
  • Charlotte Rampling (“45 anos”)
  • Saoirse Ronan (“Brooklyn”)

Melhor diretor

  • Alejandro G. Iñarritu (“O Regresso”)
  • Tom McCarthy (“Spotlight”)
  • George Miller (“Mad Max: A Estrada da Fúria”)
  • Adam McKay (“A Grande Aposta”)
  • Lenny Abrahamson (“O Quarto de Jack”)

Melhor animação

  • Anomalisa
  • O Menino e o Mundo
  • Divertida mente
  • Shaun, o carneiro
  • As Memórias de Marnie

Melhor filme estrangeiro

  • Embrace of the Serpent (Colômbia)
  • Cinco Graças (França)
  • O filho de Saul (Hungria)
  • Theeb (Jordânia)
  • A War (Dinamarca)

Melhor trilha sonora

  • Ponte dos Espiões
  • Carol
  • Os 8 Odiados
  • Sicario
  • Star Wars

Melhor roteiro adaptado

  • A Grande Aposta
  • Brooklyn
  • Carol
  • Perdido em Marte
  • O Quarto de Jack

Melhor roteiro original

  • Ponte dos Espiões
  • Ex Machina
  • Divertida mente
  • Spotlight
  • Straight Outta Compton

Melhor design de produção

  • Ponte dos Espiões
  • A Garota Dinamarquesa
  • Mad Max
  • Perdido em Marte
  • O Regresso

Melhor fotografia

  • Carol
  • Os Oito Odiados
  • Mad Max
  • O Regresso
  • Sicario

Melhor figurino

  • Carol
  • Cinderela
  • A Garota Dinamarquesa
  • Mad Max
  • O Regresso

Melhores efeitos visuais

  • Ex Machina
  • Mad Max
  • Perdido em Marte
  • O Regresso
  • Star Wars

Melhor montagem

  • A Grande Aposta
  • Mad Max
  • O Regresso
  • Spotlight
  • Star Wars

Melhor atriz coadjuvante

  • Jennifer Jason Leigh (Os Oito Odiados)
  • Rooney Mara (Carol)
  • Rachel McAdams (Spotlight)
  • Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa)
  • Kate Winslet (Steve Jobs)

Melhor ator coadjuvante

  • Christian Bale (A Grande Aposta)
  • Tom Hardy (O Regresso)
  • Mark Ruffalo (Spotlight)
  • Mark Rylance (Ponte dos Espiões)
  • Sylvester Stallone (Creed – Nascido para Lutar)

Melhor edição de som

  • Mad Max
  • Perdido em Marte
  • O Regresso
  • Sicario
  • Star Wars

Melhor mixagem de som

  • Ponte dos Espiões
  • Mad Max
  • Perdido em Marte
  • O Regresso
  • Star Wars

Melhor curta de animação

  • Bear Story
  • Prologue
  • Os Hérois de Sanjay (Sanjay’s Super Team)
  • We can’t live without Cosmos
  • World of Tomorrow

Melhor curta de live action

  • Ave Maria
  • Day One
  • Everything will be okay (Alles Wird Gut)
  • Shok
  • Stutterer

Melhor cabelo e maquiagem

  • Mad Max
  • The 100-year-old man who climbed out the window and disappeared
  • O Regresso

Melhor documentário

  • Amy
  • Cartel Land
  • The Look of Silence
  • What Happened, Miss Simone?
  • Winter on Fire: Ukraine’s Fight for Freedom

Melhor documentário de curta-metragem

  • Body Team 12
  • Chau, beyond the lines
  • Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah
  • A Girl in the River: The Price of forgiveness
  • Last day of freedom

Melhor canção original

  • “Earned it” (“Cinquenta tons de cinza”)
  • “Manta Ray” (“Racing extinction”)
  • “Simple song #3″ (“Youth”)
  • “Writing’s on the wall” (“007 contra Spectre”)
  • “Til it happens to you” (“The hunting ground”)

O que acharam da premiação? Concordam com os vencedores? Comentem conosco!

Até a próxima!

Clarice Calil
Clarice Calil

Engenheira de Computação, apaixonada por The Voice, tanto é que virou legender e dona do Grupo Sub Voice! No Panela de Séries comentará sobre o The Voice e fará as coberturas das premiações. E também cuidará da administração do site, afinal backstage é com ela mesma.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: