Posts Populares

Cobertura Oscar 2020

Noite de Oscar e muitas surpresas entre os vencedores! Outros nem tanto!

Olá, pessoal! Finalmente chegamos ao dia do Oscar, a maior premiação das telonas!

As indicações sofreram algumas críticas principalmente pela falta de negros e mulhees nas categorias principais, mas coincidentemente ou não, coube a Janelle Monáe fazer a apresentação de abertura. E olha, ela ARRASOOOOU! No palco tiveram dançarinos com figurinos representando alguns dos filmes e ainda contou com a participação de Billy Porter. Ah sim, Janelle militou ainda mais e citou a falta de mulheres! Rainha faz assim mesmo!

Steve Martin e Chris Rock já apresentaram o Oscar anos atrás e ainda brincaram com o “rebaixamento” deles. Coube à eles fazer o polêmico discurso de abertura soltando alguns shades sutis! Eles comentaram que são 92 anos de Oscar e em seu primeiro ano não tinha nenhum negro indicado, hoje, em 2020, temos 1 negro indicado. Ainda ironizaram o fato de faltar mulheres indicadas a Melhor Diretor.

– O que falta na categoria de Melhor Diretor?
– Vaginas! (Shade de Steve e Chris)

A 1ª categoria da noite foi Melhor Ator Coadjuvante e o vencedor foi o favoritíssimo Brad Pitt que reinou absoluto em todas as premiações do ano por sua atuação no filme Once Upon a Time… in Hollywood. Em seu discurso, ele agradeceu Tarantino e ainda citou seus 6 filhos, agradecendo o apoio deles.

  • Al Pacino (The Irishman)
  • Anthony Hopkins (The Two Popes)
  • Brad Pitt (Once Upon a Time… in Hollywoody)
  • Joe Pesci (The Irishman)
  • Tom Hanks (A Beautiful Day in the Neighborhood)
“Isso é sobre Tarantino. Você é um original, único da sua espécie, eu amei fazer Cliff Booth. Acho que também é tempo de darmos um pouco de amor para os dublês e coordenadores de dublês” (Brad Pitt, que interpretou um dublê)

Na sequência, tivemos a categoria Melhor Animação! Essa foi uma categoria que me surpreendeu muito, senti falta de Frozen 2, mas ao menos o vencedor seguiu a lógica. O prêmio ficou com Toy Story 4!

  • How to Train Your Dragon: The Hidden World (Como Treinar o seu Dragão 3)
  • I Lost My Body (Perdi Meu Corpo)
  • Klaus
  • Missing Link (Link Perdido)
  • Toy Story 4

Ainda se tratando de animação, na categoria Melhor Curta em Animação teve como vencedor o curta Hair Love! O curta conta a história de uma menina afroamericana chamada Zuri e seu pai aprendendo pela primeira vez a cuidar do seu cabelo. Sim, é a representatividade enaltecendo o cabelo afro!

  • Dcera (Daughter) (Daria Kashcheeva)
  • Hair Love (Matthew A. Cherry e Karen Rupert Toliver)
  • Kitbull (Rosana Sullivan e Kathryn Hendrickson)
  • Memorable (Bruno Collet e Jean-François Le Corre)
  • Sister (Siqi Song)

Idina Menzel e Aurora subiram ao palco pra cantar “Into The Unknown”, a música de Frozen II indicada ao Oscar. Para deixar a apresentação ainda mais mágica e única, chamaram algumas intérpretes da Elsa de outros países! Tristíssima que não tinha ninguém representando o Brasil lá, mas tudo foi muito bonito e emocionante!

Na categoria Melhor Roteiro Original, o campeão foi Parasite! Os roteiristas Bong Joon Ho e Han Jin-won subiram ao palco e novamente fizeram o discurso em coreano, inclusive citaram que foi o 1º Oscar da Coreia do Sul e certamente não será o única da noite já que o filme deve levar mais alguns prêmios essa noite.

  • Knives Out (Rian Johnson)
  • Marriage Story (Noah Baumbach)
  • 1917 (Sam Mendes e Krysty Wilson-Cairns
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Quentin Tarantino)
  • Parasite (Bong Joon Ho e Han Jin-won)

Já na categoria Melhor Roteiro Adaptado, o prêmio ficou com Taika Waititi do filme Jojo Rabbit. Era um dos favoritos, mas tinha as esperanças de que Greta Gerwig levasse a estatueta. Jojo Rabbit recebeu 6 indicações e venceu apenas 1 categoria.

  • The Irishman (Steven Zaillian)
  • Jojo Rabbit (Taika Waititi)
  • Joker (Todd Phillips e Scott Silver)
  • Little Women (Greta Gerwig)
  • The Two Popes (Anthony McCarten)

Confira nossa análise sobre o filme Jojo Rabbit.

Na categoria Melhor Curta-metragem, a estatueta ficou com o curta The Neighbor’s Window de Marshall Curry. O curta conta a história de Alli, uma mãe de crianças que ficou frustrada com sua rotina diária e marido, mas tem sua vida abalada quando duas pessoas de vinte e poucos anos se mudam para o outro lado da rua e ela descobre que pode ver o apartamento deles.

  • A Sister (Delphine Girard)
  • Brotherhood (Meryam Joobeur e Maria Gracia Turgeon)
  • Nefta Football Club (Yves Piat e Damien Megherbi)
  • Saira (Bryan Buckley e Matt Lefebvre)
  • The Neighbor’s Window (Marshall Curry)

O prêmio de Melhor Design de Produção ficou com o filme Once Upon a Time… in Hollywood. Barbara Ling e Nancy Haigh subiram ao palco e agradeceram Quentin Tarantino, o diretor do filme. Once Upon a Time… in Hollywood recebeu 10 indicações e venceu apenas 2.

  • 1917 (Dennis Gassner e Lee Sandales)
  • Jojo Rabbit (Ra Vincent e Lee Sandales)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Barbara Ling e Nancy Haigh)
  • Parasite (Lee Ha-jun e Cho Won-woo)
  • The Irishman (Bob Shaw e Regina Graves)

Confira nossa análise sobre o filme Once Upon a Time… in Hollywood.

A categoria Melhor Figurino teve como vencedor o filme Little Women. Jacqueline Durran, a figurinista, subiu ao palco e fez seu agradecimento, citando a diretora Greta Gerwig, que estava em lágrimas!

  • The Irishman (Sandy Powell e Christopher Peterson)
  • Jojo Rabbit (Mayes C. Rubeo)
  • Joker (Mark Bridges)
  • Little Women (Jacqueline Durran)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Arianne Phillips)

Chrissy Metz, conhecida por This Is Us, subiu ao palco pra cantar a música “I’m Standing with You” do filme Breakthrough. Foi uma apresentação super fofa e fiquei surpresa pois soube há pouco tempo que ela cantava!

Na categoria Melhor Documentário em Longa-metragem, o vencedor foi American Factory de Steven Bognar, Julia Reichert e Jeff Reichert. É o primeiro filme da produtora de Obama, a Higher Ground Productions, e o documentário acabou surpreendendo ao vencer.

O documentário tem como propósito mostrar duas culturas e uma só esperança. Quando um bilionário chinês reabre uma fábrica e contrata dois mil operários dos EUA, o otimismo inicial não resiste ao conflito entre as mentalidades da China tecnológica e da mão de obra norte-americana.

  • American Factory (Steven Bognar, Julia Reichert e Jeff Reichert)
  • Democracia em Vertigem (Petra Costa, Joanna Natasegara, Shane Boris e Tiago Pavan)
  • For Sama (Waad Al-Kateab e Edward Watts)
  • Medena zemja (Ljubo Stefanov, Tamara Kotevska e Atanas Georgiev)
  • The Cave (Feras Fayyad, Kirstine Barfod e Sigrid Dyekjær)

Já na categoria Melhor Documentário em Curta-metragem, o vencedor foi Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl) de Carol Dysinger e Elena Andreicheva. O documentário fala sobre o skateísmo, que é uma ONG que começou em 2007 como uma escola de skate para meninas de bairros pobres em Cabul, no Afeganistão, onde podem aprender a ler, escrever e claro, andar de skate, já que lá as mulheres são proibidas de participar de atividades espotivas.

  • In the Abscence (Yi Seung-Jun e Gary Byung-Seok Kam)
  • Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl) (Carol Dysinger e Elena Andreicheva)
  • Life Overtakes Me (John Haptas e Kristine Samuelson)
  • St. Louis Superman (Smriti Mundhra e Sami Khan)
  • Walk Run Cha-Cha (Laura Nix e Colette Sandstedt)

Laura Dern, de Marriage Story, foi a vencedora da categoria Melhor Atriz Coadjuvante. Sem surpresas, né minha gente?! Laura era uma das favoritas da categoria! Em seu discurso, Laura citou seus pais e os tratou como “heróis da atuação”. Pra quem não sabe, os pais de Laura, Diane Ladd e Bruce Dern, são atores também. Marriage Story recebeu 6 indicações, mas venceu apenas 1 delas.

  • Florence Pugh (Little Women)
  • Kathy Bates (Richard Jewell)
  • Laura Dern (Marriage Story)
  • Margot Robbie (Bombshell)
  • Scarlett Johansson (Jojo Rabbit)

Confira nossa análise sobre o filme Marriage Story.

Passaram um vídeo super fofo mostrando as melhores músicas dos grandes filmes do cinema! Teve Titanic, teve Footlose, Moulin Rouge, Ghost, O Guarda Costas… vibe vintage com muita música boa!!! E depois, surpreendendo todo mundo, Eminem subiu ao palco pra cantar “Love Yourself”! Surpresa real pois sequer estava sendo esperado!

Em 2003, Eminem estava indicado com essa mesma música, mas não foi ao Oscar pois não achou que venceria. É, ele venceu! E agora, 18 anos depois, teve a oportunidade de cantar sua música no palco do Oscar!

 

https://twitter.com/EmBrasil/status/1226698080474607617

Ford v Ferrari foi o vencedor da categoria Melhor Edição de Som. Vale lembrar que essa categoria mostra o trabalho dos profissionais que vão até o set de filmagem com seus diversos microfones, posicionando-os para captar tudo de maneira correta.

  • 1917 (Oliver Tarney e Rachael Tate)
  • Ford v Ferrari (Donald Sylvester)
  • Joker (Alan Robert Murray)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Wylie Stateman)
  • Star Wars: The Rise of Skywalker (Matthew Wood e David Acord)

Já a categoria Melhor Mixagem de Som, teve como vencedor o filme 1917, que diferente da categoria anterior, trabalha com a pós produção, adicionando alguns sons ou ruídos ao que já foi gravado anteriormente.

  • 1917 (Mark Taylor e Stuart Wilson)
  • Ad Astra (Gary Rydstrom, Tom Johnson e Mark Ulano)
  • Ford v Ferrari (Paul Massey, David Giammarco e Steven A. Morrow)
  • Joker (Tom Ozanich, Dean Zupancic e Tod Maitland)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Michael Minkler, Christian P. Minkler e Mark Ulano)

Randy Newman, ao piano, cantou a música “I Can’t Let You Throw Yourself Away” do fofíssimo filme Toy Story 4!

Roger Deakins tem 15 indicações ao Oscar e conquistou seu 2º Oscar na categoria Melhor Fotografia, agora com o filme 1917.

  • 1917 (Roger Deakins)
  • The Irishman (Rodrigo Prieto)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Robert Richardson)
  • The Lighthouse (Jarin Blaschke)
  • Joker (Lawrence Sher)

A categoria Melhor Edição é a responsável pela montagem do filme, sendo assim é fácil entender porque Ford v Ferrari levou a estatueta. Ford v Ferrari recebeu 4 indicações ao Oscar e venceu 2 delas.

  • Ford v Ferrari (Andrew Buckland e Michael McCusker)
  • Jojo Rabbit (Tom Eagles)
  • Joker (Jeff Groth)
  • Parasite (Yang Jinmo)
  • The Irishman (Thelma Schoonmaker)

Confira nossa análise sobre o filme Ford v Ferrari.

Cynthia Erivo, de Harriet, cantou a música “Stand Up” e fez bonito! Voz lindíssima a dela e a interpretação foi encantadora!

James Corden e Rebel Wilson subiram ao palco com um figurino ICÔNICO!

Vestindo o figurino de Cats, eles arrancaram risadas da plateia toda, mas lá estavam eles pra anunciar a categoria Melhores Efeitos Visuais que teve o filme 1917 como vencedor. 1917 recebeu 10 indicações e venceu 3 delas.

  • 1917 (Guillaume Rocheron, Greg Butler e Dominic Tuohy)
  • Avengers: Endgame (Dan DeLeeuw, Matt Aitken, Russell Earl e Dan Sudick)
  • Star Wars: The Rise of Skywalker (Roger Guyett, Neal Scanlan, Patrick Tubach e Dominic Tuohy)
  • The Irishman (Pablo Helman, Leandro Estebecorena, Stephane Grabli, e Nelson Sepulveda)
  • The Lion King (Robert Legato, Adam Valdez, Andrew R. Jones e Elliot Newman)

Confira nossa análise sobre o filme 1917.

Na categoria Melhor Maquiagem, o vencedor foi o filme Bombshell! Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker subiram ao palco e destacaram Charlize Theron, que ficou supe diferenten esse filme graças à maquiagem.

  • Bombshell (Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker)
  • Joker (Nicki Ledermann e Kay GEorgiu)
  • Judy (Jeremy Woodhead)
  • Maleficent: Mistress of Evil (Paul Gooch, Arjen Tuiten e David White)
  • 1917 (Naomi Donne, Tristan Versluis e Rebecca Cole)

Querem mais prêmios pra Parasite? Então toma! O filme coreano foi o vencedor da categoria Melhor Filme Estrangeiro e seguiu sendo enaltecido pela plateia! E claro, a tradutora trabalhando cada vez mais! hahaha

  • Boże Ciało (Polónia)
  • Dolor y gloria (Espanha)
  • Les Misérables (França)
  • Medena zemja (Macedónia do Norte)
  • Parasite (Coreia do Sul)

Elton John subiu ao palco todo trabalhado no breeeelho pra cantar “(I’m Gonna) Love Me Again” do filme Rocketman.

Brie Larson, Sigourney Weaver e Gal Gadot subiram ao palco juntas! Brie e Gal fizeram uma breve homenagem à Sigourney por ela ter aberto o caminho para as super-heroínas no cinema. Em tom de brincadeira, Sigourney anunciou que elas irão abrir o Clube da Luta!

E ali, todas trabalhadas no girl power, anunciaram que uma maetra iria tocar as músicas indicadas na categoria Melhor Trilha Sonora! E olha só… uma mulher ganhou! Hildur Guðnadóttir, do filme Joker, foi a vencedora e estava visivelmente emocionada.

Melhor Trilha Sonora

  • 1917 (Thomas Newman)
  • Joker (Hildur Guðnadóttir)
  • Little Women (Alexandre Desplat)
  • Marriage Story (Randy Newman)
  • Star Wars: The Rise of Skywalker (John Williams)

Já na categoria Melhor Canção Original, deu o óbvio! hahaha A música “(I’m Gonna) Love Me Again” do filme Rocketman venceu. Elton John e Bernie Taupin, os compositores, subiram ao palco pra agradecer.

“Obrigado, Bernie, por ser a coisa mais constante na minha vida, quando eu estava ferrado e quando eu era normal”. (Elton John)

  • “I Can’t Let You Throw Yourself Away” – Toy Story 4 (Randy Newman)
  • “(I’m Gonna) Love Me Again” – Rocketman (Elton John e Bernie Taupin)
  • “I’m Standing with You” – Breakthrough (Diane Warren)
  • “Into the Unknown” – Fronzen II (Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez)
  • “Stand Up” – Harriet (Joshuah Brian Campbell e Cynthia Erivo)

E se não tivermos surpresas, não seria o Oscar! Bon Joon Ho, de Parasite, recebeu o prêmio de Melhor Diretor! Com sua tradutora a tira colo (é sério, essa menina deveria ganhar um adicional hahahaha), Bon Joon Ho estava chocado e foi até engraçado ver sua cara durante seu discurso! Ele citou os demais colegas, destacando especificamente Martin Scorsese e Quentin Tarantino por inspirá-lo. Um show de humildade! Confira o discurso completo AQUI.

  • Bong Joon Ho (Parasite)
  • Martin Scorsese (The Irishman)
  • Quentin Tarantino (Once Upon a Time… in Hollywoody)
  • Sam Mendes (1917)
  • Todd Phillips (Joker)

Billie Eilish cantou “Yesterday” no momento In Memorium do Oscar. Na sequência, a TNT fez uma homenagem à Rubens Ewald Filho que morreu em julho e era o responsável por comentar as premiações do cinema! Atitude super bonita da TNT também!

Rainha Elizabeth chegou! ♥

Não, mentira, é só a Olivia Colman, vencedora de Melhor Atriz ano passado entregando o prêmio de Melhor Ator! Ah, alguém tinha dúvidas aqui? O brilhaaaante Joaquin Phoenix foi o vencedor por sua atuação em Joker!

Logo que subiu ao palco, Joaquin pediu que parassem os aplausos e useu seu momento no palco para militar, assim como fez nas demais premiações. Joaquin admitiu que sabe que é dificil trabalhar com ele, agradeceu por lhe darem voz e ainda fez uma homenagem ao irmão falecido. Confira seu discurso completo AQUI.

“Não sinto me elevado acima dos meus colegas indicados ou de qualquer um nesta sala, pois compartilhamos o amor pelo cinema, e essa forma de expressão me deu a vida mais extraordinária. Mas acho que o presente mais maravilhoso que me deu é a oportunidade de dar a voz para quem não tem voz. Tenho pensado muito nesses problemas que temos enfrentamos coleticamente.” (Joaquin Phoenix)

  • Adam Driver (Marriage Story)
  • Antonio Banderas (Pain and Glory)
  • Joaquin Phoenix (Joker)
  • Jonathan Pryce (The Two Popes)
  • Leonardo DiCaprio (Once Upon a Time… in Hollywoody)

Confira nossa análise sobre o filme Joker.

Rami Malek, vencedor de Melhor Ator ano passado, subiu ao palco para anunciar a categoria de Melhor Atriz, que assim como a anterior, era um resultado bem previsível. Depois de 15 anos longe das premiações, Renée Zellweger fez um comeback brilhante e levou todos os prêmios no ano por sua atuação em Judy, que conta a história da atriz Judy Garland.

  • Charlize Theron (Bombshell)
  • Cynthia Erivo (Harriet)
  • Renée Zellweger (Judy)
  • Saoirse Ronan (Little Women)
  • Scarlett Johansson (Marriage Story)

E finalmente o prêmio principal da noite! Parasite desbancou favoritos e venceu a categoria Melhor Filme! É o primeiro filme falado que não é dos EUA a ganhar a categoria principal, já que em 2012 o filme mudo francês O Artista venceu. Confira o discurso de agradecimento AQUI.

Mas enfim, Parasite acabou sendo o grande vencedor da noite ao vencer 4 prêmios dos 6 que concorria! O elenco todo subiu ao palco, a plateia ficou bem eufórica com a vitória!

  • 1917
  • Ford v Ferrari (Ford vs Ferrari)
  • Jojo Rabbit
  • Joker (O Coringa)
  • Little Women (Adoráveis Mulheres)
  • Marriage Story (História de um Casamento)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Era uma Vez… em Hollywood)
  • Parasite (Parasita)
  • The Irishman (O Irlandês)

Confira nossa análise sobre o filme Parasite.

E é isso, meu povo. Joker era o líder de indicações e levou apenas 2 prêmios, The Irishman (10 indicações) saiu de mãos abanando. 1917 que também tinha 10 indicações, elvou 3 estatuetas, porém Once Upon a Time… in Hollywood, tambem com 10, levou apenas 2 estatuetas!

O Oscar consagrou o filme sul coreano e deu um tapa na cara de quem ignorou a representatividade! Encerro minha cobertura aqui e espero vocês nos comentários comntando tudo que achou! Até a próxima!


Confira a lista completa dos vencedores:

Melhor Filme

Melhor Diretor

  • Bong Joon Ho (Parasite)
  • Martin Scorsese (The Irishman)
  • Quentin Tarantino (Once Upon a Time… in Hollywoody)
  • Sam Mendes (1917)
  • Todd Phillips (Joker)

Melhor Ator

  • Adam Driver (Marriage Story)
  • Antonio Banderas (Pain and Glory)
  • Joaquin Phoenix (Joker)
  • Jonathan Pryce (The Two Popes)
  • Leonardo DiCaprio (Once Upon a Time… in Hollywoody)

Melhor Atriz

  • Charlize Theron (Bombshell)
  • Cynthia Erivo (Harriet)
  • Renée Zellweger (Judy)
  • Saoirse Ronan (Little Women)
  • Scarlett Johansson (Marriage Story)

Melhor Ator Coadjuvante

  • Al Pacino (The Irishman)
  • Anthony Hopkins (The Two Popes)
  • Brad Pitt (Once Upon a Time… in Hollywoody)
  • Joe Pesci (The Irishman)
  • Tom Hanks (A Beautiful Day in the Neighborhood)

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Florence Pugh (Little Women)
  • Kathy Bates (Richard Jewell)
  • Laura Dern (Marriage Story)
  • Margot Robbie (Bombshell)
  • Scarlett Johansson (Jojo Rabbit)

Melhor Roteiro Original

  • Knives Out (Rian Johnson)
  • Marriage Story (Noah Baumbach)
  • 1917 (Sam Mendes e Krysty Wilson-Cairns
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Quentin Tarantino)
  • Parasite (Bong Joon Ho e Han Jin-won)

Melhor Roteiro Adaptado

  • The Irishman (Steven Zaillian)
  • Jojo Rabbit (Taika Waititi)
  • Joker (Todd Phillips e Scott Silver)
  • Little Women (Greta Gerwig)
  • The Two Popes (Anthony McCarten) Leia nossa análise

Melhor Animação

  • How to Train Your Dragon: The Hidden World (Como Treinar o seu Dragão 3)
  • I Lost My Body (Perdi Meu Corpo)
  • Klaus
  • Missing Link (Link Perdido)
  • Toy Story 4

Melhor Filme Estrangeiro

  • Boże Ciało (Polónia)
  • Dolor y gloria (Espanha)
  • Les Misérables (França)
  • Medena zemja (Macedónia do Norte)
  • Parasite (Coreia do Sul)

Melhor Documentário em Curta-metragem

  • In the Abscence (Yi Seung-Jun e Gary Byung-Seok Kam)
  • Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl) (Carol Dysinger e Elena Andreicheva)
  • Life Overtakes Me (John Haptas e Kristine Samuelson)
  • St. Louis Superman (Smriti Mundhra e Sami Khan)
  • Walk Run Cha-Cha (Laura Nix e Colette Sandstedt)

Melhor Documentário em Longa-metragem

  • American Factory (Steven Bognar, Julia Reichert e Jeff Reichert)
  • Democracia em Vertigem (Petra Costa, Joanna Natasegara, Shane Boris e Tiago Pavan)Leia nossa análise
  • For Sama (Waad Al-Kateab e Edward Watts)
  • Medena zemja (Ljubo Stefanov, Tamara Kotevska e Atanas Georgiev)
  • The Cave (Feras Fayyad, Kirstine Barfod e Sigrid Dyekjær)

Melhor Curta-metragem

  • A Sister (Delphine Girard)
  • Brotherhood (Meryam Joobeur e Maria Gracia Turgeon)
  • Nefta Football Club (Yves Piat e Damien Megherbi)
  • Saira (Bryan Buckley e Matt Lefebvre)
  • The Neighbor’s Window (Marshall Curry)

Melhor Curta em Animação

  • Dcera (Daughter) (Daria Kashcheeva)
  • Hair Love (Matthew A. Cherry e Karen Rupert Toliver)
  • Kitbull (Rosana Sullivan e Kathryn Hendrickson)
  • Memorable (Bruno Collet e Jean-François Le Corre)
  • Sister (Siqi Song)

Melhor Canção Original

  • “I Can’t Let You Throw Yourself Away” – Toy Story 4 (Randy Newman)
  • “(I’m Gonna) Love Me Again” – Rocketman (Elton John e Bernie Taupin)
  • “I’m Standing with You” – Breakthrough (Diane Warren)
  • “Into the Unknown” – Fronzen II (Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez)
  • “Stand Up” – Harriet (Joshuah Brian Campbell e Cynthia Erivo)

Melhor Trilha Sonora

  • 1917 (Thomas Newman)
  • Joker (Hildur Guðnadóttir)
  • Little Women (Alexandre Desplat)
  • Marriage Story (Randy Newman)
  • Star Wars: The Rise of Skywalker (John Williams)

Melhor Edição de Som

  • 1917 (Oliver Tarney e Rachael Tate)
  • Ford v Ferrari (Donald Sylvester)
  • Joker (Alan Robert Murray)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Wylie Stateman)
  • Star Wars: The Rise of Skywalker (Matthew Wood e David Acord)

Melhor Mixagem de Som

  • 1917 (Mark Taylor e Stuart Wilson)
  • Ad Astra (Gary Rydstrom, Tom Johnson e Mark Ulano)
  • Ford v Ferrari (Paul Massey, David Giammarco e Steven A. Morrow)
  • Joker (Tom Ozanich, Dean Zupancic e Tod Maitland)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Michael Minkler, Christian P. Minkler e Mark Ulano)

Melhor Fotografia

  • 1917 (Roger Deakins)
  • The Irishman (Rodrigo Prieto)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Robert Richardson)
  • The Lighthouse (Jarin Blaschke)
  • Joker (Lawrence Sher)

Melhor Edição

  • Ford v Ferrari (Andrew Buckland e Michael McCusker)
  • Jojo Rabbit (Tom Eagles)
  • Joker (Jeff Groth)
  • Parasite (Yang Jinmo)
  • The Irishman (Thelma Schoonmaker)

Melhor Design de Produção

  • 1917 (Dennis Gassner e Lee Sandales)
  • Jojo Rabbit (Ra Vincent e Lee Sandales)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Barbara Ling e Nancy Haigh)
  • Parasite (Lee Ha-jun e Cho Won-woo)
  • The Irishman (Bob Shaw e Regina Graves)

Melhores Efeitos Visuais

  • 1917 (Guillaume Rocheron, Greg Butler e Dominic Tuohy)
  • Avengers: Endgame (Dan DeLeeuw, Matt Aitken, Russell Earl e Dan Sudick)
  • Star Wars: The Rise of Skywalker (Roger Guyett, Neal Scanlan, Patrick Tubach e Dominic Tuohy)
  • The Irishman (Pablo Helman, Leandro Estebecorena, Stephane Grabli, e Nelson Sepulveda)
  • The Lion King (Robert Legato, Adam Valdez, Andrew R. Jones e Elliot Newman)

Melhor Figurino

  • The Irishman (Sandy Powell e Christopher Peterson)
  • Jojo Rabbit (Mayes C. Rubeo)
  • Joker (Mark Bridges)
  • Little Women (Jacqueline Durran)
  • Once Upon a Time… in Hollywood (Arianne Phillips)

Melhor Maquiagem

  • Bombshell (Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker)
  • Joker (Nicki Ledermann e Kay GEorgiu)
  • Judy (Jeremy Woodhead)
  • Maleficent: Mistress of Evil (Paul Gooch, Arjen Tuiten e David White)
  • 1917 (Naomi Donne, Tristan Versluis e Rebecca Cole)

gostou da matéria? deixe um comentário!

Clarice Calil

Engenheira de Computação, apaixonada por The Voice, tanto é que virou legender e dona do Grupo Sub Voice! No Panela de Séries comentará sobre o The Voice, fará as coberturas das premiações e irá se aventurar em algumas séries. E também cuidará da administração do site, afinal backstage é com ela mesma.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries