Esqueçam o que eu disse. ESSE é o melhor episódio da série até então.

Minha gente! Que episódio foi esse? Descobrimos mais sobre Frank Castle, o Justiceiro, vimos Karen tornar-se protagonista e seguir seus instintos, vimos como o crime pode ser forte em New York e ainda tivemos uma ótima surpresa no fim do episódio.

Os irlandeses, chefiados por um líder que estava fora da cidade e que perdeu o filho no tiroteio realizado pelo Justiceiro, decidem ir atrás do anti-herói, principalmente para ter vingança e para recuperar 2 milhões que ele havia pego. A caça ao Justiceiro termina no carrossel do Central Park, onde os irlandeses conseguem imobilizá-lo e leva-lo.

Enquanto isso, Foggy, Karen e Matt fazem um velório para Grotto e Matt tem mais uma conversa esclarecedora com o Padre, que funciona como um conselheiro, nos momentos de crise (que vimos no episódio anterior: matar ou não matar?). Karen está disposta a descobrir mais sobre Frank Castle, e tenta convencer os rapazes de que a promotoria está guardando algo por baixo dos panos. Foggy não dá bola e deixa a loirinha trabalhando sozinha, e ela vai atrás de um ex-funcionário do hospital que Frank foi internado quando a bala se alojou em sua cabeça. Descobrimos também que um grupo bem vestido, com roupas pretas esteve por trás da internação de Frank e no processo de desligamento dos aparelhos, uma vez que ele estava em coma pela bala. Mesmo com os aparelhos desligados, Frank sobreviveu e acordou, fugindo para sua casa. Revelações que Karen conseguiu de maneira investigativa e que deu um bom protagonismo para a personagem.

Com Frank capturado, os irlandeses começam um processo de tortura para fazê-lo falar a localização do dinheiro. As cenas aqui são fortes e muito bem produzidas, o que estamos acostumados nas produções da Netflix. Frank só abriu a boca quando ameaçaram seu cachorro. Do outro lado da cidade, Matt foi até o carrossel do Central Park e descobriu o paradeiro do Justiceiro, indo atrás para salva-lo. As cenas de luta entre o Demolidor e o Justiceiro contra os irlandeses foi ótima também. Com direito à tiro de 12 na cara do chefe e desfiguração total.

Utitle 1

Karen consegue o endereço da antiga casa de Frank e vai tentar descobrir mais sobre ele. Ela vê algumas fotos e fica intrigada. Infelizmente ela vê os agentes de preto chegando e tem que sair rapidamente.

Matt leva Frank para um cemitério e chama a polícia. Enquanto não chegam, Frank explica ao nosso herói o significado de falar algumas palavras quando vai matar alguém. Ele conta sua história, de quando voltou da guerra e encontrou sua filha, e que as palavras que ele diz estão presentes no livro que ela mais gostava que ele lesse. Juntando o que Frank falou com o que Karen descobriu, vimos que o Justiceiro perder a esposa e os dois filhos, e que tudo aquilo era um processo de vingança. A polícia chega e quase prende o Demolidor, não fosse Matt agir bem com as palavras.

O episódio ainda tem Matt conseguindo um traje novo, e no fim temos um beijo entre Karen e Matt. Era questão de tempo até isso acontecer, mas eu prefiro Karen com Foggy. HAHAHA Quando Matt chega em seu apartamento ele dá de cara com uma velha conhecida: Elektra. E é assim que o episódio termina: com um gostinho de quero mais!

Utitle

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
  • gabriel

    Melhor episódio até agora PQP! Justiceiro melhor pessoa, espero que ele volte depressa, amei a interação entre ele e o Matt. Ele não é mau, ele só procura vingança. Ele salvando o cachorro awn! E ELEKTRA NOVO VILÃO? EU ACHANDO QUE ELA VIRIA AJUDAR O MATT CONTRA O JUSTICEIRO :O

%d blogueiros gostam disto: