Eu sou Elektra. Eu sou Blacksmith.

Em um episódio cheio de explicações, fico até sem fôlego e sem saber por onde começar. O episódio mostrou tudo o que queríamos saber e várias surpresas. Mais uma vez, Karen e Elektra foram protagonistas e mostraram que chegaram pra ficar.

O episódio começa mostrando um pouco do passado de Elektra e como Stick a protegeu nos treinamentos e no início de sua vida. Intercalado a isso, vemos os dois brigando nos dias atuais, com Elektra querendo vingança por Stick ter enviado alguém para matá-la. Não fosse Matt aparecer, Elektra teria acabado com o velho. Além disso, novos ninjas apareceram e levaram Stick, para surpresa de Matt e Elektra, que agora buscam encontrar o ex-mentor, cada um com um objetivo.

O primeiro tombo do episódio é causado por Karen. Desiludida com os rumos de Frank Castle e os rumos de sua vida, a loirinha é estimulada pelo editor-chefe do jornal a buscar uma nova história e mostrar do que é capaz. Ela então vai até o ex-comandante de Castle, para descobrir mais sobre o passado do Justiceiro e escrever uma história digna. No entanto, descobrimos aqui que ele é nada menos que Blacksmith. Ele acabou se corrompendo ao crime após os tempos de guerra e foi o responsável pela morte da família de Castle. Karen é sequestrada pelo traficante, mas Frank aparece a tempo de salvá-la e de buscar sua desejada vingança.

Após uma conversa de despedida com Foggy, o que seria o fim de Nelson & Murdock, temos Matt indo atrás de Stick e o velhote colaborando com o herói, para ele notar aspectos diferentes de seus inimigos, como a respiração. Mais um passo importante para o Demolidor que conhecemos. Ele consegue salvar Stick, mas Elektra aparece ainda em busca de vingança. Na verdade, nesse momento Nobu aparece e lá vem o segundo tombo do episódio: a tal arma Céu Negro que os japoneses tanto falavam é Elektra.

Após apelar para a heroína escolher o lado do bem e não se deixar pelas palavras de Nobu, Matt ataca os ninjas e dá brecha para a morena fugir com Stick. Enquanto isso, Matt mais uma vez tenta matar Nobu, sem sucesso. Seria isso um superpoder? Só saberemos na finale!

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: