Posts Populares

Dark – S01E01 – Secrets [SERIES PREMIERE]

“A diferença do passado, presente e futuro é somente uma ilusão”. – Albert Einstein

Segredos, o que podemos dizer sobre eles? É algo delicado quando vamos analisar a mente humana e seus motivos. O que leva alguém a manter um segredo? Medo, proteção ou, até mesmo, fuga? As respostas são peculiares demais, afinal cada caso é um caso. Porém só temos certeza de algo, pode levar o tempo que for, mas uma hora eles vêm à tona – nem que seja aos poucos. E a série Dark já deu entender que temos muito o que desvendar. Será que temos maturidade suficiente de embarcar neste universo “de descobrir o que não era para ser descoberto”? É isso que vamos descobrir. hehehe… #PartiuReview

Os segredos já iniciam com o suicídio de Michael, o pai de Jonas, que antes de cometer seu agoniante enforcamento, deixou uma carta com data e hora para ser aberta: “4/11/2019 as 22:13”. É uma cena interessante de ser analisada, porque não havia sinais de sofrimento e conflito, partindo de Michael, e sim de determinação e de um dever em manter um segredo. Se rebuscarmos produções de caráter militar, ou sobre conspirações, o suicídio simboliza a segurança de um segredo. E a situação fica mais intrigante quando lembramos do portfólio de evidências, apresentado logo no início, com as fotos das famílias que serão o foco do enredo. Já presume-se que algo de grave aconteceu.

E pelo visto os segredos em Winden não param por aí. Temos um misterioso desaparecimento de um garoto, Erik, que gera uma certa preocupação às autoridades, principalmente ao Xerife Ulrich e sua parceira, Charllotte. Há 33 anos atrás aconteceu um caso semelhante de desaparecimento, envolvendo o irmão de Ulrich. É um assunto proibido de ser mencionado, mas Helge (sogro de Charlotte), fez questão de lembrar durante sua invasão à reunião de pais do colégio dizendo “vai acontecer de novo”, do dia 4/11/2019 às 22:13. Porém a forte chuva e a queda de energia, já era o indicio que o pesadelo de todos estava se iniciando. Não é à toa que Helge diz “tarde demais”.

Desde início já sabemos que o mistério gira em torno da caverna de Winden. Querendo ou não é uma ótima representação sobre segredos. Além do local ser assustador, alguns têm conhecimento de que há algo terrível ali. É perceptível quando analisamos o olhar de Charllote ao local. Nossas convicções ficam mais fortes com o desaparecimento de Mikkel, filho de Ulrich, próximo o tal local misterioso, que inclusive tem uma porta lacrada em seu interior. Lembra que comentei logo no início sobre a relação de suicídio e conspirações? Então já temos uma pista de que o pais de Jonas sabia ou fazia parte de algum projeto secreto. Inclusive, você reparou que a primeira coisa que Ulrich fez foi ir direto à caverna, ao saber do desaparecimento do filho?

Pode parecer confuso, mas acaba fazendo sentindo por alguns detalhes dentro da narrativa como a cidade afastada, taxa de criminalidade baixíssima, uma usina nuclear prestes a se desativar, desaparecimentos a cada 33 anos e uma pessoa saindo de dentro da caverna, deu para captar a essência? Cenário perfeito para um enredo de conspirações. Isso fica mais evidente com a localização do corpo de um garoto com os olhos queimados e quando o episódio finaliza com Erik sendo preso em uma espécie de cadeira elétrica. Agora porque isto acontece? Só nos próximos episódios para desvendarmos este mistérios.

O primeiro episódio de Dark não teve cerimônias, já prende sua atenção em todos os momentos. Se seu objetivo era causar tensão, ele causou. A narrativa estava bem sincronizada com paleta de cores e sua trilha sonora sinistra. Muito antes do lançamento, já havia comentários na internet que o enredo lembrava “Stranger Things”, com o desaparecimento misterioso das crianças, e as referências aos anos 80 – em termos de música e alguns objetos, como um walkman. Porém identifiquei outras referências interessantes que merecem ser compartilhadas, como:

It: A coisa (2017) – pelos mistérios ocorrerem a cada 33 anos, sendo que no filme é a cada 27 anos. E o mal partir do subsolo, onde em Dark temos a caverna e já em IT e um esgoto;

Jogos Mortais (2004) – com a paleta de cores azulada e a suposta cadeira elétrica, e o terrorismo psicológico que Erik estava sofrendo.

Antes de finalizar, não podíamos deixar de mencionar a saída misteriosa de uma pessoa dentro da caverna. Será que o irmão de Ulrich está envolvido? Afinal a mãe do Xerife disse que localizou na floresta uma embalagem de barra de chocolate que o filho desaparecido gostava. E quanto a mãe de Michael, Ines, que abriu a carta do filho conforme as orientações, será que foi deixada alguma resposta ou mais enigmas? A única coisa que sabemos é que a sua relação com a nora Hanah, viúva e mãe de Jonas, não é a das melhores. Resta-nos saber como ela contará o conteúdo da carta… Vamos ver o que os próximo episódios tem a nos dizer.

Enquanto isso, me conte como foi sua experiência com este primeiro episódio. Você identificou outros detalhes importantes que deixei de mencionar aqui? Deixe comentário e vamos compartilhar nossas teorias.

Até a próxima review 😉

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dandy Souza

Um libriano amante de um bom suspense casado com o belo terror psicológico, porque a vida precisa de emoções. Seu lema: "toda obra tem sua moral, então fique atento aos detalhes". Twitter: @dandysouza81

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries