Game over, bitches. Será mesmo?

O que dizer desse retorno babadeiro de Cookie, Lucious, Jamal, Hakeem, Andre, Anika, Porsha, Becky, Rhonda e todos os outros? O episódio ia passando e ficava cada vez melhor, apesar de algumas coisas, e cada vez mais surpreendente. Até o final, não sei vocês mas Empire merece toda essa realeza e tem os melhores finais de episódios da vida. Acho muito interessante a forma como são desenvolvidos os episódios de empire, esse então apresentou tanto o lance de Cookie com Frank Gathers e as paradas das rosas, como Jamal está lidando com a chefia da empresa, Cookie, Hakeem, Andre e Anika querendo tomar a empresa de Jamal e também como Lucious está reinando na cadeia. Mas não deixou de mostrar como Cookie e Jamal estão lidando com Lucious na empresa, o retorno do relacionamento de Michael e Jamal com LGBT’s. Teve momentos engraçados, emocionantes e principalmente surpreendentes, até porque é Empire né mores? Vocês viram que Verônica voltou? Ou não, ops!

giphy (2)

Vamos começar comentando das primeiras cenas. O concerto #FreeLucious: Sério, não esperaria num raio que me parta que aquilo seria Cookie, a bixa é dona da porra toda mesmo! Como uma pessoa consegue ser tão perfeita atuando? Cookie tenta segurar a onda, jogando o tsunami para cima dos outros e é isso que mais amo nela, e claro que todos escolhem-na quando trata-se de algum discurso. Mas vocês notaram a cara de orgulho de Lucious com seus filhotes? Essa primeira música só me agradei da parte de Jamal, que voltou para essa temporada bem mais malhadinho. Fiquei eternamente passado com esse primeiro encontro de Lucious com Frank, pensei que eles iam se peitar. Quero destacar também que amo o apelo da série para com os direitos da comunidade negra.

giphy (5)

Vindo para a empresa, Jamal está com uma vibe totalmente diferente, um tanto insuportável e cheio de si. Becky como assistente dele era um sonho meu, que agora é realidade. Cookie engajada no golpe de império e Hakeem mais uma vez irritante, consegue ser o personagem mais chato de toda a série, que inferno! Michael está de volta e quando digo que a bixa é lesa, continua com aquela cara de mal amada que sempre faz toda vez que Jamal não concorda com o que ela pensa. Apesar que a cena da pegada no cabelo dele que Jamal deu foi bem selvagem, só não barrou a recaída de Lucious e Cookie, com direito a Anika de plateia.
ps: Só quero dizer que não gostei daquele lance de Jamal com dinheiro hein?!
ps2: Pela primeira vez não gostei de uma música de Jamal.

giphy (4)

Quero só ver no que vai dar esse impasse da morte de Vernon, sério que ninguém desconfiou ainda? Gente, como Andre sua né não? Eu posso ter pesadelo, mas acho que nunca irei suar tanto, eu hein. Rhonda agora tá a princesa de franjinha, seje menas viu miga, cadê seu babador? Saudades! Essa jogada da turma de Cookie para cima dessa tal de Mimi me fez sentir que ia render um bucado de coisas, mas não esperava também que ia ver Anika com aquele remelexo todo. Ela sim domina a pista! Adorei toda essa ideia de trazer as gays para a série, podem trazer mais, essa sapatona arrasou demais flor! Foi capaz de ir mais longe do que eu esperava. Vejam agora um gif que representa o momento quando toca minha música favorita na balada:

giphy (3)

Esse núcleo da cadeia pareceu mais interessante do que poderia esperar. E quanto ao lance entre Cookie e Frank tinha fé no pai que ia ser resolvido um dia e ainda bem que foi. Os produtores de Empire são espertos, achei que tinham deixado isso de lado, mas souberam guardar para a hora certa. Caiu como uma luva. As últimas cenas foram de me fazer tremer na base. Tenho que citar todas né: A cabeça do marido de Carol, Lucious quando foi encontrar com Frank e eu já ciente de que ele ia levar uma surra, mas ocorreu o contrário sem contar a carinha de “me fudi” de Frank. Mas ainda sinto que não vai ficar por isso mesmo hein.

giphy

Como também a cena que foi a gangue todinha querendo tomar Empire de Jamal, e ao ver Mimi do lado dele se cagaram tudo. A risada de Lucious, meu senhor, risos eternos.
ps: As palavras de Lucious junto ao tom que ele fala machuca, aquele papo de ser dono do mundo. Se for para ele continuar arrasando dentro dessa cadeia, deixa mais um pouco.
ps2: Anika deitou com Mimi, se fudeu rapariga.
ps3: Apesar de tudo, Cookie não desce do salto né gente?!
ps4: Senti falta de mais atuação de Porsha, tragam Tiana de volta também.

giphy (1)

Vindo ao momento final, meu coração já não aguentava mais tantas surpresas. Fiquei feliz que Lucious deu um jeito em Frank, mas achei que foi rápido demais, espero que não tenha acabado ali, principalmente porque tem aquela mulher seiuda para infernizar a vida do papai Lyon não é mesmo? Jamal está muito insuportável, é sério, mandando todos irem embora. Não precisava daquilo, devia ao menos deixar Cookie conversar né? Mereceu as duas tapas e a cara da mamãe Lyon, que o senhor nos acuda, pois a última cena do episódio foi bem marcante.

giphy (6)

Espero que tenham gostado da nossa review, como também do episódio. Não deixem de compartilhar conosco suas opiniões e até a próxima!

Antonio Netto
Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.
Deixe-nos um comentário!
  • Posso dar uma sugestão? Menos gifs…
    Tira muito da concentração de ler o texto essas imagens se mexendo. Imagens paradas ajudariam mais…
    Eu nunca assisti Império, apesar de ouvir falar bem, mas gosto de ler as reviews de vocês, mesmo de séries que não assisto.
    Abraços, man!

    • Olá Paulo, muito obrigado pela sua sugestão, anotei aqui. Espero que você dê uma chance a Empire, pois é uma das melhores novas séries.

%d blogueiros gostam disto: