Inicio promissor!

Depois de uma temporada de um gosto um pouco duvidoso, pois para alguns preencheu as expetativas, para outros uma grande decepção, Fear The Walking Dead voltou no último domingo, e trazendo novamente uma expectativa, pois sempre haverá comparações a série mãe da qual ela deriva, ainda mais depois que a última temporada de The Walking Dad, pode ser considerada uma grande perfeição.

Novamente veio para FearTWD com a esperança de nos mostrar um pouco dos acontecimentos antes do apocalipse se instaurar plenamente, e um desenvolvimento de personagens de forma mais humana e real, coisa que não vimos em The Walking Dead, claro que muitos querem o porquê do apocalipse ter começado, mas duvido muito de explicarem isso na série derivada, ao invés da série mãe.

Depois de um final um pouco melancólico na primeira temporada com a morte da Liza, eu particularmente pensei que a série começaria o ponto de partida com um sofrimento, mas foi com adrenalina que se iniciou, alguns personagens foi até o barco descarregar algumas coisas, para poder sobreviver em alto-mar, mas o Chris, a Madison e o Travis ficaram em terra firme, quando simplesmente começam a aparecer bastante zumbis, e nessa hora novamente nos mostram que a Madison e o Travis não estão preparados para muita coisa, pois são pessoas comuns, algo que admiro, mas o Nick aparece com uma lancha e consegue captura-los, e ainda levam o corpo da Liza, sim levaram um corpo O.o .

Quando amanheceu todos os tripulantes do Abigal não sabiam para onde navegavam, mas eles encontram um grupo de pessoas à deriva, precisando de ajuda, e nessa hora o coração de todos falou mais alto, exceto do Strand, que é o dono do barco e que prefere agir com a razão, a Madison até que tentou argumentar, mas foi em vão e o Travis obviamente logo concordou com o Strand. Durante a confusão a Alicia tentou entrar em contato com o rádio com alguém, mas tudo em vão, e ela começou a ficar bem abalada, mas queria continuar procurando algo, mesmo a sua mãe a repreendendo.

398139

Tudo acontecendo o mundo desabando e a Madison se preocupando com pessoas desconhecidas deixadas para trás, e quando o Travis disse que a prioridade é a família, tive uma esperança dele crescer muito na série. Comecei a fincar com muita agonia do Chris toda hora alisando sua mãe mesmo morta, e ainda dando beijo, sei que é amor, mas as vezes a frieza faz parte. Daniel, que creio eu ser o mais preparado para o apocalipse, não no físico, mas mentalmente, sempre ajuda, sendo ou pescando ou ajudando o Chris dando conselhos, não tão profundos, mas significativos. Quando vejo que o Nick tem um crush na Ofelia, só tem uma coisa para dizer, ninguém não “shippará” os dois tão cedo.

Amei?! Adorei?! Achei tudo!? A Alicia fazendo o rádio do barco um tinder do apocalipse, mesmo que seja algo muito perigoso, não deixa de ser algo genial. O Travis depois de ver o Daniel conversando com Chris, foi até o latino conversar e saber mais do seu filho, e o Daniel com sabias palavras disse que um dia ele entenderá tudo. A Madison foi até o Strand para saber a profundidade, pois dependendo da profundidade era o ideal para “enterrar” a Liza dignamente. A Alicia começou a faze merda dando informações para as pessoas do outro lado da linha do barco, e creio que ela não é de escorpião, mesmo sendo safada, porque que escorpiano confia nos outros?

398216

A Madison foi falar com o Daniel e novamente vimos o quão sábio ele é, e já se tornou meu personagem favorito, porque a genialidade dele de desconfiar do Strand desde o início foi genial e aproveitou da “inocência” para observar. No meio desse turbilhão de coisas acontecendo na vida de todos, eles ainda tinham que se despedir da Liza, e realmente foi uma cena bem emocionante e carregada de emoção, principalmente na hora que seu próprio filho a joga em alto-mar.

E claro que toda essa que atitude do Chris fez com que o Travis fosse conversar com ele, mas o que era para ser uma conversa, acabou virando uma briga, com direito ao Chris bater em seu próprio pai. O barraco correndo à solta, e a Alicia foi ao “tinder” e descobriu que o barco do seu “match” estava afundando e foi contar para os outros, para uma possível ajuda e ao ouvir aquilo tudo o Strand apenas disse a regra principal do barco, que é que o barco é dele.

Chris continua abalado e faltava a Madison a consolar, e por incrível que pareça ela foi a mais franca em não querer consola-lo pois era impossível, mas o chamou ao menos para comer, por ser uma necessidade dele, e ele ao invés de ir comer foi dar um mergulho em alto-mar assustando todos, fazendo até o Nick pular na água, para salva-lo.  A Alicia foi comunicar ao sei Match, Jack que não podia o salvar, mas ele fala que não precisava, pois já havia encontrado o barco que ela estava, e que logo eles se encontrariam.

Dentro da água, uma coisa me chocou foi esses zumbis irem para água e ainda encontrarem o Nick, que quase foi mordido por um e colocando todos em desespero, e já não bastasse isso, o Nick vai procurar por algo, e faz com que agonia fica ainda maior, mas todos conseguem se salvar, mas a grande surpresa vem do Strand, ao dizer que tem um barco aproximando, e que eles não poderiam esperar e pagar para ver, já que podem ter sido eles os responsáveis pela destruição do barco em que fez ter zumbis em alto-mar.

398357

Sim, o episódio em si foi muito decepcionante por se tratar de uma season première, mas creio que armaram uma história bem mais genial para essa segunda temporada, e que com vilões parecendo tornará as pessoas mais frias, e mais desconfiadas dos outros, principalmente a Alicia, que confia demais nas pessoas. Quero mais episódios com sangue e muito vilões e claro, com Zumbis fantásticos.

  • PS: Onde está Tobias?

Então é isso, não deixem de comentar o episódio e a review, forte abraço e beijo a todos.

Phelipe
Phelipe

Estudante de Direito, Cruzeirense, polêmico quando deve ser, mas bem passivo às vezes, além de confuso, autêntico. Começou o seu amor por série com Prision Break e depois disso virou vício.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: