Um episódio que definiria como mediano, mas esclarecedor e necessário para o desenvolvimento da série!

Depois do episódio tão impactante e tão comentado da semana passada (“Hold The Door”), esse episódio foi bem morno, sem nenhum momento tão impactante como outros que já tiveram na maioria dos episódios dessa temporada. Junto com o terceiro episódio, até então foram os mais fracos, porém não deixou de ser interessante e esclarecedor como tem sido os demais. Nesse episódio vários núcleos importantes ficaram de fora (em especial o de Jon Snow e Ramsay), provavelmente  eles em breve terão mais destaque já que entrarão em batalha nos próximos episódios.

O episódio teve início continuando com a fuga de Meera e Bran, enquanto Bran continuava preso em suas visões, Meera o carregava com dificuldade para conseguir fugir dos mortos-vivos que os perseguiam. Quando Bran finalmente volta a consciência, parecia ali ser o fim da dupla que não tinha mais como escapar, até que do nada surge um personagem misterioso em um cavalo, acompanhado de uma corrente com uma bola em chamas. Esse personagem luta contra os “zumbis” e consegue levar contigo Meera e Bran. O personagem misterioso trata-se de Benjen Stark, o tio Ben, todos acreditavam que ele estava morto, mas ele explicou que realmente foi atingido por um Caminhante Branco, mas foi salvo pelos Filhos da Floresta, através do vidro de dragão, o mesmo que deu origem aos Caminhantes Brancos. Com a perda de Hodor, o Ben agora é peça fundamental para ajudar Bran em sua saga como o Corvo de Três Olhos.

benjen stark undead game of thrones

Gilly (a eterna Cassie de Skins) acompanhada de Sam e seu filho, finalmente chegam na casa dos Tarly (família de Sam). Como já era esperado, o casal não foi nada bem recebido pelo pai de Samwell, principalmente quando ela descobriu a origem de Gilly. Apesar dele não ter gostado nada de saber que Gilly era uma “selvagem”, após um enxurrada de insultos ao seu primogênito (Sam), ela acaba aceitando que Gilly e o pequeno Sam (que ele acredita ser seu neto) ficarem em sua casa, por conta de sua esposa. O que ninguém esperava, era que o Sam ia mudar de ideia e ia levá-los novamente junto com ele, além de ainda ter levado uma espada da sua casa de grande importância do seu pai, mostrando que o personagem vem se tornando mais corajoso e confiante através da ajuda de sua companheira Gilly.

CjrCFJsWUAAVwCX

Em Bravos, a valente Arya toma uma difícil decisão que pode mudar sua vida totalmente. Como vimos anteriormente, Arya na saga de ser tornar um “ninguém”, recebeu a missão de envenenar a atriz de uma companhia de teatro, a Lady Crane, mas o problema é que Arya acabou se apegando a atriz, principalmente quando descobriu que sua morte foi arquitetada por outra atriz interessada em roubar um dos papeis principais da peça (o da Cersei). Quando todos acreditávamos que finalmente ela ia cumprir sua missão, após ela ter envenenado a bebida da atriz, Arya desiste de tudo, não deixando a atriz beber o veneno e de quebra ainda entrega a rival que tramou tudo. A guerreira Arya, então retoma sua espada “agulha” e segue para um esconderijo. Na primeira vez que ela descumpriu com a missão que lhe foi dada e ficou cega, mas e agora que descumpriu pela segunda vez, qual será o seu castigo?

FotorCreated

A cena que eu mais aguardava nesse episódio, me decepcionou totalmente. Eu esperava um grande embate entre o exército de Porto Real vs os fanáticos pardais, mas para minha decepção o jogo virou e virou a favor do Alto Pardal. Antes da tão polêmica Caminhada da Vergonha Penitência da rainha Margaery inicar, Jamie  acompanhado de um grande exército finalmente enfrenta o Alto Pardal. Quando ele estava preste a começar a batalha, o fanático tira uma carta da manga e pra surpresa dele a carta era seu próprio filho Tommen. Aconteceu que aconselhado pela sua esposa, Tommen e o Alto Pardal agora são aliados e essa aliança fez com que a rainha fosse perdoada sem que cumprisse sua penitência em público. Como uma forma de castigo, Tommen envia seu pai tio Jamie, para uma missão na casa Frey. Sinceramente, não acreditei nada na devoção da ardilosa Margaery, alguma coisa ela está tramando e se eu fosse a Cersei começaria a me preocupar, já que seus rivais agora são aliados e ainda contam com o apoio do inocente Tommen, seu filho.

5

 E na volta dos que não se foram, tivemos Lorde Walder Frey aparecendo nesse episódio, para que não lembra ele é o principal culpado de todo o massacre ocorrido no sangrento “Casamento Vermelho”. Depois desse incidente, os Freys tem enfrentado vários problemas já que várias casas  do Norte se voltaram contra ele, além de que eles tem um grande e habilidoso inimigo, o Brynden Tully. Brynden, vulgo Peixe Negro, é tio de Catelyn Stark, ele também estava no dia do massacre, mas habilidosamente conseguiu fugir e desde então ainda não apareceu na série. Ele ainda mantém o controle das terras do Correrio, para revolta dos Frey que lutaram por as terras e fracassaram. Para reverter a situação, o Lorde solicitou ajuda do rei que enviará Jamie e ainda tem em suas mãos o Edmure Tully, sobrinho do Peixe Negro que é casado com uma de suas filhas.

game-of-thrones-walder-frey

Para encerrar o episódio, tivemos a mãe dos dragões e atual líder de um khalsar, Daenerys Targaryen. Acompanhada de Daario, eles conversam sobre seus planos de conquistar o tão desejado trono dos sete reinos. A Nascida da Tormenta planeja chegar em Meeren e de lá se organizar para partir para Westeros, porém Daario pela sua conversa a sugere que ela vá em busca de conquistar outras terras e povos. O episódio tem seu fim, com Daenerys encontrando Drogon, seu dragão que não o via desde quando foi capturada. Em cima de seu dragão, Danerys fez seu discurso de impacto no qual é ovacionada pelo seus novos seguidores, aliás não tem como contrariá-la com um dragão te encarando né? kkkk. A jovem Targaryen vem se fortalecendo ao longo das temporadas e principalmente conquistando um grande exército para lutar com ela, mas será que ainda nessa temporada ela vai finalmente partir pra Westeros em busca do seu trono?!

Como disse acima, o episódio foi bem mediano, os momentos de destaques pra mim ficaram por conta da aparição de Benjen Stark, o que todos acreditavam está morto, além da grande virada dada pelo Alto Pardal, em uma jogada de mestre. O episódio trouxe personagens passados bastante importante, deixando em aberto ganchos para os próximos episódios, posso dizer que o episódio não foi excelente, mas foi necessário para o segmento da série, foi até bom pra gente poder respirar mais aliviado nesse episódio, depois de toda a comoção e sofrimento da torturante morte de Hodor.

Vejam abaixo o trailler do próximo episódio:

Venha ser um Paneleiro! Clique AQUI pra saber participar da nossa seleção. Vocês terão até o dia 12/06. Aguardamos vocês!

Michel Araujo
Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: