Muito desenvolvimento de personagens e pouca ação. Pelo menos por enquanto.

Mais um episódio de Game of Thrones e que dessa vez já começou com várias revelações. Pra início de conversa, o episódio começou antes da abertura, pra surpreender o povo com o retorno de Sandor Clegane, o Cão, que havia sido deixado pra morrer por Brienne enquanto estava com Arya. O Irmão Ray foi o responsável por resgatar o Cão e integrá-lo ao seu grupo missionário. Nas cenas exibidas vimos Clegane tentando se adaptar e agradecer da melhor forma que poderia, durante a construção de um septo humilde, de forma a recomeçar sua vida. Infelizmente as coisas não saíram da forma que o Cão esperava. Membros da Irmandade Sem Bandeiras apareceram e dizimaram o Irmão Ray e os missionários, deixando Sandor com um gostinho de vingança.

13388888_1119156811438547_1354170960_o

Em Porto Real, a treta com o Alto Pardal continua. Margaery tem uma conversa com ele e o líder da Fé Militante faz uma ameaça à Olenna Tyrell, só nas entrelinhas. Boba que não é, com uma falsidade sem limites e um plano na manga, a rainha alerta sua avó (mesmo com a Septa Unella de sombra) e a aconselha a voltar para o Jardim de Cima. Nessa cena eu adorei Olenna ameaçando Unella, dizendo que ia mandar bater nela até dizer chega HAHAHAHA. Enfim, Margaery consegue sinalizar pra Olenna que tem um plano e que ela deve vazar de Porto Real, pra seu próprio Bem.

13388928_1119156901438538_1557878318_o

“Eu nunca te deixarei.” “Você deve. Vá pra casa.”

Sabendo da evasão da vovó Tyrell, Cersei pira o cabeção e vai atrás dela pra descobrir o que aconteceu. A pobre não devia ter feito isso, pois Olenna bem que soltou umas verdades na cara dela, incluindo que tudo o que aconteceu em relação à Fé Militante é culpa dela. Olenna ainda diz que todos que a estimavam foram embora (incluindo Jaime) e que ela havia perdido e deveria aceitar. Cersei muito passiva pro meu gosto, já que a mulher que conhecemos já teria feito daquela cidade um inferno. Ela também deve ter um plano e resta esperar pra descobrir quem se sairá melhor contra o Alto Pardal: Margaery ou Cersei.

Por falar em Jaime, ele foi até Correrio pra ajudar no cerco dos Frey contra o Peixe Negro e os Tully. Com o apoio de Bron e mais um exército, ele chega lá e vê que está tudo uma zona, com os Frey fazendo ameaças sem fundamento para o Peixe Negro. Por falar em Peixe Negro, que personagem foda hein! Ele já chegou encarando Jaime cara-a-cara e falando que ficou decepcionado com o cerco e as ameaças dos Lannister. Foi legal ver Jaime ganhando um pouco de importância novamente, mas foi melhor ainda ver ele sendo pisado pelo Peixe Negro. Aliás, o líder dos Tully já avisou que tem mantimentos pra ficar 2 anos resistindo ao cerco.

13405273_1119156874771874_843427268_o

Enquanto os acontecimentos desse e dos 2 últimos episódios rolavam, Jon, Sansa e Davos estavam atrás de reforços pra ajudar na batalha de recuperação de Winterfell. Com ajuda de Tormund, que praticamente chama Jon de Cristo (“Ele morreu e ressuscitou por nós”), ele consegue o apoio dos selvagens. Chegando no castelo da Casa Mormont, os 3 dão de cara com Lyanna Mormont, uma menininha de 12 anos que já botou respeito. Melhor personagem! HAHAHAHA Com nome em homenagem à Lyanna Stark, a senhorita Mormont (mesma casa de Jorah, o ex-braço direito apaixonado por Daenerys) dá algumas patadas em Jon e Sansa, mas acaba escutando quando Davos mostra pra ela que a entende e percebe como ela se sente naquela situação de liderança. Por fim, Lyanna Mormont libera 62 homens (que valem por 10 cada um) para ajudarem Jon na retomada de Winterfell.

13410586_1119156848105210_386538727_o

“Se ela tivesse 3 dragões, a série já teria terminado há 2 temporadas.”

Infelizmente, o trio não teve sucesso em outras casas, como na Casa Glover, que jogou na cara o abandono dos Stark e como os Bolton os ajudaram. Mesmo com o apelo de Sansa, o líder dos Glover deu um banho de realidade, falando dos acontecimentos anteriores em sua família, como a morte de muitos queridos por conta das atitudes equivocadas de Robb. Com pouco apoio das casas do Norte (o Norte se lembra?), Jon e seu exército está acampado no mesmo lugar que Stannis ficou pouco antes de tentar invadir Winterfell. Por falar em exército, está difícil conciliar os selvagens com as casas tradicionais do Norte, dando trabalho à Jon e Davos. Jon acha que é hora de invadir Winterfell e Sansa percebe que apenas os 2500 homens que eles têm não serão capazes de enfrentar os 5000 dos Bolton. Ela escreve uma cartinha, provavelmente para Mindinho, pedindo ajuda e provavelmente um exército. Ao menos Mindinho vai servir pra alguma coisa.

Por fim, outros 2 acontecimentos foram importantes no episódio. Os Greyjoy chegaram em Volantis e Yara soltou umas verdades na cara de Theon, tentando trazer o irmão de volta a si, com a segurança e determinação que outrora ele possuía. Aliás, os dois estão indo mesmo pra Meereen, pra tentar fazer um acordo com Daenerys, oferecendo os barcos em troca de apoio para resgatar as Ilhas de Ferro. Enquanto isso, em Braavos, Arya está tentando um lugarzinho em um navio para voltar para Westeros. Dando MUITA sopa no meio da rua, ela acaba esfaqueada pela Criança Abandonada, mas consegue fugir, mancando e sangrando muito. Não está fácil ser um Stark.

13389173_1119156861438542_1217960761_o

“Oi garotinha.” “Você nunca será uma de nós!”

13405613_1119156888105206_476830783_o

“Ser Stark é: morrer de medo de facas.”

Apesar da pouca ação do episódio, o desenvolvimento e reintrodução de personagens foi muito bem feito. Com o aparecimento do Cão e da Irmandade Sem Bandeiras, poderemos ver o CleganeBowl ou a Senhora Coração de Pedra num futuro próximo. Pra quem não sabe, o CleganeBowl seria um confronto entre o Cão e a Montanha, irmãos que se odeiam e que, segundo algumas teorias, se enfrentariam. Além disso, a junção de vários fatores, como Jaime e Brienne em Correrio, e o ressurgimento da Irmandade Sem Bandeiras devem favorecer o aparecimento da Catelyn Stark ressuscitada como Senhora Coração de Pedra.

De fato, o próximo episódio, denominado “Ninguém” (“No One”), deve trazer mais sobre a trama de Arya, além do esperado confronto em Porto Real e o desenvolvimento da treta em Correrio. Esses 3 últimos episódios de GoT prometem! Fiquem com um resuminho do episódio:

13351227_1119156868105208_789681458_o

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: