Posts Populares

Gossip Girl – S01E06 – Parentsite

A essência finalmente foi criada.

Good morning Upper East Siders, Gossip Girl here! Chegamos no último episódio da primeira parte de Gossip Girl e será que finalmente a série preparou o terreno para o que pretende trabalhar nos próximos episódios? Espero muito que sim, a série apresentou até então episódios bastantes desconexos um do outro, ou seja, eram pouquíssimos assuntos que foram de fato trabalhados ao longo deles, mas todos os que foram tiveram foco aqui e pelo visto serão a base dessa nova Gossip Girl.

Os personagens da antiga Gossip Girl sempre foram caóticos e possuíam um caráter um tanto duvidável, mas sempre ao chegar ao extremo tomavam a decisão a correta, porém havia alguns que ultrapassavam os limites constantemente, os irmãos Bart e a Georgina Sparks, eles eram os vilões da série e tinham como propósito transformar os principais, mesmo que completamente imprevisíveis, em heróis da história. Com esse episódio a nova versão firmou um novo vilão, o Rafael, é um pouco inesperado o professor que o Max perseguia mudar completamente de personalidade, mas só mostra que a série conseguiu esconder bem toda psicopatia do personagem. Toda a obsessão que ele passou a ter pelo Max foi bastante desconfortável, mas mostra que ele estará disposto a tudo para ter sua vingança, ainda mais agora que ele passa a integrar o time da Gossip Girl, plot esse que dará muitos problemas para os professores.

O casal Audrey a Aki mesmo separados tiveram histórias um tanto parecidas, eu simplesmente amo quando pais são introduzidos na história, dá mais credibilidade e realidade a série, sem contar que os pais são os principais responsáveis por quem seus filhos são. Não é segredo para ninguém que a Aubrey é a minha favorita, ela me lembra demais a minha personagem favorita da antiga versão e a atriz tem um tom cômico sem parecer forçada, ela desesperada me faz rir, como foi na cena gritando no banheiro e com os funcionários do hospital, inclusive foi muito legal a Zoya estar lá por ela, são essas interações inesperadas que melhoram a série. Tirar alguém do armário é algo que NUNCA se deve fazer, mas ela não fez de propósito e nem de fato contou, porém me incomodou ela não ter se preocupado tanto com a reação do seu namorado. Já o Aki teve mais destaque do que nunca e isso é muito bom, passamos a conhecer seus pais e entender o porquê de ele ser tão compreensível e passivo, deve ser muito complicado ter um pai paranoico e controverso igual aquele, expor a sexualidade do seu filho daquela maneira, usando como uma desculpa é algo inaceitável, gostaria de ver o Aki se impondo contra o pai e mais da relação entre ele e a mãe dele, e que chegue o momento que ele se sinta confortável para conversar com ela sobre, se for bem conduzido, terá tudo para ser um momento marcante da série.

Semana passada eu havia comentado sobre o que os escritores vem fazendo com o Obie, mas agora tive a certeza que eles querem um personagem mais odiado que a Vanessa da primeira versão. Ele e a Zoay já começaram o episódio se estranhando e eu tento, mas não consigo entender como os escritores largaram a mão da coerência e criaram esse casal de maneira mais forçada possível e agora o termino veio de maneira mais aleatória ainda. A mãe do Obie chega na cidade e nos é revelado que ele esconde todo o seu lado militante dos pais e ainda não foi dito porque, mas ele escolhe não querer apresentar sua nova namorada para sua mãe e nem contar que terminou seu antigo relacionamento. O personagem não faz sentido para mim, eu tento entender o porquê de ele tomar uma ação, mas nada que ele faz tem sentido, ela estava encantado pela Zoay, mas do nada mudou e já voltou a gostar da Julien novamente, ele é um personagem que não entendo e acredito que os escritores não saibam o que fazer com ele.

Por incrível que pareça, nenhuma das irmãs me incomodou nesse episódio, a série conseguiu muito bem exaltar os pontos fortes de cada uma nesse episódio. Diferente da grande maioria, eu adoro a Zoay, para mim ela é um respiro de alívio em meio a tanta futilidade, mas nesse episódio ela beirou ao insuportável com tamanha infantilidade. A personagem tem 15 anos e isso já explica muita coisa, mas ela errou em praticamente todas as suas atitudes nesse episódio, errou ao ir conhecer a mãe do seu namorado sem conversar com ele antes, errou ao não ouvir sua irmã já tirando conclusões precipitadas (algo que ela faz muito) e principalmente errou com o modo que ela se portou no jantar. Nada que a Zoay disse durante o jantar foi errado, mas a hora e o modo como falou foi, era um jantar entre amigos, ela estava sendo introduzida ali, faltou muita maturidade. É óbvio que a personagem tem essa personalidade militante, que quer ser ouvida e mudar o mundo, mas tudo tem sua hora, espero muito que uma hora o pai dela explique que expor suas opiniões de maneira agressiva inibi as outras pessoas de entenderem e evoluírem.

Está chovendo aqui no Rio e provavelmente é porque amei a Julien nesse episódio, ele agiu com sentindo o episódio todo, é um milagre meu pai. Ela passou a levar mais a sério sua carreira como influencer (finalmente!!!!) e foi divertido ver todas as negociações e quanto ela mudou, impondo o que acha e abraçando quem é. Sobre ela e o Obie, eu vinha ignorando a incoerência dela estar de boa com o namoro da irmã, por não curtir triângulo amoroso, mas a série finalmente resolveu abordar os sentimentos da personagem e embarcar de vez no triângulo amoroso. Apesar do Obie e da Julien esbanjarem química, espero muito que a série trate o Obie do jeito que ele merece, que não passe pano para um cara que fica usando duas irmãs sem se preocupar com os sentimentos da outra, ele é muito esquerdomacho.

Esse episódio foi o mid season e ele foi um dos meus favoritos, sobre trabalhar bem os personagens, expor a personalidade e crenças de cada um e trabalhar uma base boa para o futuro da série. Apesar de uma das tramas não me pegarem tanto, se trabalharem todas com cuidado e coerência, a série tem tudo para atingir todo o seu potencial.

XOXO, Gossip Girl

  • Max mandou o vídeo para a Gossip, logo ele ira descobrir que o Rafael faz parte, como será que a série irá contornar isso.
  • Aki mal entrou para comunidade, mas já passou pelo mais básico que todo bissexual passa, ter que explicar que não é gay, mas sim bissexual.
  • Não entendi a reação do Obie sobre a revelação do Aki, vamos aguardar para ver se ele é ainda mais insuportável.
  • Não comentei sobre o trisal porque aconteceu nos últimos segundos, mas fiquei bem animado, vamos ver como vai ser.
  • Eu me recuso a falar da trama dos professores nesse episódio, todos são insuportáveis.
  • A mensagem de voz que Roger alertou para se filho, Aki, ficar longe da Julien, é a pista de tudo que acontecerá nos últimos 6 episódios, segundo um dos criadores da série.
  • “Não quero revelar muito, mas acho que Monet e Luna têm uma perspectiva sobre a mensagem de voz de Roger no final do episódio seis, que acaba se tornando uma grande coisa na parte 2.” — Joshua Safran para Teen Vogue.
  • Já que pelo visto não vão mudar, que criem uma rixa de fato entre as irmãs, talvez ambas sendo influencer e batalhando para ver quem é a melhor.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Ives

Um carioca estudante de engenharia querendo se formar, viciado em realitys shows ao redor do mundo e que ama uma praia

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries