Finalmente Gotham começa a mostrar o que estava mais esperando: Guerra de Guangues!

Desculpe-nos pelo atraso, devido a contratempos que acabam por acontecendo no dia-a-dia, mas venho aqui concluir a temporada de Gotham, temporada essa que começou legal, mas depois foi começando a ficar um pouco chata na metade, mas que acabou se recuperando nas últimas semanas, cheio de plots envolventes que nos deixava com ansiedade por novos episódios.

Um dos melhores arcos da temporada foi esse do Ogro, Jason que como tantos outros estava em busca do seu felizes para sempre, de um amor incondicional (me recordando a finada Eye Candy). Amo plots que envolvem serial killers e esse não deixou tanto a desejar, como Jim continuava por ir em busca de tirá-lo da mapa, chegando a envolver Barbara no meio de tudo isso, pensei por um momento que ela fosse ser assassinada e até meio que queria mesmo, depois que Lee apareceu, é difícil até lembrar das partes boas que envolviam o antigo casal, além de gostar bem mais de Lee (e a atriz ser brasileira), ela é bem mais fofa, ousada e ainda está confirmada como elenco fixo na próxima temporada (ALELUIA). Concluindo a história de Jason, eu não achei que Barbara fosse reagir daquela maneira ao desespero, pedindo que matasse os pais, deixando um gancho para: Como será que ela vai lidar com a culpa? Sem contar que, estou com outra dúvida: Por que Jason deixou aquela loira do bordel chique ir embora? Enfim, posto um fim no serial killer de vez e Jim ganhando todos os créditos, mais felicidades pra nós que estávamos torcendo que ocorresse tudo certo, só que sem consequências ruins para Jim, que eu acreditasse que fosse ocorrer (no caso, a morte de Barbara).

MV5BMTY0MjUxNTAyNV5BMl5BanBnXkFtZTgwOTg0MjY0NTE@._V1__SX1303_SY571_

Falando agora de Nygma, fiquei tão abobado com o que ele acabou fazendo no fim do episódio passado, pois por mais que o achasse tão misterioso, chegando a ser macabro, não esperei que fosse assassinar o policial que tinha ganho o coração da sua amada. E não para por aí, ele esquartejou ainda? “Sem corpo, sem crime”, fiquei tão surpreso. Ainda não acredito que ele fosse ir tão longe com tudo isso, e pelo que vi, vem mais por aí.

Já com Bruce e Alfred, as coisas estão esquentando, e pelo visto o pimpolho está cada vez mais próximo da verdade. É possível notar que o único Wayne vivo, continua intrigado com o rumo que a empresa de seu nome tem tomado, e como Alfred mesmo disse naquele “ninho de cobras” vai ter muita gente querendo acabar com ele, principalmente pelo seu conhecimento e por ser um menino avançado pra sua idade, qual foi né? Ele nem pra escola vai, mas nem por isso deixa de ser tão fodinha. Sobre o envolvimento dele com Selina e o assassinato de Reggie, pensei que Alfred fosse agir de outra maneira, mas não! Me parece que o mordomo só se preocupa mesmo com o bem-estar de Bruce, sendo esse um dos núcleos que mais gosto de assistir, pois é notável como Alfred é cuidadoso com o seu patrãozinho, nem só pelo dinheiro, mas principalmente pelo laço afetivo. Como o mordomo mesmo disse a Reggie né? “Você já criou um filho? Nunca estás preparado pra tal.” Agora que Bruce está motivado para descobrir os segredos do seu pai, espero que ele continue nesse caminho e junto com Alfred pra nos proporcionar várias cenas legais e envolventes.

MV5BMjI0ODkzMDI3NV5BMl5BanBnXkFtZTgwODg0MjY0NTE@._V1__SX1303_SY571_

Quero parabenizar Pinguim por ser um dos personagens mais pilantras de todas as séries, me surpreendendo mais uma vez, pois eu esperava realmente que Maroni fosse morrer por isso mesmo e não que ele tivesse armado pra cima de Falcone também, pelo visto com o início dessa guerra entre as facções comecemos a ver uma Gotham cheia de adrenalina e sangue. Pinguim rindo no final (eu ri junto), pois o bixano sempre se sobressai!

O que será que tem de tão interessante nesse season finale? O que houve com Fish? Qual será então o gancho pra nova temporada?
Aguarde nossa próxima review, espero que tenham gostado e mais uma vez desculpa.

Antonio Netto
Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: