Posts Populares

Greys Anatomy – S13E06/07 – Roar / Try to change me now

Um especial com os episódios faltantes, antes do inicio da 2ª parte da temporada…

Roar

Tentar retomar todas as coisas que aconteceram da primeira à décima terceira temporada é algo praticamente impossível. E ainda que muitos personagens tenham passado pela série, uma das tarefas mais difíceis da obra criada por Shonda Rhimes tem sido tentar recriar uma dinâmica tão boa entre os residentes, como a tínhamos quando representados através dos dramas dos até então jovens Meredith, Christina, Izzy, Karev e George. Ironicamente, Roar conta apenas com pequenas aparições de Meredith Grey, protagonista da série, o que permite com que outros pontos de vista sejam mostrados. E é justamente quando podemos ver as coisas por outros olhos que a mágica finalmente acontece.

A decisão de retomar o tempo da narrativa como o dia seguinte ao teste de gravidez negativo de Amélia, faz dela uma das personagens de destaque do episódio. Que em meio a outros tantos capítulos sem muita emoção, foi capaz de entregar um ótimo trabalho, traduzindo pela primeira vez a dor da neuro. Mais que isso, nos contextualiza de que ninguém mais sabia dos traumas e perdas sofridas pela médica nos tempos de Private Pratice. E mesmo que as consequências de todos estes acontecimentos coloquem Owen mais uma vez em um papel similar ao vivido na época em que fora casado com Christina. As coisas aqui são diferentes, já que o passado de Shepherd é muito mais conturbado e a personagem pode em algum momento se sentir pressionada demais a ponto de reviver uma recaída.

Try to change me now

Não seria a primeira vez que veríamos Bailey envolvida em questões que a colocam quase que na contramão do senso comum do corpo clínico do hospital de Seatlle. E enquanto já tivemos alguns enfoques relacionados à forma em como a médica tem gerido a equipe, levantando questões como sua atitude indulgente diante dos últimos acontecimentos, ou até mesmo sua postura quando Warren, seu marido, se envolveu no caso que resultou na morte de uma grávida e seu bebê. Try to Change Me Now na realidade retoma uma das características mais interessantes de Grey’s Anatomy, a capacidade de debater questões que fazem parte do nosso dia a dia, mas que nem sempre aparecem representadas na grande mídia. E que no caso específico do episódio tem a ver com o envelhecimento do mercado de trabalho, e ao fato de que pela primeira vez é possível enxergar três ou mais gerações diferentes de profissionais atuando em um mesmo espaço.

Outro ponto positivo do episódio desta semana, é a chegada de Elisa Minnick. Uma famosa consultora contratada para revisar o programa de formação dos internos do Grey Sloan. O maior acerto de Try to Change Me Now está sem dúvida na maneira como foi colocado o conflito pessoal na qual está inserida Bailey. Que de um lado é obrigada a seguir as recomendações de Catherine, ao contratar Minnick, e por outro, tem medo de que a chegada da médica possa contribuir para o desligamento de Richard do hospital. Cabendo aqui uma série de questionamentos, afinal de contas, Webber sempre foi uma referência para Miranda, e um dos entusiastas para que a médica assumisse o cargo que um dia fora dele. Tivemos outros momentos importantes como a revelação de Amélia de que não pretende mais ter filhos, o que gera a mais nova crise na relação dela e Owen – definitivamente. Levando a médica – mais uma vez – a pedir abrigo na casa de Meredith, ajudando na construção do atual drama da temporada já que o passado de Jo parece ter perdido força sem nem mesmo ter aparecido. Trazendo assim as nuances do bom e velho drama de Grey’s Anatomy.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Marden

Nascido no planeta Krypton,caiu na terra,teve os pais assassinados,foi mordido por uma Aranha Radioativa,ficou congelado décadas e quando voltou construiu uma armadura high-tech. Esse sou eu.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries