Posts Populares

Grey’s Anatomy – S15E03 – Gut Feeling

Por que Vikram Roy AINDA está na série? Fica o questionamento.

Mais uma semana de Grey’s Anatomy, e mais uma semana em que nos indagamos o motivo do Roy ainda existir no Grey-Sloan. Quando ele começou a errar com frequência e quase foi demitido, imaginei que ele seria uma Kepner 2.0, mas não sei se esse ainda pode ser o objetivo dos roteiristas. Vocês lembram que a April, assim como ele nesse episódio, acabou matando uma paciente por não ter examinado-a direito? Me lembro como se fosse ontem: ela não examinou especificamente a garganta da moça, que tinha inalado muita fumaça, e ela acabou morrendo. Imaginava eu que o Roy seria reintegrado ao hospital e se tornaria um intern exemplar, mostrando que merecia participar do programa, mas não é isso que ele vem fazendo.

Não estou aqui para passar pano para o Alex: ele está claramente se esforçando para ser um chefe decente, mas o paciente do Roy não teria morrido se o Alex tivesse feito o trabalho dele, e o Roy não tivesse tido que correr pelo hospital o dia todo apagando incêndios e lembrando o Karev de tudo que ele estava deixando passar. A inépcia do Roy realmente é algo irritante, porém ele não merecia uma demissão daquela forma, muito mais logo depois de ter perdido um paciente de maneira tão traumatizante. Esse tipo de coisa acaba com a vida de uma pessoa.

O único momento de glória do Karev neste episódio: mandar o Richard sair da sala de cirurgia. Alguém precisa PARAR Richard Webber, com urgência! Pelo andar da carruagem, eu diria que existe 90% de chance de ele ter uma recaída em breve, e quanto mais se aproxima este momento, mais difícil está se tornando trabalhar com ele. Esse rancor pela Bailey não ter colocado ele como chefe interino, ele ficar o dia todo importunando o coitado do paciente pra que ele confessasse o alcoolismo, entre muitos outros momentos. Não sei se foi uma sensação geral, mas desde o primeiro momento eu soube que o paciente não era alcoólatra, e sim que tinha algum tipo de doença que fazia com que ele parecesse bêbado (salvo engano, já teve um caso assim em House, M.D.).

E Jackson deixando o hospital absolutamente do nada? A própria definição de aleatório. Espero MUITO que não seja uma forma de preparar o terreno para o ator deixar a série nesta temporada, mas não me surpreenderia se fosse esse o caso. Jackson é um dos personagens pilares da série há muito tempo, seria muito triste termos que continuar sem ele. Maggie foi um anjo com uma paciência enorme numa situação tão difícil: outros personagens teriam ficado o dia em casa, chorando, ou no bar enchendo a cara. Ela perdeu um pouco a linha na sala de cirurgia, mas isso foi pouco considerando o choque absoluto de o seu namorado de meses simplesmente sumir no mundo e não te contar antes, logo depois que vocês dizem um ao outro que se amam. Mas se for pra ele voltar acreditando em Deus ou no universo agindo ou qualquer outra coisa, melhor sair mesmo, porque terão DESTRUÍDO um personagem perfeito.

Cece e Meredith é a sisterhood que não sabíamos que precisávamos. Cece perceber quem é a Mer, ou melhor, quem ela NÃO é (uma pessoa que compartilha seus sentimentos e sua vida facilmente) foi um avanço enorme, e eu sinto que ela está cada vez mais perto de achar seu amor end-game. Quando Cece morrer, o que é bastante provável considerando que um transplante não será nada fácil, vai deixar enormes saudades.

E, por fim, o romance do Schmitt com o novato Dr. Nico vai mais do que devagar. Essas bocas aí só ficam de lenga-lenga ou também beijam?

gostou da matéria? deixe um comentário!

Isabella Oliveira

Poderia estar matando ou roubando, mas provavelmente levaria pouquíssimo jeito para a coisa, daí eu faço Direito. @brockhxmptxn no Twitter.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu