Posts Populares

Grey’s Anatomy – S15E07 – Anybody Have a Map?

Um episódio com carinha de “algumas-temporadas-atrás”.

O arco principal deste episódio girou em torno da enfermeira Frankie, que nunca tinha tido muito destaque na série, mas que entendemos aqui que é a chefe dos enfermeiros e com certeza uma das pessoas mais queridas do hospital. Frankie estava grávida de 28 semanas, e um problema com seu baço acabou fazendo com que ela tivesse que ter um parto prematuro e, pouco tempo depois, morresse na mesa de operação. O bebê sobreviveu e está sob os cuidados de Alex e de todos os enfermeiros que eram amigos de Frankie, mas a sua morte impactou muito profundamente Richard, que já estava muito mal desde a morte de Ollie. Seu humor piora bastante quando a Catherine está longe, e ela tem viajado cada vez mais em decorrência da refundação da Harper Avery Foundation, que agora se chama Catherine Fox Foundation.

Esse foi com certeza o episódio mais “diferente” da temporada, aquele que mais se destacou por diversas razões. Uma delas é que somente cinco dos personagens principais participaram (Jackson, Maggie, Mer, Richard e Alex), outra foi a maior dramaticidade, o que não acontecia há algum tempo na série. Inclusive, este foi o primeiro episódio dirigido pessoalmente pela showrunner Krista Vernoff, e a escritora do roteiro, Elisabeth Finch, baseou em grande parte a história do câncer de Catherine na sua própria história de vida, considerando que ela mesma tem câncer ósseo.

Voltando à história, Catherine chama dois dos melhores médicos do Grey-Sloan, Koracick e Meredith, para prestarem consulta para o que eles vieram a descobrir ser o seu próprio tumor. Catherine possui um condrossarcoma em estágio 3, que é um tipo de câncer do osso extremamente difícil de se curar porque o tumor não responde a radiação. Koracick é um dos melhores neurocirurgiões do mundo, então se há alguém que pode operar Catherine sem deixá-la permanentemente tetraplégica, provavelmente é ele. Mas a esta altura do campeonato ainda não é possível chutar se ela vai conseguir sair dessa ou não.

Richard tomou a decisão mais correta e, logo após a morte de Frankie, foi a uma reunião do AA para manter sua sobriedade. Lá ele ouviu uma mulher contando que tinha visto um bar com uma placa do lado de fora escrito “fichas por shots”, o que significa que lá o dono do bar pegava a ficha de sobriedade das pessoas, contabilizada em anos, e dava bebidas de graça na mesma proporção de anos de sobriedade. Obviamente, isso é uma coisa ultrajante de se fazer, sabotando tantas pessoas que lutaram por literalmente anos para se verem livres do vício, sendo que muitas delas destruíram suas vidas e a vida de suas famílias em decorrência dele. Richard considera perder a sua ficha de oito anos de sobriedade, mas felizmente ele prefere destruir o bar com um taco de baseball e ameaçar o dono. É aqui que nos perguntamos: “E TÁ ERRADO?”, e a resposta é: para a lei, sim. E ele acaba preso. Meredith provavelmente vai tirá-lo da prisão no próximo episódio e eles terão que lidar com as sérias consequências deste ato, mas não posso fingir que fiquei triste. Acredito que todos tenham ficado orgulhosíssimos do Richard pela sua força de vontade em não beber, e o resto é resto.

O outro arco principal do episódio foi Jackson e Maggie finalmente discutindo a relação. Ambos se abriram em relação aos seus sentimentos após Maggie descobrir que Jackson anda conversando com duas mulheres sobre seus sentimentos, inclusive comentando coisas que ele nunca havia dividido com ela: Kate, que ele conheceu quando estava no seu período sabático, e April, sua ex-esposa.

Jackson foi incrivelmente honesto, inclusive sobre como ele não consegue não olhar para trás e perguntar o que poderia ter sido diferente se ele tivesse encontrado Deus ou uma força superior qualquer alguns anos atrás, e se isso não teria feito com que ele e April ainda estivessem juntos, criando sua filha como um casal. É justíssimo que ele se sinta assim e esteja sofrendo um pouco pelo futuro que ele poderia ter tido, porém, quando nos colocamos no lugar de Maggie, deve ter sido incrivelmente difícil ouvir essas coisas, mesmo que ele continue amando-a. Não sabemos se terá volta, mas considerando que este é um casal altamente odiado pelo público (NÃO POR MIM, mas pelo público no geral), é provável que os showrunners simplesmente tenham desistido de “Jaggie”. Saberemos nos próximos episódios.

Até o próximo!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Isabella Oliveira

Poderia estar matando ou roubando, mas provavelmente levaria pouquíssimo jeito para a coisa, daí eu faço Direito. @brockhxmptxn no Twitter.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu