Posts Populares

Grey’s Anatomy – S15E11 – The Winner Takes It All

Ain’t no mountain high enough.

Amigos, que episódio… que episódio. Me surpreendo cada vez mais como a série, mesmo depois de 15 temporadas, consegue manter seu nível e entregar episódios como esse, carregado de emoção, com trilha sonora e direção impecáveis. Só Grey’s consegue nos emocionar de um jeito que após acabar o episódio a gente só quer sentar em posição fetal e chorar, chorar e chorar.

O episódio se inicia nos mostrando o andamento do tratamento de Catherine, que descobriu um grave câncer na espinha. Como é um momento muito pesado para Richard, Meredith se oferece para ajudá-lo em qualquer coisa que ele precisar. Ele de certa forma recusa sua ajuda e a diz que já possui muita gente o ajudando e quem ela deveria de fato ajudar é seu pai, Tatcher.

Ela resolve então visitá-lo e o encontra muito doente, o que nos rendeu momentos muito tristes durante o episódio, como diversas menções a nossa querida Lexie, histórias do casamento de Tatcher e Ellis e, claro a D.R de pai e filha que não poderia faltar, né? Afinal, ele nunca fez questão de manter contato com a Mer e até então ela acreditava que ele havia ido embora, o que de fato aconteceu, porém nesse episódio ela descobre que ele voltou no velório de Derek e isso mexe muito com ela. Mas o que adianta ele abandonar tudo que está fazendo e ir no velório do marido da filha se nem falar com ela ele falou? Isso mesmo, nada.

Por fim, depois de um momento de quase confraternização, uma relação de pai e filha que teve várias segundas chances para dar certo se findou. Meredith perde outro ente querido e se consolida como a protagonista que mais se ferra, ô mulherzinha que sofre, viu. Eu, particularmente, nunca gostei do Tatcher, mas ele não merecia morrer e nem ela merecia passar por isso de novo. Mas a Shonda não perdoa né amigos? Meredith já tava há um bom tempo sem passar por alguma coisa e olha ai a vida batendo na cara dela de novo.

Seguindo, a cirurgia de Catherine rola nesse mesmo episódio e como sempre a série não consegue fazer nada sem fazer a gente querer sentar e chorar. No começo do episódio, Catherine havia comentado com Jackson que para se acalmar nas cirurgias ela cantava em sua mente uma música muito importante pra ela. Jackson então resolve, antes da cirurgia, colocar a mesma música pra tocar e todos dançam ao som de Ain’t No Mountain High Enough. E meus amigos, esse momento, essa letra, esse sentimento que a série nos transparece, é simplesmente incrível. A atuação dos personagens nos transmite muita verdade naquilo que estão fazendo, é como se Catherine e Jackson fossem mãe e filho de verdade e um momento como esse, apesar de singelo, é uma enorme prova de amor e afeto e não tem como se emocionar. No fim, apesar de não ter o câncer retirado 100%, Catherine sai da cirurgia viva e bem. O que é motivo pra gente comemorar, né? Grey’s não vai enterrar mais ninguém, amém. (espero que isso continue até o fim da temporada.)

Também tivemos outros momentos interessantes, como o começo de uma relação entre Tom e Teddy. Inclusive, foi uma das melhores coisas que aconteceram até agora nessa temporada. Eu já comentei em reviews anteriores que não suportava o triângulo Owen-Amelia-Teddy e esse casal pode servir de ponto final pra esse drama insuportável. Além disso, pudemos ver como médicos incríveis no fim são seres humanos como a gente e, apesar de fazerem feitos milagrosos, como nessa cirurgia da Catherine, eles morrem de medo de fracassar e se apegam a qualquer coisa que lhes faça bem. Tom e Amelia nos deram esse exemplo, e após terem sucesso na cirurgia, Amelia compartilhando isso no AA e Tom conversando com seu filho, encerraram o episódio de uma forma linda.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Erik Lacerda

Paulista, 17 anos, não bebo mas rola um cantinho do vale de vez em quando (ou é cantina? não sei). Amo comentar sobre tudo o que assisto porém nenhum amigo meu tem paciência pra me ouvir falando besteira sobre GOT, Grey's e How I met Your mother, por isso estou aqui.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries