Posts Populares

His Dark Materials – S01E03 – The Spies

Das garras dos Gobblers, Lyra encontra ajuda em fonte improvável, que a ajuda a juntar mais informações sobre seu passado e a manter-se a salvo do Magisterium.

A aflição pelo sequestro de Lyra pelos Gobblers foi resolvida no minuto inicial, quando vimos que os Gipcios conseguirem resgatar Lyra e a levar para uma de suas embarcações. Esse é o ponto inicial para Lyra reencontrar uma velha conhecida, Mãe Costa. Descobrimos sobre o passado de Lyra, que Mrs. Coulter é sua mãe e do caso que ela e Asriel tiveram no passado, da fuga dela com a criança, de Asriel ter levado a criança quando a mesma foi ameaçada de morte e do fato de Asriel ter matado o esposo de Mrs. Coulter para proteger Lyra. Nessa história toda, Mãe Costa foi a Gipcia que protegeu Lyra até quando ela pode e guardava esse segredo até reencontrar a doce menina.

O episódio trouxe um certo destaque ao Rei Ocidental dos Gipcios, Jon Faa que após conseguir ter Lyra e juntar mais algumas informações decide levar os melhores gipcios para o Norte em busca das crianças sequestradas. Um dos elementos que ele pensa em usar é habilidade de Lyra de ler o aletiômetro e junta a possível ajuda que ele busca das bruxas ele acredita que terá o necessário para derrotar os Gobblers. Aliás que cena maravilhosa foi essa, o brilho do olho da Lyra, o espanto e todo aquele momento criado, preciso elogiar a Dafne Keen mais uma vez por ter conseguido captar a essência da Lyra tão rápido.

Outra atriz que vem arrasando é Ruth Wilson com sua maléfica doce Mrs. Coulter, a mulher consegue ser má, bad ass e ao mesmo tempo ter classe, a linha entre a calma e o surto é muito fina para Mrs. Coulter. O que mais me chocou foi ela não ter percebido que o aletiômetro estava o tempo todo com Lyra (não me recordo se é assim nos livros) e ao vermos ela em ação com Benjamin e depois usando aquela vespas eletrônicas proibidas pelo Magisterium para descobrir a localização de Lyra, só deixaram claro que limites não existem para ela.

Além desses núcleos, Lorde Boreal cruzou a barreira e foi ao outro mundo e aparentemente ele segue tentando descobrir mais pistas sobre o possível dono daquela cabeça que Lorde Asriel trouxe a Faculdade Jordan no primeiro episódio, o mistério por conta disso segue forte e estou adorando isso. Aqui vai um elogio, ao mesmo tempo que eles dão algumas respostas eles deixam os possíveis fãs loucos sem saber o que vai acontecer e criam espaços para quem não leu os livros criar teorias e tudo mais, estou achando que o ritmo e a forma cronológica dos fatos tem sido um acerto a mais até aqui.

O final do episódio coloca os gipcios após aquela reunião simbólica e de certa forma bonita a caminho do Norte e confesso que o encontro com Serafina já está me deixando ansioso! His Dark Materials segue sendo um dos grandes acertos da Fall Season de 2019/2020.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

A indie/gótica do @PanelaDeSéries! Paulista, canceriano, 27 anos de dores na coluna, faço Doutorado em Biotecnologia e vivendo pelo mundo. Me chama para beber @ e vamos falar de série, falar de Imagine Dragons e Lana Del Rey, falar de signos, falar de ciência e xingar os fascistas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries