Sem dúvidas, o melhor episódio dessa segunda fase!

Antes de mais nada, gente mil perdões pelo atraso. Esse fim de semana foi cheio de coisas pra mim, mas vamos ao que interessa… How To Get Away With Murder!

Tá vendo o que acontece quando decidem deixar a enrolação de lado e a partir para os pontos que realmente interessam? É assim que se faz um episódio maravilhoso!

z4

Já começamos o episódio com o Connor voltando com o rabinho entre as pernas, pedindo pinico pra Annalise para ajudá-lo a se safar das ameaças do Philip. Esse Keating 5 anda muito mal agradecido ultimamente, parecendo um bando de adolescentes rebeldes a beira de um ataque de nervos. Só a Annalise pra jogar realidade na cara desses meninos e fazê-los colocar a cabeça no lugar mesmo.

Bom, aparentemente o Philip havia gravado vídeos de Michaela, Laurel, Wes, Connor e Asher fugindo da mansão tarde da noite, o que os colocaria na cena do crime e estava ameaçando-os a entregar o vídeo para a polícia, em troca de seu silêncio o mocinho queria nada mais, nada menos do que 1 milhão de dólares! Annalise precisava arranjar uma maneira de se livrar desses vídeos… Ou do Philip.

Por alguns momentos cheguei a pensar que a Annalise tinha desistido. Principalmente quando ela mandou os meninos utilizarem sua “última” noite para fazer algo que os deixassem bem, e ela mesma marcou um jantar com Nate. Mas o fato é que, Annalise é a mulher mais inteligente desse mundo, e até quando está sem ideias, ela sabe as pessoas certas que tem que procurar por “inspiração”. Após explanar todo o acontecido para Nate, o detetive a aconselha a fazer… Nada. Isso mesmo, os vídeos gravados por Philip não mostram data ou hora, e além do mais, ele gravando aquelas coisas o colocaria na cena do crime.

z3

E enquanto Annalise, Asher, Connor e Michaela cuidavam da questão Philip. Laurel e Wes estavam em Ohio, em busca de respostas sobre os arquivos que Annalise deixou na porta do Wes, o caso Mahoney.

Finalmente descobrimos qual era a real ligação entre Annalise e a mãe do Wes, e mais… Descobrimos qual a ligação dela com o caso Mahoney. Rose seria testemunha de defesa de Charles Mahoney (que estava sendo acusado pelo homicídio de sua noiva, espancada até a morte). Ela alegaria ter visto Charles na empresa, na noite da morte de sua noiva. No entanto, no dia do julgamento Rose não compareceu à corte, e pior, aparentemente ela estava sendo chantageada ou algo do tipo pela família Mahoney para mentir e salvar a pele do empresário.

z2

Logo, Wes tratou ligar os pontos nessa história toda, chegando a conclusão de que: provavelmente a família Mahoney havia matado Rose, Annalise sentiu-se culpada de certa forma e quando o viu entrar para sua turma de Direito tentou recompensá-lo, abriu mais uma vaga em sua equipe para colocá-lo, e por sentir que tinha essa dívida com ele, o protegeu, até quando ele matou Sam.

Bem, essa era a conclusão pessoal dele. Mas ainda faltava provar que a morte de Rose não havia sido suicídio. Logo, Wes e Laurel partiram para mais uma busca. Desta vez foram atrás dos papeis e laudos relacionados ao suicídio de Rose.

E foi aí que a merda ficou séria! Laurel encontrou um papel que apontava Wes como principal suspeito pela morte de sua mãe! Obviamente, ela escondeu esse papel do rapaz e para não confundi-lo ainda mais, não lhe disse absolutamente nada sobre isso.

z5

Assumindo todo o controle da situação, Laurel partiu para confrontar Annalise! Deixando-nos SUPER ansiosos para o próximo episódio, socorro!

Z1

Luana Medeiros
Luana Medeiros

Recifense que se importa absolutamente nada com o que pensam a seu respeito, amante e defensora dos animais, completamente apaixonada por Maroon 5 e cheirinho de livro novo. Especialista em festas de um só e cantoria no chuveiro.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: