A revelação de mais um mistério!

HTGAWM segue com seus vários mistérios e com a pergunta que não que calar desde o primeiro episódio: “Quem matou Odete Roitman Quem seria o personagem encontrado morto durante o incêndio na casa de Annalise”? Cada episódio nos trouxe a revelação de um mistério e a certeza de alguns nomes que não seriam o corpo incendiado, até agora sabemos que o corpo se tratava de um homem e que esse corpo não se trata de Asher, já que ele apareceu no último episódio vivinho da silva e sem nenhum arranhão. Nesse sétimo episódio dois mistérios foram matados de uma vez só, já que ao revelar mais um personagem vivo após toda a tragédia, o mesmo sobrevivente foi o filho da puta responsável pelas acusações que levaram Annalise para prisão. Dito isso, sem mais spoilers, vamos partir para a nossa tão amada review.

O sétimo episódio retrata as duas semanas antes da tragédia, já de cara confirmamos que Annalise foi presa acusada de ser a causadora do incêndio em sua própria casa, acusação aliás feita por uma fonte anônima. De volta para as cenas antes do incêndio, Wes finalmente presta testemunho para a polícia e como de costume faz mais uma de suas cagadas ao afirmar que viu seu meio irmão na cena do crime, uma mentira totalmente desnecessária uma vez que ele sabe o verdadeiro autor do crime e sabia que o acusado poderia ter um bom álibi que poderia deixá-lo em maus lençóis. Pensando da mesma forma que eu, Annalise o alerta sobre a burrada que fez. O relacionamento entre Wes e Laurel vem se desenvolvendo, ao menos fogo para eles não falta, hahaha, eu até gosto do casal, acho sim que eles tem química, o problema é que nada vai super Laurel e Frank ou Wes e Rebecca, uma vez que longe do Frank a personagem da Laurel cresceu bastante, já o Wes sem a Rebecca tornou-se um personagem totalmente chato e perdido, bem interessante esse efeito contrário neles. Sobre a paternidade do filho de Laurel, realmente faz sentido o Wes ser o pai da criança, já que eles começaram a transar 3 semanas antes do ocorrido, porém ainda acredito ser Frank o verdadeiro pai da criança.

7-1

Falando sobre os Keatings, na última review que fiz eu reclamei bastante da falta de destaque deles nessa temporada, porém do penúltimo episódio pra cá, eles tem crescido bastante e saído de seus plots bem chatinhos. Nesse últimos episódios eles tem contracenado mais com Annalise e também tem estado envolvidos nos momentos de destaque dos episódios. Falando da vida amorosa deles, Connor finalmente consegue ficar com Oliver depois que esse leva um fora escroto por conta dele ser soropositvo, Connor se mostra compassivo, o que não era de se esperar daquele cara da primeira temporada bem egoísta e promiscuo, já o Asher e Michaela seguem cada vez mais juntos e apaixonados, ele sendo sempre o bobão que nos rende momentos hilários nos episódios e ela com seu jeito delicado como um cactus. Nesse episódio, todos os cinco Keatings tiveram a chance de soltar os cachorros para cima de Annalise, detalhe que foi a própria advogada que sugeriu isso. Essa cena foi importante que percebemos que cada um deles “odeiam” ela por um motivo diferente, mas o que mais me chamou atenção foi Laurel. Enquanto todos a puniam pelos crimes, Laurel a criticava e se mostrava bastante chateada com advogada por conta da falta de confiança que tinha nela e parando para analisar, realmente Laurel sempre se queixou disso e sempre tentou provar o contrário. O único que não falou nada, foi o Wes, aliás nem podia né? Porque tudo começou por um crime que ele cometeu e só chegou nesse estado por conta do sentimento de remorso que Annalise tinha por ele, o protegendo de tudo e de todos.

7-2

O caso judicial desse episódio foi a referência do título do episódio, tratava-se da acusação de uma mãe contra três filhos que supostamente queriam assassiná-la. Confesso que já tava pronto para criticar o grande espaço que o caso teve no episódio, mas no fim achei que foi até necessário e gostei da conexão que teve com o episódio. Depois da chuva de ofensas que levou, Annalise consegue encontrar a solução do caso, através do seu próprio sentimento de decepção e ingratidão, ela concluiu que na verdade a própria mãe se envenenou para assim punir seus filhos. Descoberto isso, Annalise entrega o caso de bandeja para Laurel que o defende brilhantemente e assim criando um laço de mais confiança e intimidade entre elas.

7-3

Falando sobre Annalise, essa tem trocado seu vício de álcool por guloseimas, todo esse esforço para não perder novamente sua licença. Uma cena que me chamou atenção foi o discurso feito pela Soraya, falando sobre o seu vício com o álcool. Não acreditei muito nela não, apesar de comovente, acho toda a história muito conveniente para ganhar a confiança da Annalise,  talvez a história seja até real, mas essa presidente tem cara que ainda vai aprontar bastante. Bonnie vem tentando reconquistar a confiança dela depois do incidente com Frank, aliás esse a procura novamente depois de ter abandonado, mas a loirinha parece que aprendeu a lição e o expulsa da sua casa e da sua vida também pelo jeito. Aproveitando o gancho, Frank pouco falou no episódio, mas apareceu em momentos bem importante como na casa de Laurel quando a mesma estava se pegando Wes e depois aparece novamente lá depois de ser enxotado por Bonnie, aliás Laurel levou aquele tremendo susto, ansioso estou para primeiro saber se Laurel foi pra cama com ela duas semanas antes do incêndio e nos deixar naquele clima de dúvida ou se ela vai dizer pra ele que está grávida e por isso que o procurava tanto, assim resolvendo o mistério.

7-4

Nos momentos finais do episódio, Laurel acorda do coma desesperada e é acalmada por Meggy, por algum motivo Laurel está bastante preocupada com Wes, chegando a escrever seu nome num bloquinho de papel. Depois dessa cena, acho que muitos pensaram que Wes era o corpo encontrado morto no incêndio, mero engano, na verdade o Wes está bem vivo e para o espanto de todos, foi o próprio que denunciou a Annalise para polícia em troca de imunidade. A princípio eu xinguei bastante Wes, mas pensando bem depois, tudo pode ser mais um dos esquemas tramados por Annalise. Relembrando os episódios anteriores, Bonnie falava com alguém no telefone e ali todos acreditávamos que seria o Frank, mas depois desse episódio acho difícil ser ele, outro ponto importante é que a Bonnie tem se mostrado bastante tranquila durante toda essa tragédia, por fim acredito que se realmente Wes fosse esse FDP traíra, eles deixaram esse plot pro episódio 9 e não revelar já agora. Faltando apenas duas semanas para o hiatus da série, os dois episódios seguintes prometem vim recheados de revelações bombásticas, por enquanto Frank, Connor e Nate são os possíveis nomes para o corpo encontrado morto no incêndio, ainda bato na tecla que acho que é Nate, mas o Frank acho que é o nome que faria sentido até o momento.

7-5

Veja a seguir a promo do próximo episódio de How To Get Away With Murder.

Bem, por enquanto é isso pessoal! Espero que vocês tenham curtido a review e continuem ligado nas nossa publicações. Até a próxima review, um abraço!

Michel Araujo
Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.
Deixe-nos um comentário!
  • Leeooziinho Santos

    Nossa como esse episódio foi bom. Do caso que foi relatado no episódio até as revelações, tomei um susto quando eu vi o Frank pela primeira vez na casa da Laurel. Agora fica difícil de saber quem é o pai do bebe da própria, porque pelo menos na prévia que você postou Michel, não mostra muita coisa obviamente. Agora quando eu vi que tinha sido “uma fonte anônima” que denunciou a Annalise, eu tomei um susto sabendo que era o Wes e agora eu fiquei feliz por ele não ter morrido no incêndio, porque ele ainda tem muito para mostrar na série, já pensando como o Wes acusa a Annalise pelo incêndio ???.
    E agora o ciclo está se fechando e eu continuo com medo da pessoa que tenha morrido no incêndio e esperando que seja o Nate. Mas tudo pode acontecer !!!!!!!!!!!!!

  • Bruno

    Acho que o ex-peguete do Oliver vai voltar atrás dele pra tentar ficar com ele.
    Eu odeio esse Wes não importa o que ele faça.

%d blogueiros gostam disto: