Posts Populares

Kidding – S01E06 – The Cookie

“You’re Santa for real, and that’s like Santa at the mall.”

Às vezes eu me pego elogiando Kidding sozinho, em frente ao espelho, me indicando a série HAHAHA É que eu penso nas reviews e como vou elogiar de um jeito diferente, porque já falei que a série é sensível, delicada, aborda temas pesados de forma sutil e consegue ser um refresco em meio à nossa realidade conturbada e em meio à diversas séries de fantasia. É aquela série que você não cansa de assistir, que fica na expectativa por cada episódio, esperando mais uma surpresa de Jim Carrey ou do elenco maravilhoso.

E já vou começar falando dessa frase que resume o episódio. Tem tempo que Jeff se sente substituível, seja por sua família, seja em seu próprio mundo de Mr. Pickles. Fato é que ele não aguenta mais isso, e quer botar um fim nisso tendo uma conversa franca com a patinadora que faria seu papel no gelo. Só que antes disso, ele tem uma conversa muito sincera com uma garotinha, que mostra bem que na nossa cabeça de adulto as coisas são muito mais complicadas do que na das crianças. As nossas preocupações são fortes demais, são pesadas demais, e nem sempre precisamos trata-las assim. É engraçado ver como a menininha consegue discernir o Mr. Pickles real do Mr. Pickles interpretado no gelo, do boneco. E mesmo ela não curtindo a voz do Jeff real, ela enxerga que ele é o cara, e isso o faz sentir esperança, de que faz a coisa certa.

O episódio começa já mostrando o contraponto da vida né: algo bom acontece de um lado pra algo ruim acontecer do outro. Foi assim que Will e seus amigos conseguiram escapar de explodir a casa com o gás lá vazando, e no fim das contas a notícia ruim veio pra Vivian, que viu que seu tratamento não estava surtindo efeito. Antes de aprofundar em Vivian, uma das protagonistas do episódio, vamos falar de como esse evento mexeu com Will. Ele viu que sua vida estava a um fio de cabelo, que deveria parar de reclamar, de se rebelar, e fazer sua vida acontecer, por ele e por seu irmão. Apesar de a forma dele fazer isso não ser das melhores, ele tomou uma atitude pra honrar o irmão, e isso já dá uma perspectiva diferente pro personagem, que até então é um pé no saco.

Pois bem, receber notícia ruim nunca é fácil. E dar conselhos pra alguém que recebeu a tal notícia é mais difícil ainda. Jeff se vê nessa situação quando precisa dar forças à Vivian. Ele quer que ela tenha fé na vida, que siga tentando, que não perca a esperança, mas desde o começo Vivian parecia uma pessoa conformada, e assim como Jeff ela via tudo de forma limitada, com prazo de validade. Mas estamos falando do Mr. Pickles, e ele não vai deixar a esperança dela se esvair. Tanto que ele pede pra Dee Dee que faça uma boneca nova pra ele, com um suéter dela, e no fim das contas ele faz um show completo pra ela, emocionante, cantando e mostrando que precisamos de esperança, precisamos de firmeza, de fé na vida, que mesmo tudo sendo efêmero, a gente deve aproveitar os momentos e as oportunidades, como a chance de ela fazer um tratamento e conseguir mais tempo de vida. É mais um grande momento da série!

Outra protagonista do episódio foi Dee Dee. Primeiro vemos como ela está despedaçada e depois vemos o retrato dela na sua mãe, que havia partido quando criança. No fim das contas, ela enxerga que está se tornando algo que não queria, gritando com a filha, tendo problemas no casamento, afastando o irmão que tanto ama… Felizmente ela ainda tem muito da velha Dee Dee dentro dela, e possivelmente com o apoio de Jeff conseguirá dar a volta por cima. Assim como ela também o ajudará quando ele perder Vivian, quando estiver nos momentos ruins. A relação dos dois é muito bacana, mas infelizmente temos um pai no meio minando tudo. E deu pra notar que esse pai ainda sofre com a ausência da esposa, da mãe dos filhos. No fim das contas, o episódio mostrou um pouco dessa personagem que ainda está nas sombras, mas que pode vir a se tornar importante em um futuro próximo.

Pra encerrar, uma das metáforas bacanas do episódio foi Jeff “matando” o periquito. Apesar da crueldade, mostra bem o que ele representa: aquela pessoa que vai acabar com tudo de ruim que tem no mundo, inclusive um periquito malcriado. Em contraponto, vemos Jeff acabando com o sonho de Tara de representa-lo, pois ela mesmo diz que as pessoas gostam mais dela quando ela é o Mr. Pickles. Só que ele deve ser o único Mr. Pickles amado no país. Estaria Jeff cultivando sentimentos egoístas, mesmo que ainda pequenos?

Talvez Você também goste de...

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries