25 de fevereiro de 2016
LOVE – S01E07 – Magic

Wow.

A mágica do amor acontece, e Gus e Mickey tem sua primeira vez juntos. Finalmente tivemos um episódio onde podemos aproveitar os dois protagonistas juntos inteiramente, em um date – algo que já percebemos não ser o território de Gus. O cara é um terror nessas situações! E não seria diferente aqui – ainda que este tenha sido bem menos pior do que o date com Bertie.

A relacionamento deles aqui se desenvolve juntamente a este date repleto de truques de mágica, e o humor domina. Mickey esta bem cética e desde o inicio deixa bem claro que não gosta e não se impressiona com truques de mágica, o que Gus ignora completamente. Quando as coisas saem do controle, o date passa por perrengues e acaba terrivelmente – o que convenhamos, tinha tudo para ser assim.

LOVE 7.1

Interessante ver o contraste tão bem desenvolvido entre os personagens: Mickey obviamente não joga pelas regras e é dona da própria diversão, enquanto Gus tem aquela força que o faz seguir pelo caminho certo não importa o que aconteça. Por isso, quando o date sai do controle das mãos de Gus – conforme o que ele havia planejado – ele muda completamente de cena, e sua insegurança passa a dominar por completo.

O episódio ainda tem mais um conflito: Mickey e seu vibrador. Isso certamente feriu Gus, que já sabemos ter problema com sua auto estima, mas agora vai ter esse grande pepino (ui) para resolver nos próximos episódios. Obviamente isso não agradou Gus! Acredito que não foi uma jogada muito esperta de Mickey, poxa logo na segunda vez já trazer um brinquedinho pra cama. E com alguém como o Gus? Você não sabe ler as pessoas, guria???

Em mais um episódio de boa qualidade, LOVE está indo muito bem, e agora caminha firme para iniciar o término de sua primeira temporada. Se começou capenga, agora tem ritmo e muita consistência. Penso que esse é um padrão de muitas séries da Netflix, afinal outras produções que acompanhei também tem essa característica, como por exemplo Grace and Frankie – começo morno, mas um bom desenvolvimento após os episódios iniciais.

Amei: muito tempo em cena de Gus e Mickey juntos, fofos. Eles são muito queridinhos juntos.

Faltou amor: a edição está bem fraca. Cenas simples, como quando estaciona o carro atrás de outro, muda o corte e o carro esta estacionado em um lugar vazio fazem perder a credibilidade da série. Contrata eu como continuista ai, poxa, eu cuido desses detalhes.

Fernando Zingler
Fernando Zingler

Gaúcho, engenheiro, mestre em Engenharia de Transportes. Ama Zelda, Pokemon e vôlei, e é apaixonado por séries e músicas em geral. No Panela, assim como na vida, fala coisas aleatórias sobre comedias românticas, tipo Modern Family e LOVE, e eventualmente participa da cobertura do The Voice.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: