Posts Populares

Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. – S06E02 – Window of Oportunity

Esse episódio foi interessante por algumas coisas, mas a série segue firme e forte em não revelar quase nada.

Depois do retumbante fracasso do episódio anterior, tanto pela morte do Agente Fox quanto pela descoberta de que alguém que parece muito com o Coulson é o líder desse esquadrão que veio de outro lugar, a equipe da S.H.I.E.L.D. senta pra lamber as feridas e decidir o que fazer em seguida. Ninguém sabe de muita coisa, pra variar, mas a vontade de fazer algo existe. E, muitas vezes, isso é o mais importante.

O Sarge, que tá usando um dos piores óculos que eu já vi alguém usar na vida mas, ao mesmo tempo, ficar bem com ele, tá dirigindo o caminhão muito louco deles enquanto eles tão atrás de alguma coisa que faça funcionar a arma gigantesca que eles têm. E aparentemente é algo relacionado com pedras preciosas, ou, como eles chamam, de PEG. Quase no final do episódio a gente descobre o que essa sigla quer dizer – Piezoeletric gems no inglês ou Gemas pizoelétricas no nosso bom e velho português. Basicamente, são cristais que são naturalmente polarizados e podem gerar carga elétrica sob pressão. Quartzo e topázio, basicamente, aquelas que servem pra “viver da minha arte” nas praias do Brasil. Pra nós, elas têm valor estético, mas pra eles elas valem bastante, inclusive mais do que diamantes ou qualquer outra joia que uma joalheria possa oferecer. Além disso, é bem interessante pensar na forma como eles se locomovem. Se eles conseguem viajar entre dimensões (ou planetas, isso não tá exatamente definido), eles conseguem usar a tecnologia pra criar portais entre objetos sólidos.

Mas agora que não tem Coulson, não oficialmente, a série é da May. É ela quem descobre que o caminhão fica invisível, é ela quem derrota três membros da equipe inimiga, inclusive o brutamontes que tem quase o dobro do tamanho dela. Ao mesmo tempo, é ela quem precisa lidar com todas as barras que vêm junto de ter um vilão que é igual ao cara que ela amou até a morte. E quando eles ficam cara a cara, ela e o Sarge, e ela fala Coulson, até o grandão da equipe consegue perceber que ele travou. Embora ele não saiba o que esse nome quer dizer, ele sabe que é algo que é familiar.

Enquanto isso, num desperdício de personagem, o Fitz e o Enoch tão numa nave controlada por alguém malvado que quer matar eles porque o Fitz é humano. Naturalmente, ele tem uma ideia genial pra resolver a situação e conseguem impedir o grande mau. Não é nada muuuuuito excepcional, mas funciona. O cliffhanger do episódio é eles indo embora com a nave pra outro planeta e a nave intergalática da S.H.I.E.L.D. chegando lá, com a Jemma dizendo “ele está aqui”.

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Rafael Augusto

Um hiperativo que não sabe viver sem ler, escrever, ouvir música, ver séries e filmes, geralmente tudo ao mesmo tempo. Fã de ficção científica, suspense, Stephen King e histórias em quadrinhos.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries