Posts Populares

Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. – S06E03 – Fear and Loathing on the Planet of Kitson

Eu adoro demais episódios fillers

Se fosse definir esse episódio em uma palavra, eu poderia usar “diversão”. Se fosse optar por duas, seria “diversão inútil”. Porque, veja só, foi basicamente isso que o pessoal de MAoS apresentou pra gente. Porém, eu não acho que isso tenha sido algo necessariamente ruim.

Basicamente, o episódio foi voltado pro pessoal que tá no espaço, ignorando um pouco os problemas terrenos. Seguindo uma intuição digna de Interstellar, a Jemma sente que o Fitz tá em um certo sistema e leva toda a nave, e a equipe junto, em busca do parceiro dela. Naturalmente, tudo dá errado num primeiro momento, num segundo momento e num terceiro momento também. Elas descobrem que tem mais gente procurando o Fitz, e essa outra pessoa parece ser alguém bem perigoso, que inclusive sabe de toda a questão temporal envolvida na história.

Enquanto isso tudo acontece, o Fitz e o Enoch tão tentando a sorte no cassino do planeta que dá nome ao episódio, visto que perderam tudo e tão cada vez mais distantes de conseguir corrigir o curso da linha temporal. Porém, tem aquela coisa, o Enoch é um tipo de androide, então toda a parte de calcular cartas e prever o que vai acontecer é algo que ele faz sem muitos problemas e eles até conseguem ganhar alguma quantia considerável de dinheiro. Porém, ele ainda é um androide, e falta toda a maldade humana, e não demora muito pra um cara sacar o que tava rolando e levar tudo que eles tinham conseguido juntar, usando a maravilhosa arma do BLEFE.

Mas o ponto alto do episódio, sem sombra de dúvidas, é o momento meio drogado/alcoólico da Jemma e da Daisy. A cena toda não tem propósito algum a não ser o bom e velho filler e não é algo necessariamente ruim. Ver a certinha da Jemma sob efeito de substâncias já vale o episódio todo, sabe. É forçado? Um tanto quanto. Mas a gente finge que não tá vendo isso e segue em frente, porque sabe que a felicidade não vai durar tanto. E, falando nisso, depois de muita confusão, ela até encontra o marido, mas o encontro todo dura não mais do que 2 segundos. O cara malvado aquele, que é da mesma “espécie” que o Enoch, aparece do nada e some com o Fitz, pro nada de novo.

Ah, na Terra o Sarge tá jogando uma luz pro céu e vendo uns pontos coloridos.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Rafael Augusto

Um hiperativo que não sabe viver sem ler, escrever, ouvir música, ver séries e filmes, geralmente tudo ao mesmo tempo. Fã de ficção científica, suspense, Stephen King e histórias em quadrinhos.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries