Um episódio com pouco foco em Kilgrave. Na verdade, tudo que aconteceu no episódio foi em decorrência do vilão, mas este foi pouco explorado em cena. Pudemos vê-lo ganhando dinheiro em uma mesa de pôquer e então usando o dinheiro pra comprar uma casa. E a surpresa ao descobrir o endereço da casa? Se bem que eu já desconfiava que os endereços que Jessica sussurrava quando lembrava de Kilgrave eram de onde ela havia crescido. Tudo confirmado quando o vilão arranca o papel de parede. Qual o interesse dele com isso, eu não sei. Mas que tem coisa aí, tem.

O tema principal do episódio foi Luke caçando o irmão de uma “conhecida”, uma vez que a tal mulher traria novas informações sobre a morte de sua esposa. E Luke pediu logo a ajuda de Jess. Assim fica difícil ajudar, não é? Os dois rodaram atrás de informações por toda a cidade, inclusive mostrando uma New York não tão escura e assustadora. No fim, descobriram que Antoine (o irmão sumido) havia usado o dinheiro que devia aos agiotas para começar uma produção de maconha. Quer pessoa mais sem noção? Com o irmão da moça salvo, Luke descobriu que o motorista do ônibus que teoricamente matou sua irmã estava bêbado na noite do acidente. Ele vai atrás do coitado e quase o mata, não fosse Jessica chegar e contar (finalmente!) toda a verdade para Luke. Claro, o cara desabou e perdeu toda a confiança em Jessica. Isso vai render lá pros últimos episódios da temporada, quer ver?

Untitld 1

Na cadeia, Hope apanhou (e apanhou feio). Mas foi ela que pediu pra apanhar. O motivo: está grávida e quer abortar. Eu não entendi muito bem quem é o pai, se seria Kilgrave ou alguém da prisão. Acho que é isso que Jeri também quer descobrir, pedindo pra examinar o feto abortado de Hope. Ah, ela não conseguiu o aborto pelo espancamento, foi Jessica quem deu uma pílula a ela. O pessoal antiaborto pira!

Untitl 1

Ainda tivemos Luke descobrindo tudo (ou quase tudo) sobre Kilgrave, graças a Malcom. Este, a propósito foi ao grupo de apoio às vítimas do vilão e desabafou um pouco. Ele pode vir a se tornar um aliado importante. No mais, nada de Simpson e nada de Trish nesse episódio. Veremos os próximos!

Não deixe de conferir as outras reviews de Jessica Jones.

gerson

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: