Um episódio de perder o fôlego, premiado com um final que deixou um gancho ótimo pros últimos episódios da temporada. Após Jessica prender Kilgrave (ou Kevin), muita coisa aconteceu até que ela conseguisse provas pra inocentar Hope. O melhor episódio da temporada até então!

O episódio já começa com Jessica invertendo o jogo mental de Kilgrave, deixando ele na palma de sua mão. As coisas ficam mais tensas com a adição de Jeri ao local que o vilão está preso. Alguém além de mim jurou que a advogada ia estragar tudo mesmo? Foram momentos tensos. Trish também apareceu e ajudou Jessica em muita coisa. A heroína, aliás, quase perdeu a cabeça com Kilgrave. Sorte que ela tinha suporte e foi parada.

Untitle 1

Trish consegue salvar Simpson, que é atendido por um tal Dr. Kozlov, que tem pílulas que fazem sabe-se lá o que. Teve mais drama de Jeri, Wendy e Pam, mas nada que valha perder o nosso tempo aqui. Sinceramente, ainda não vi a utilidade desse plot na história. Seria pra fazer a história parecer mais crível? Pra mim, só fez ficar mais chata.

Jessica segue na empreitada de arrancar algo de Kilgrave pra defender e inocentar Hope. Pra isso, ela descobre o nome dos pais do vilão e vai atrás deles. Uma vez descobertos, eles contam toda a verdade sobre Kilgrave, incluindo que os tais experimentos foram pra salvar a vida dele, sendo que ele tinha uma degeneração cerebral que o mataria até os 12 anos. Assim, os pais se sentem feridos pelo filho, mas também culpados por ele ter se tornado quem é. Não foi tão difícil pra Jessica convencê-los de ajuda-la.

Aqui tenho que elogiar a série, que consegue nos fazer sentir pena de Kilgrave e depois ódio, e repulsa e tudo o mais. É o típico vilão que amamos odiar!

Por fim, Jessica convence um detetive a vir até o local (numa emboscada, é claro) pra testemunhar do que Kilgrave é capaz. A mocinha coloca os pais do vilão lá dentro, e por um momento achei que o plano dela tinha falhado. No entanto, ela consegue fazer com que todos observem o que ele é capaz de fazer (inclusive, a câmera grava tudo). O problema é que no meio disso Kilgrave faz sua mãe se matar e seu pai quase vai na mesma, não fosse Trish e Jessica intervirem. Trish ainda é obrigada pelo vilão a atirar em si mesma (sorte que as balas na arma haviam acabado).

1

Por fim, Kilgrave fugiu, mas deixou Jessica com uma pontinha de esperanças: quando ele fugia, ela o agarrou e ele ordenou que ela o soltasse. A ordem não surtiu efeito na heroína, o que pode ser uma vantagem pra ela, desde o assassinato de Reva. É ver pra crer e esperar os próximos episódios.

Não deixe de conferir as outras reviews de Jessica Jones.

gerson

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: