Posts Populares

MasterChef Brasil Amadores – S07E04

Com referências da DC e Star Trek, vimos oficialmente o episódio mais geek de todas as temporadas haha

Nesse episódio, tivemos a certeza do quanto esse formato já está desgastado. Saudade de uma prova externa e coletiva, né minha filha? Com provas sempre individuais no estúdio, o MasterChef acaba cansando um pouco seus telespectadores de ver a mesmice de sempre. Logo de início, os participantes contaram suas histórias de vida, com trajetórias bem diferentes, um objetivo os uniu… o de vencer, conquistar o troféu e os prêmios – mixurucas – do programa.

A prova classificatória foi uma prova de massas, entre elas estão a massa brisée, sucrée e a massa sablée. Ana Carolina disse que tinha estudado muito essas massas, devemos criar expectativas? É uma prova difícil, confesso que minhas expectativas estão bem baixas para os pratos. Vocês perceberam também que sempre estão tendo aulinhas? Acho que sem elas, os jurados sabem que os cozinheiros amadores ficam bem perdidos e acabam entregando algo abaixo das expectativas. O chef Fogaça falou que essa era a hora de referencias nas memórias das famílias… se eu fosse buscar as da minha, entregaria torta de sardinha e salsicha HAHAHAHA o surto meu pai. Gente e a Ana Paula super ignorante, fiquei chocado com ela dizendo “Problema seu!”.

Para decidir a escolha dos pratos, estavam distribuídos uns rolinhos com os nomes dos pratos, cabia aos participantes pegar um e ver qual seria o seu prato correspondente. Em sua maioria, os participantes ficaram contentes com a torta designada, apenas um ou outro que não gostou. Com a disponibilidade de 3 minutos de mercado e 1 hora e 15 minutos de prova, os participantes deveriam entregar uma torta inteira para ser cortada na bancada dos jurados ou três pedaços pequenos. Amei a energia de Renato e Ana Carolina, minha torcida inicial vai para eles.

Durante a prova, os chefs visitaram as bancadas e novamente foi perceptível a preocupação dos jurados com os pratos que serão entregues, o Jacquin quando foi visitar o Renato fez quase que um tutorial. Já quando foi visitar o Artur, Jacquin deu uma super bronca por ele deixar seus cogumelos imersos dentro d’água. Gabriela fez a prova super perdida, ela estava o tempo inteiro perguntando coisas à Ana Carolina, só faltou a Ana fazer a torta dela. Marcos aproveitou que fez muita torta e já fez sua refeição KAKAKAKA eu mesmo se estivesse no MasterChef. Inclusive, os chefs desejaram bom apetite.

Com várias tortas muito bonitas, tô achando que as tortas não serão tão criticadas. A classe dos chefs para a avaliar os pratos já é algo invejável, e hoje então! Em geral, os pratos foram bem avaliados, como eu esperava, sem grandes críticas e broncas, todos tiveram bons sabores, alguns espetaculares como o de Marcely e de Paulo, já outros diferentes e não no mesmo nível como o de Marcos, mas felizmente ou infelizmente, sem gritos por agora.

DESTAQUES

POSITIVOS

Com muitos destaques positivos, a lista de hoje foi longa.

Paulo

Ana Paula

Renato

Marcely

NEGATIVOS

Não tiveram destaques negativos 😜. Os pratos que não obtiveram destaque, ainda assim foram bons. Mas infelizmente, como é regra do programa, alguns se despedem logo ao fim da primeira prova e essa foi a vez de Ana Carolina, Artur, Gabriela e Marcos. 😭

Sem muitos mistérios, a campeã da prova foi Marcely, eu fiquei impressionado com o feedback dela… nunca tinha visto tantos elogios vindos desses três. Muito feliz, a mineira logo caiu no choro. Como de costume, por ter vencido a prova, ela terá uma vantagem na próxima prova.

Já a prova decisiva foi a prova do Salmão, a vantagem de Marcely foi decidir pra quem ia cada corte do salmão, esse programa ama a discórdia, e nós também 🤪. Ela deu para os homens os cortes mais difíceis e para a Ana Paula ela deu o segundo lombo, não sei se ela achou a Ana Paula mais fraca, mas se achou, ela pode se enganar viu, Ana Paula é dona de casa e parece ser bem experiente, ela pode nos surpreender. Com Paulo e Renato com dificuldades para trabalhar com seus cortes e Ana Paula atrasadíssima para selar sua carne, Marcely também teve que lidar com adversidade mesmo escolhendo seu corte de salmão, a pele do salmão grudava na frigideira… preocupante!

Nas avaliações, todos tiveram defeitos, mas Paulo trouxe algo a mais, trouxe ousadia a tentar fazer um clássico, algo que impressionou os jurados. Eu realmente não fazia ideia de quem ia ganhar, porque todos apresentaram falhas, sejam elas de execução ou técnicas, justificável porque estamos falando de cozinheiros amadores. Restou mesmo esperar pelo grande anúncio.

Após a avaliação individual dos pratos, os chefs se conduziram para o restaurante do programa e realizaram sua escolha de quem levaria o troféu na noite. Mas sem mais delongas, o vencedor do quarto troféu #MasterChef2020 foi:

.

.

.

.

.

.

PAULO

Esse foi um bom episódio, vimos pessoas com muito talento e muito carismáticos. Paulo foi super merecedor, mas não pude deixar de pensar nisso o tempo todo, Paulo além de estar na faculdade de medicina ainda ganhou o Masterchef, ainda bem que ele não é meu primo HAHAHA. Vocês perceberam que o chef Jacquin tava com um broche de rã? achei isso hilário 😂. Obrigado pela companhia de vocês e não esqueçam de votar na enquete!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Vitor Neves

Nordestino, do melhor estado: Alagoas. Técnico em Informática. Gosta de maratonar séries e realities nas horas vagas. Onde tiver Lana del Rey, pode chamá-lo que ele vai. Ama ver audições aleatórias no YouTube. Gosta de cozinhar. The Crown e The Handmaid's Tale contem com ele pra tudo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries