Posts Populares

MasterChef Brasil Amadores – S07E07/08/09

Hoje é dia de resumão!

Oi gente, queria começar pedindo desculpas pela demora para lançar essa review, as últimas semanas tem sido meio caóticas, mas aqui estou pra cobrir esses três episódios do MasterChef. Essa será uma review mais sucinta, afinal, não é fácil cobrir três episódios de uma vez rsrsrs.

Antes de introduzir o episódio sete, eu tenho que confessar que estou extremamente desapontado com o MasterChef, tudo indica que foram selecionados 192 cozinheiros amadores, uma vez que serão 24 programas e em cada um entram 8, e gente parece que o programa tá selecionando qualquer pessoa… Na primeira prova do episódio 7, os participantes tinham que fazer sonho de padaria,e eles entraram em pânico porque iriam fazer esse prato, esse programa tá assim, MasterChef: a prova de hoje é gelo | Participantes: nunca fiz, é meu ponto fraco. Não aguento mais isso, parece que os critérios de seleção baixaram muito pra selecionar qualquer pessoa e manter o programa no ar. Reason? Money, I guess.

Nesse episódio, vimos a volta do inglês icônico, Andrew, que já tinha participado do programa, mas tinha sido eliminado nas classificatórias, eu acho muito engraçado – não criticando -, o cara tá há mais de 20 anos no Brasil e fala pior que a gringa do TikTok HAHAHA. Já uma chacota real, foi que Camila, que é nutricionista, mandou a braba “Não vou pesar os ingredientes, porque é perda de tempo”, enfim a hipocrisia. Quem ganhou a primeira prova foi o gringo, ele foi mais perdido na receita, e no fim, foi o melhor!! Tá vendo, não desistam dos seus sonhos. Sério, ele foi como aqueles nerds que diz que vai se dar mal na prova, e no final tira 10.

Já a segunda prova, foi uma prova de comida árabe. Vou contar uma experiência pessoal, em 2015 eu comi uma pizza árabe no Aeroporto de Guarulhos, era tão ruim, mais tão ruim, que eu lembro de não ter aguentado comer, e olha que eu paguei uma nota naquilo, porque se tem uma coisa cara é comida de aeroporto, enfim sofredor… devia ter ido de Mac que não dá chance de erro ksksks. Vou revelar o campeão do episódio, se não vocês vão ficar lendo review até amanhã kakaka.

O vencedor do sétimo troféu #MasterChef2020 foi:

DANIELLE

Vamos de episódio 8? Logo de cara, gostei de todos os participantes, sim MILAGRES ACONTECEM. Na primeira prova, os participantes deveriam entregar uma massa à carbonara. Esse programa só me surpreende com a seleção desses partipantes… COMO QUE ESQUECE A MASSA EM UMA PROVA DE MASSA , de onde eles tão tirando esses pseudo cozinheiros. Confesso que amei a Karolinne, ela parece a capitã marvel e ainda é chefona lá do batalhão da polícia… achei o auge, amo essas strong independent women. Também gostei da Ana, embora naquela introdução dos participantes, a Ana Paula elogiou o sorriso dela e perguntou o porquê dela sorrir sempre, e ela disse que era pra transmitir luz 😴, ela achando que enrola a gente, a verdade é que ela usou aparelho por uns 5 anos e quer mostrar que o dinheiro foi bem gasto HAHAHA.

E não foi que Ana ganhou a prova! A ilustradora tentou se diferenciar dos outros usando cogumelos ao invés de carnes e deu muito certo, ela ganhou a primeira prova e a vantagem trazida por ela. Já na segunda prova, o programa dispôs de caixas com bandeiras de alguns países, o prato de cada participante teria que ser feito a partir da caixa que ele recebesse, cada caixa com materiais característicos da culinária de seu país, coube a Ana definir quem ficaria com o quê. O Jacquin indo na bancada do homem e depois gritar para os demais dizendo “gente cozinhem” me remeteu ao tempo de escola quando o professor olhava nossa prova e gritava para a turma pessoal prestem atenção nas perguntas aí… aí você ficava com a cabeça fervendo ASUHUSHAUSHA.

O vencedor do oitavo troféu #MasterChef2020 foi:

KAROLINNE

Por fim, vamos finalizar com o episódio 09. Na primeira prova, os babies tiveram que fazer cake, e ainda assim teve gente que fez aquilo de “meus Deus como assim 😨😨😨 eu nunca fiz bolo na minha vida 😓😓“, horrível né? cada dia que passa, eu tenho mais certeza que o MasterChef dá essas vagas por sorteio de instagram. Para a prova, cada um dos participantes teve que fazer um bolo de sabor diferente, eram eles de coco, chocolate, morango, limão, etc. Ai gente, fiquei com ranço imediato do cara que foi fazer um bolo de chocolate e esqueceu o chocolate em pó… não sei nem o que falar… Gerson foi o campeão da prova com seu bolo de coco, elogiado pelos chefs como bolo da vovó por trazer memórias afetivas da infância deles. Uma coisa curiosa, foi que as eliminadas Vanderlane e Tatiana foram as mais confiantes antes da prova começar, elas defendiam que aquilo era seu forte, mas sempre é assim a maldição do MasterChef, as pessoas saem na sua especialidade.

Como vantagem por ter vencido a prova, Gerson poderia tirar 5, 10 ou 15 minutos de 3 cozinheiros. Para a segunda prova, os competidores teriam que fazer uma marmita, sim, uma marmitinha, me poupa viu MasterChef! Tirando Priscila, os outros candidatos mereciam ser chamados para a edição normal do masterchef viu. Cozinharam maravilhosamente bem, focados, calmos. Mereciam mostrar mais o potencial e o talento deles.

O vencedor do nono troféu #MasterChef2020 foi:

ÉDSON

Desde que ele tinha aparecido na cozinha, eu tinha a impressão que conhecia ele de algum lugar, depois que eu me dei conta de que ele era marido da blogueira, Amanda Domenico. Mas é isso gente, a review de hoje foi bem longa, me despeço de vocês agora… até a semana que vem com mais uma review do programa ❤️. A enquete de hoje tá bem simples, definam qual dos três foi seu campeão favorito!

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Vitor Neves

Nordestino, do melhor estado: Alagoas. Técnico em Informática. Gosta de maratonar séries e realities nas horas vagas. Onde tiver Lana del Rey, pode chamá-lo que ele vai. Ama ver audições aleatórias no YouTube. Gosta de cozinhar. The Crown e The Handmaid's Tale contem com ele pra tudo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries