Posts Populares

As Melhores Performances em Reality Shows de 2019

Panelaço duplo, minha gente!

Isso mesmo! Nosso formato tradicional para essa coluna é uma lista com seis indicações e uma menção honrosa, maaaas como esse tema se é assunto que eu amo e tivemos excelentes performances em reality shows neste ano, resolvi dobrar a lista! Ficou grandinha, mas garanto que você vai amar rever algumas das melhores apresentações em programas musicais de 2019! Vem comigo!

12ª posição – Madison VanDenburg – ‘Speechless’ #AmericanIdol

Eu acho essa audição da Madison um exemplo de quase perfeição. Quase, porque nada é perfeito, né? Mas que ela chegou perto disso, chegou! O único defeito dessa apresentação é que ela é curtinha, mas, tirando isso, eu acho maravilhosa demais. De fato, a projeção da voz da Mad nessa performance é tão afinada ao ponto de causar arrepios mesmo! Enfim, amo demais essa audição e é uma ótima maneira de começar essa lista!

 

11ª posição – Zeek vs Lara – ‘Lovely’ #TheVoiceAU

Claro que a minha batalha favorita do ano estaria aqui, né? Lembro-me que, na época dessa performance, eu precisei revê-la várias vezes antes de constatar que dois artistas que eu não botava muita fé, fizeram uma batalha muito boa! Apesar de amar Lara e curtir o timbre do Zeek, eu não estava esperando muita coisa dessa batalha. Mas aí eu fui positivamente surpreendida e me apaixonei por essa batalha em um nível que nem sei explicar. Primeiramente, a voz da Lara estava impecável! Ela arrasou vocalmente, tanto nos agudos, quanto nos tons mais graves. Em segundo lugar, a conexão de ambos com a música ficou perceptível e isso é essencial para uma canção que tem a letra com esse peso.

 

10ª posição – Nega – ‘Canto das Três Raças’ #TheFourBrasil

É eu pensar de The Four Brasil e rapidamente me lembrar da Nega. Basta pensar na Nega que eu lembro de brasilidade. Nessa performance isso é tão visível e de uma maneira tão bonita! Nega mergulhou na letra e performou com um orgulho e força que se confundem com a voz rela, que é muito bonita diga-se de passagem. É óbvio que ela estaria na lista. E por mais Negas na próxima temporada do The Four.

 

9ª posição – Oxa – ‘Born This Way ‘ #TheVoiceGermany

Ahhh, quando a Tati me perguntou que performances marcaram os realities em 2019 eu me lembrei desta. Eu não acompanho o The Voice Germany, nunca acompanhei, vi um ou outro vídeo perdido, mas Oxa furou essa bolha. A cantora trans brasileira que vive em Hamburgo, se apresentou e conseguiu uma cadeira e nos KOs onde o candidato deve lutar pela sua vida, Oxa fez isso. Ela fez a performance de sua vida, usando adornos, com vocais maravilhosos, uma performance e uma pausa dramática com um discurso necessário. Oxa chegou até as semi-finais e infelizmente não venceu, mas merecia com certeza! (Texto by Lindomar)

 

8ª posição – Rose Short – “God’s Country” #TheVoiceUS

Rose é mais um exemplo de que mesmo no fundo do poço o TVUS ainda nos apresenta pessoas incríveis e que vale a pena torcer. Essa mulher, meus amigos, é simplesmente TUDO! Teve uma trajetória consistente, nenhuma performance ruim, a mais fraca dela é nada mais nada menos que mil anos luz superior do que qualquer apresentação de outro candidato da temporada, e “teje” dito. “God’s Country” provavelmente não foi a melhor apresentação dela vocalmente falando, mas olhem o PISÃO dessa mulher! Assim como fez nas audições, quando cantou uma música do Legend e massacrou lindamente, aqui em pleno top 10 ela pegou uma música do Blake Shelton e simplesmente ensinou a ele como cantar. Trouxe a igreja toda para o palco, levou a gente para o culto e ensinou como é que se canta, (Texto by Erik)

 

7ª posição – Edyelle Brandão – “Travessia”#TheVoiceBrasil

Edyelle era uma das minhas favoritas da competição e essa performance expressa o meu amor todinho. A bonita canta muito e tem um repertório maravilhoso, aí vem com essa música e mostra uma conexão surreal, de arrepiar mesmo. Confesso que na época eu até me incomodei com alguns erros de respiração, mas isso é tão pouco mediante ao que foi entregue aqui: uma performance totalmente emocional.

 

6ª posição – Sheldon Riley – ‘Everybody Wants To Rule The World’ #TheVoiceAU

Sheldon é o dono do meu coração e eu sempre falo aqui. Essa performance só justifica o meu amor, pois olha que maravilhoso. Não bastasse a voz e a interpretação impecável, tudo nessa performance combina muito bem e tenho certeza de que o cenário contribuiu pra isso. Além disso, a construção da performance foi muito bem pensada. Teatral na medida certa, o que contribuiu para uma apresentação marcante e que faz jus à música.

 

5ª posição – Molly Hocking – ‘I’ll Never Love Again’ #TheVoiceUk

O #TheVoiceUK voltou a ter uma vencedora digna! Molly teve uma trajetória sólida na competição e teve seu grande momento nas semi-finais ao criar sua versão sútil e delicada do hit de A Star Is Born. O início com ela deitada e emocionada, depois a parte com falsetes e ela sentadinha e por fim o final matador com melismas e graves, tudo acompanhado pelos violinos, simplesmente perfeitooo! JHud pode jogar os dois sapatos para essa performance. (Texto by Lindomar)

 

4ª posição – Jeremiah Lloyd Harmon Sings ‘Almost Heaven’ #AmericanIdol

Aaaah Jeremiah <3! Jeremiah foi o grande injustiçado dessa última temporada do Idol, ele merecia demais uma vaga naquela final, mas infelizmente esse reizinho saiu no TOP 5. Pensando na sua performance mais marcante eu apenas podia lembrar de sua música original maravilhosa, ele claramente emocionado, os vocais impecáveis, um palco lindo como se fosse um céu a noite cheio de estrelas e o piano, tudo em seu devido lugar, minimamente pensado e ele imerso, entregue e colocando seu coração aberto a todos. (Texto by Lindomar)

 

3ª posição – Maelyn Jarmon – ‘Mad World’ #TheVoiceUS

Pode entrar, fada que derrubou três country do Blake de uma vez! A 16 temporada do The Voice Us não é surpresa pra ninguém que foi uma verdadeira bomba. Número de lives curtíssimo e uma nova fase EXTREMAMENTE injusta e mal feita. Mas, mesmo com esse cenário catastrófico Maelyn estava lá pra agraciar tudo e trazer performances perfeitas e não é a toa que venceu, e venceu lindamente. “Mad World” não só foi uma performance icônica por ter sido tão boa, mas também foi a salvação de uma fase cheia de presepadas, performances horríveis, resultados injustos e por aí vai. Carimbou o selo de perfeição e daí por diante só foi sucesso. A música já tinha sido apresentada outras vezes no programa, porém não de uma forma tão linda, tenho certeza! Dona e proprietária da voz, simplesmente uma das melhores campeãs desse programa. (Texto by Erik)

 

2ª posição – Uche Performs – ‘Figures’ #AmericanIdol

Uche foi um participantes do Idol que nunca prestei atenção, até ele vir com essa performance e se apresentar com todas as credenciais de ARTISTA DE VERDADE possíveis. Aqui tem interpretação, mas também não falta talento vocal. O início usando falsetes é impecável, mas a transação até tons bem mais graves é simplesmente tuuuuudo pra mim. Pra mim, uma performance digna de final, mas felizmente Uche entregou bem antes, pois, pelo jeito, isso é fichinha perto do que ele pode entregar.

 

1ª posição – Diana Rouvas – ‘A Song For You’ #TheVoiceAU

Diana é tão maravilhosa que eu poderia claramente escolher umas cinco performances dela durante essa edição do The Voice Austrália, colocar nessa lista e, mesmo assim, eu não estaria sendo exagerada, pois essa mulher tem uma trajetória impecável. E tenho minhas dúvidas se deveria colocar esta performance mesmo na lista, já que Diana tem tantas outras maravilhosas. Mas a verdade é que, sendo essa ou qualquer outra, nenhuma apresentação, por mais perfeita que seja, é capaz de representar todo talento dessa rainha. Fico com essa, pelo excelente equilíbrio entre sensibilidade e intensidade que percebi aqui. Aliás, tudo aqui é equilibrado, mesmo sendo notórios contrapontos. Ao passo que Diana parece, por diversos momentos, poupar a sua voz, ela não se cansa de mostrar sua imensa capacidade técnica em cadenciar notas e melismas. Por muitos momentos a voz dela é suave, mas as expressões são intensas. Eu não poderia me apaixonar mais por essa interpretação. Minha performance favorita do ano, sem dúvidas. Apreciem essa obra prima. ❤

 

*** Menções Honrosas ***

Real Like You – ‘Be Like Them’ #TheXFactor

Fazendo menção honrosa às meninas dessa girlband. Banda essa que Simon arrumou numa edição bomba do The X Factor e, mesmo assim, conseguiu encontrar talento. Nem todas são boas, mas aqui nessa performance todas as vozes funcionaram muito bem. Além disso, os solos foram lindos! Enfim, uma performance “simples” pelo o que a gente geralmente vê em girlbands, mas muito bem executada.

Kelly Rowland – Zeek Power – ‘Earth Song’ #TheVoiceAU

Vocês sabiam que a Kelly Rowland tem 100% de aproveitamento quando o assunto é sobre duetos maravilhosos com seus próprios acts. Pois é, a bicha arrasa e aqui não foi diferente. Kelly me fez arrepiar já na primeira vez que cantou e ela nem fez nada, mas é porque estava linda de bonita mesmo, fora a concentração impecável. Zeek e Kelly estavam totalmente entregues na performance e mergulharam na mensagem da música. Até arrepiei! Na nota final, eu só queria me pendurar também hahaha! Vale dizer aqui que esse foi o palco mais lindo que já vi para essa música e olha que o da Índia Carney é perfeito. Enfim, conseguiram fugir da tradicional cenário terra ao fundo. Aproveitem essa maravilha!

Então é isso, pessoal! Espero que tenham gostado da lista. Esqueci alguém? Discordam de alguma? Tentei ser justa, mas nem sempre é possível, né? hahaha Obrigada pela companhia e até o ano que vem!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries