Mind awake, body asleep

Próxima semana Mr Robot chega ao final de sua segunda temporada e é hora de fazer conexões, caminhar tramas para o fim, soltar aguardadas revelações e claro instigar para o final olhando para o futuro. Sim, por que esse penúltimo episódio tem cara de começo, não vimos nada e parece que a temporada vai começar agora. Explico isso.

Começamos com Elliot em mais uma crise mente-ocupacional, tentando se situar no tempo e espaço de sua consciência. A essa altura do campeonato ele ainda não conseguia lidar com esse problema, me desculpem os esquizofrênicos, sei que não deve ser fácil, mas depois de brigas e abraços com Mr Robot esperava um acordo comum, estabilidade. Nesse episódio chegamos a níveis absurdos e perturbadores de insanidade, como naquela hora ao chegar ao táxi que não sabemos se ele está caminhando apenas na mente ou assumiu o controle. Que ele perde ao gritar para o taxista exigindo uma confirmação que aquilo não é um devaneio. Engraçado notar que ao Elliot caminhar na no parque na busca de Mr Robot, que é sim um perito na criptografia e cata coordenadas no menu do japonês, tanto pode ser um como o outro correndo em direção a Tyrell. Um está andando no real outro no irreal. Se é que existe algo de real nessa serie ou no mundo.

captura-de-tela-2016-09-19-23-30-59

Tyrell resolveu dar as caras, a revelação que ele não estava morto veio engatinhando de quase que não chegava, depois de muito adiamento e especulação como suspeitado ele realmente não estava morto. E para mim a impressão que fica é de que nada aconteceu nessa temporada desde o final da passada, a fase dois só está começando agora e seguraram esse gancho durante toda a season para soltar só agora no final, quem sabe podia ter vindo mais cedo, num começou, meio de temporada. Mr robot já foi mais ousado. Nessa série somos que nem Joanna, não sabemos de nada, ficamos a espera de uma pista, confirmação, qualquer coisa que restabeleça a conexão, sinal com agluém que amamos.

Mas não me entendam mal, gostei do episódio, muito bom na verdade. Desde o começo, em que Elliot apaga mal dei conta de sua existência de tão intertido que estava. Só vim dar conta que ele estava faltando quando apareceu o mesmo, e aí já era final. Taí uma coisa que Mr robot gosta de fazer, quebrar linhas temporais. Não sabemos a ordem que o show funciona e ele não faz questão de sempre situar tempo e espaço. Elliot dorme, acorda, não sabemos quanto tempo passou, o que ele fez, se o atentado já ocorreu, se ele sabe o que aconteceu com Darlene ou Mr robot que assumiu nesse ponto para não distrair da fase dois. Os relógios de Whiterose não seriam capazes de acompanhar essa linha cronológica.

captura-de-tela-2016-09-19-23-31-45

E olha que esses relógios são sagazes, não param de apitar um minuto como pode ver Angela. Desde que fora escoltada para aquela casa com rostos nas fotos tapadas por retângulos amarelos e vermelhos Angela se viu presa num filme de David Lynch. A bizarra cena da menina parecem não importar, serviu apenas para Esmail brincar com alusões e referências em nossa frente, ou como dito, testar a empatia de Angela. Whiterose foi bem generosa e dedicou 28 minutos a Angela (mal sabe a oportunidade que teve), em troca querendo sua crença. Pelo dialogo dá para ser retirado algo sobre o destino de Elliot e Angela ser traçado para aquele atentado e momento ou teoria da conspiração demais? Só sei que foi um delicioso encontro, do qual não esperava em parte. Esqueci que elas tinham um evento e amigo comum. Só falta ela tirar as cartas a limpo com Pryce agora, no final. Mal posso esperar pela rasteira que Angela e Whiterose vão dar nele.

Sem esquecer de dom que também teve seu destaque e pode brilhar. Vimos de insônia carente em casa ela passar a se envolver nesse caso cada vez mais, e agora depois do atentado ser obrigada a pausar, deitar em sua cama que parece muito estranha nela. Sua vida é o trabalho e esse é o problema de alguns workaholics. Não resta vida além do trabalho. Que vida. Não sabem o que fazer com ela e não faltam Doms por aí. Pessoas que só servem para trabalhar, fazer a roda girar, envelhecem e morrem assim, sem manter nenhum vínculo externo afetivo social natural no mundo “real”. Solidão. Palavra que dá medo. E que afeta a personagem. Seu diálogo com Alexa é triste de se sentir vazio. Black Mirror feelings. A tecnologia evolui, mas não nos laços, nos ônibus na fila com nossos fones de ouvido somos ilhas, e enquanto as maquinas não forem programadas para amar ou olhar nos nossos olhos continuaremos por muitos mais anos sozinhos. Snap e Uats é legal, mas vocês hoje já deram um abraço beijo na mãe avó ou experimentaram visitar um amigo? É bom as vezes.

captura-de-tela-2016-09-19-23-16-24

As críticas ao vazio da sociedade deram uma maneirada, mas que bom ainda as ver por aí e em tão boa forma.

Mr robot está pronto para começar a fase dois e eu não poderia estar mais ansioso para saber o que tem por trás disso, ou que vai começar daí, pois se é dois pode ter três e quatro também. Pena que essa fase dois só está sendo mostrada no fim da fase dois.

Encerrando o Windows:  Semana feliz para os fãs de Robot. Rami Malek ganhou o primeiro Emmy da série e não poderia dizer que não foi mais que justo. Quem teve a honra de conferir seu trabalho na primeira temporada sabe que o cara é bom, fez por onde, mereceu. Ele dedicou o prêmio a todos os Elliot do mundo e o dentro de nós (você já abraçou o dentro de você hoje?). Um fofo. Parabéns Rami!!!!

Encerrando o Windows 2: Espero que próxima semana mostrem o desfecho de Darlene, porque do jeito que a série está não duvido nada deixarem isso para a terceira temporada, brinks. Apesar de Dom já ter confirmado dois mortos sei que ela que vai fazer o interrogatório, então se prepara Darlene. Além de obviamente a fase dois estou curioso para ver o que Whiterose e Pryce vão aprontar. E vocês, pelo que estão ansiosos? Até o finale que já sai amanha!!

Encerrando o Windows 3: Não podia encerrar essa review sem deixar esse vídeo maravilhoso que compila várias referencias de Mr Robot ao filme De Volta Para O Futuro (anos 80 <3). Nesse episodio tivemos várias, incluindo a trilha sonoro. Já dá para esperar um final de Mr Robot com Elliot e Angela parando para finalmente assistir o De Volta para o Futuro 2?

 

Robson Abrantes
Robson Abrantes

Estudante de engenharia na semana, escritor wannabe nas horas vagas e sonhador integralmente. Nem de exatas nem de humanas, renascentista. Morando em Campina Grande. Reinventando-se desde 92. Inconformista. Cinéfilo. Cosmopolitan. Shitalker. Teve seu 1º contato com o mundo das séries nas madrugadas do SBT, e ainda segue agarrado a esse vício.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: