Posts Populares

No Limite 5 – Episódio 1

Será que o público está preparado para o No Limite?

Para quem ainda não sabe “No Limite” é a versão brasileira do famoso reality americano “Survivor”, o programa faz bastante sucesso por sempre se passar em lugares de difícil acesso e por ter um estilo focado na estratégia. A versão original tem bastante fãs ao redor do mundo, incluindo brasileiros e o que todos têm em comum é capacidade de assistir ao show apenas e exclusivamente como entretenimento. Já foi mostrado diversas vezes que o público brasileiro não curte muito estratégias e justamente por isso acredito que um programa estilo o “No Limite” não funciona do jeito que irá funcionar essa temporada, na americana nunca há o envolvimento do público, os participantes se votam e no final os eliminados decidem o vencedor, tal estilo permite que tenhamos vencedores não tão morais, eles mentem, manipulam, eliminam seus amigos e nós fãs amamos cada momento, já o público brasileiro assiste um reality com uma bussola de moral na mão, vence aquele que “erra” menos e não quem de fato jogou.

Essa temporada terá como elenco apenas ex BBB’s, é interessante ver pessoas que já conhecemos em um jogo com a dinâmica principal completamente diferente, tendo que lidar com isso, eles saíram melhor do que eu esperava, a escolha dos ex BBB’s não me agradou, focaram demais na força e ignoraram as estratégias, mas eles fizeram uma boa segunda primeira impressão. A temporada começou já com três grandes erros, não apresentou seus participantes, não explicou como as equipes foram formadas e uma prova desnecessária logo de entrada, mas dela falaremos mais a frente.

Uma das melhores partes do Survivor é após a prova da imunidade, já que é quando os participantes se juntam com suas alianças e decidem eliminar alguém, esse é o ápice do episódio, ver cobra comendo cobra e torcer para que alguém flip e tenha um blindside. A versão americana consegue sempre criar uma boa edição por controlar bem o seu tempo, geralmente no início há uma prova e ela já serve para prova de recompensa e imunidade, tendo tempo suficiente para conhecermos mais os participantes, entender o porquê de alguma ação deles. Não fEz sentido algum por a Gleice reclamando do comentário do André e não vermos tal comentário e a falta de tempo para explorar esse lado da competição vem pelo excesso de prova, incluindo a inicial que reclamei antes, não serviu para quase nada e foi um tempo precioso de tela gastado atoa, só serviu para mostrar o despreparo da Ariadna.

Talvez com sucesso estrondoso do BBB e a falta de novos programas, Boninho resolveu ressuscitar esse reality, o problema é que acompanhando essa premiere fica muito claro que tudo foi feito as pressas, o programa está acontecendo ainda e já está sendo exibido, isso é um grande erro. Fazer um reality já gravado é maravilhoso para qualquer produtor, porque você pode investir na história que você quiser e criar uma relevância para o vencedor, mesmo quando ele não apresenta muito. Vou dar exemplos, ao longo da temporada um participante começa a se superar e a crescer muito como jogador, a edição poderia enfatizar o quão ele era “fraco” no inicio para evidenciar sua evolução ou duas participantes amigas no meio do jogo brigam e declaram guerra, enfatize bastante a amizade delas no inicio para dar ainda mais impacto na rachadura, as possibilidades são infinitas e quando a história ainda está rolando, isso impede uma boa e pensada narrativa.

As provas foram feitas, a equipe Calango, que tem como participantes Gleice, Kaysar, Mahamoud, Angêlica, Arcrebiano, André, Jéssica e Carol ganharam a recompensa, mas perderam a imunidade e dois alvos ficaram expostos, Mahamoud e André. Eu critiquei bastante o Mahamoud no texto de apresentação, mas aqui eu me surpreendi positivamente, ele entendeu a dinâmica do jogo e foi buscar votos com seus aliados, mas a tribo agiu certo em eliminá-lo mesmo assim, é essencial nesse inicio fortalecer o máximo sua equipe para que se mantenha em maior número quando chegar a junção, mas foi exatamente nesse parte e suas consequências que eu passei a ficar ainda mais preocupado com o destino final da competição. Se parar para olhar qualquer rede social diferente do twitter, irá ver uma grande parte do público contra Mahamoud e Angêlica por eles terem JOGADO em JOGO, chega a ser engraçado ver algumas pessoas dizendo que o Mahamoud não jogou limpo, o jogo limpo era simplesmente aceitar que ia ser eliminado? Pelo amor… Ver essas reações me preocupam, pois muito provavelmente no final irá jogar quem menos jogou, o que ditara como deve ser jogado nas próximas temporadas e acabar com toda a diversão.

Eu não queria reclamar tanto, mas muita coisa me decepcionou no jeito que o programa foi feito e a última dela foi o conselho tribal. O conselho é o ápice do jogo, é quando finalmente descobrimos se haverá um blindside e quem será eliminado, mas aqui foi só morno e oitenta por cento da culpa foi do apresentador. O André Marques é ruim, não tem outro adjetivo, ele claramente está desconfortável e não tem a garra necessária para o programa, o apresentador precisa instigar a equipe, muitas vezes as pessoas mudam de voto ali na hora dependendo da resposta que um participante dá para o apresentador e o André não perguntou nada, foi completamente aquém. Até mesmo na hora de ler os votos ele foi sem emoção, culpa também da produção que deveria ter posto os votos de uma maneira que desse emoção, no final ficou parecendo o Justus apresentando A Fazenda.

Apesar de ter reclamado bastante, eu curti o primeiro episódio, é um bom elenco e estão dispostos a jogar, o que precisa melhorar é a produção, pois há muito potencial nesse reality.

Estamos no No Limite, não no BBB:

  • Que grata surpresa foi o Chumbo, tem tudo para sofrer um blindside maravilhoso.
  • Apesar da quantidade desnecessária, todas as provas foram muito bem feitas.
  • Angélica sem dúvidas foi o grande destaque do episódio, teve um VT focado em emoção e traiu sua aliança, perfeita.
  • O departamento que cuida das montagens devia ser inteiro demitido.
  • Não acho que nenhuma das duas chegará no top 10, mas seria maravilhoso ver a Siri e Angélica chegando na junção e uma caçar a cabeça da outra.

Talvez Você também goste de...

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Ives

Um carioca estudante de engenharia querendo se formar, viciado em realitys shows ao redor do mundo e que ama uma praia

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries