Posts Populares

#NowPlaying: As Melhores Releituras no TVUS

A menos de uma semana da vigésima temporada do The Voice US, a gente levantou as melhores releituras de músicas que por volta de 1000 participantes já fizeram.

Seja um cover seguindo fielmente a melodia original da música ou que criaram uma outra versão que ficasse ainda melhor que a original, muitos dos participantes aqui citados não ganharam suas temporadas e até ficaram longe disso, mas deixaram sua marca no programa com uma versão boa ao vivo e nas temporadas iniciais rendiam até uma versão em estúdio.

Beat Frequency – ET ( SEASON 3)

Um clássico de Katy Perry, a dupla trouxe uma versão bem diferente da música em que começava com um piano bem calmo e no último refrão já era aquela coisa pesada com guitarra. A dupla só conquistou o team xtina e saiu na rodada seguinte, mas sempre lembrados pelo ótimo trabalho com a música, tanto que anos depois eles regravaram o cover de ET que está disponível no canal no Youtube.

Bria Kelly – Steamroller Blues (SEASON 6)

Depois de uma temporada incrível que foi a season 5, a sexta temporada do talent show trazia de volta Usher e Shakira. Logo que saiu a audição de Bria foi um barulho só. Logo de cara, entrando com notas altas, controle e precisão foi o suficiente para conquistar as 4 cadeiras e ela acabou escolhendo o team Usher. Depois dessa performance não chegamos a ver uma apresentação tão boa quanto ou ainda melhor de Bria sendo eliminada no top 10.

Lucas Holiday & Meagan McNeal – My Prerogative (SEASON 13)

Ambos viraram apenas uma cadeira e tiveram suas audições sem muito barulho, porém JHud tirou leite de pedra aqui viu. Com uma música completamente fora da zona de ambos, Lucas e Meagan fizeram uma das melhores e mais animadas battles da temporada. Ninguém esperava muito deles, mas serviram atitudes e vocais.

Reagan Strange – You Are The Reason (SEASON 15)

Antes de falar dessa apresentação eu tenho que falar do contexto da situação na qual aquela temporada se passava. Uma semana antes da semifinal, Reagan estava no bottom 3 e tinha que cantar para defender sua permanência, porém não estava se sentindo bem e foi para a votação do público sem cantar enquanto seus outros dois oponentes (um colega de seu time) cantaram. E aí Adam faz uma das maiores cagadas na história do programa em que 2 participantes da sua equipe com risco de sair ele defende Reagan e deixou DeAndre a Deus dará, por sorte Kelly o defendeu mas não adiantou de muita coisa porque Reagan ficou. Isso gerou hate tanto contra Adam como contra Reagan que na época tinha seus 14 anos.

Chegamos à semifinal onde tinha tudo para dar errado para Reagan, com a maior pressão e ela fez uma das melhores apresentações da temporada. Reagan calou a boca de muita gente fazendo a apresentação de sua vida, chocando aqueles que criticavam suas limitações sejam vocais, conexão e presença e entregou simplesmente TUDO aqui. De uma eliminada direta certa ela foi para o Instant Save contra a Kennedy e acabou sendo eliminada.

Taylor Phelan – Sweater Weather (SEASON 7)

Taylor Phelan se tornou um dos favoritos após sua audição com essa música. Uma versão que chega a ser melhor que a original ele empolgou o público e todos os jurados. Taylor sofreu o mesmo mal de Bria Kelly e não veio com nada tão bom ou ainda melhor e acabou saindo nos Playoffs. Mas quando me perguntam sobre a season 7 a primeira coisa que eu lembro é dessa audição perfeita.

Anthony Riley – I Feel Good (SEASON 8)

A oitava temporada teve seus altos e baixos porém o que esse homem fez com um clássico do James Brown viralizou demais e se tornou uma das melhores versões dessa música já feita. Dado como um finalista certo e em um time forte, Anthony infelizmente saiu do programa alegando razões pessoais (depois ficamos sabendo que era pra ele ir a uma clínica de reabilitação) e meses depois ficamos sabendo de sua morte aos 28 anos, o que deixou a gente chocado e bem triste

Ellie Lawrence – We Don’t Have To Take Our Clothes Off (SEASON 9)

Ellie se destacou na audition pela versão incrível dessa música, virou 3 cadeiras, uma personalidade bem divertida e super fã de Gwen que tinha acabado de voltar pós season 7. Considerada uma das melhores versões dessa música não tinha como deixar Ellie de fora.

Caitlin Michelle – Lights (SEASON 3)

Completamente diferente da versão original, Caitlin batalhou contra Melanie Martinez e perdeu. Adam lutou pra fazer essa batalha acontecer viu. Com erros de ambas as partes, cada uma trouxe e sustentou uma abordagem única e cheia de sentimento. Aqui o destaque vai pra Caitlin já que teremos Melanie mais pra frente e a versão estúdio solo da Caitlin me conquistou bem mais.

Judith Hill – What A Girl Wants (SEASON 4)

Uma nota foi o suficiente para virar dois coaches. Judith conseguiu pegar uma música de Xtina e fazer como sua, tanto que já fizeram uma versão de Judith no The Voice Brasil mesmo.

Melanie Martinez – Toxic (SEASON 3)

Não poderia ter um post sem as melhores releituras de músicas sem mencionar Toxic da Melanie Martinez. Uma apresentação que marcou a franquia americana e rendeu versões semelhantes ao redor do mundo.

Kat Perkins – Get Lucky (SEASON 6)

Não sei de quem foi a ideia de transformar essa música em rock, mas tá de parabéns viu. Mudando completamente o arranjo da música Kat com ótimos vocais e a presença fortíssima fazendo a plateia pular junto com ela.

 


 

Já adianto que faltou várias e várias performances para serem mencionadas aqui, mas deixo com vocês aí nos comentários, qual performance vocês sentiram falta de ver por aqui? O que acharam da seleção que fiz?

É isso gente, muito obrigado e até qualquer dia.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Valber

19 anos, atrapalhado, distraído e começando agora (Não tem paciência, a saída e logo alí). Aqui comentarei todo tipo de reality musical em especial The X Factor, The Voice e Superstar. E como diz uma grande pensadora atual "Quem não gostar do que eu falo, me dá um tiro na cara!"

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries