Posts Populares

#NowPlaying: The X Factor – Halloween Week

Muahahahaha!

Outubro vai chegando ao fim e em muitos países é sinônimo de: Halloween! Não por menos, a tradição, que tem origem lá no Reino Unido e se popularizou mundialmente por grande influência americana, vem encontrando seu espaço também no Brasil, se tornando cada vez mais um evento para as crianças.

Se você chegou até aqui, já sabe que o The X Factor funciona com temas semanais, onde os candidatos têm que cantar algo dentro do tema né. Pois bem, o tema de Halloween é super frequente, então pensando nisso vamos falar hoje sobre as melhores performances de Halloween da franquia The X Factor, aqui no nosso #NowPlaying. Vou apresentar as performances que achei mais legais ou icônicas, em ordem aleatória, sem preferência nem nada. Cola com a gente que é sucesso!

Jenni Mosello – “Máscara” by Pitty – The X Factor Brasil

Vamos começar nossa lista especial com a nossa representante brasileira, que na primeira e única temporada da versão brasileira despontou como uma das favoritas. Essa performance dela na semana de Halloween mostra um pouco do talento dela, fazendo desse músicão da Pitty uma versão totalmente sua, mais dark e encaixando perfeitamente no tema proposto.

Fleur East – “Thriller” by Michael Jackson – The X Factor UK 2014

Thriller está para a semana de Halloween como A Lagoa Azul está para a Sessão da Tarde né. É impossível dissociar as duas coisas. Essa apresentação não é nem de perto a melhor de Fleur, mas é com certeza muito marcante. Ela transforma o palco em um show, com cenário, coreografia e até uma mudança de figurino ali mesmo. Uma apresentação muito interessante de se recordar aqui no nosso #NowPlaying especial.

Katie Waissel – “Bewitched” by Steve Lawrence – The X Factor UK 2010

Voltei 10 anos no tempo pra recuperar essa performance de Katie, em uma das primeiras Halloween Weeks da história do programa. Deixa eu começar dizendo que com essa apresentação Katie acabou parando no Bottom da semana, mas mesmo assim eu tive que trazê-la aqui. O timbre dessa mulher, a escolha da música super divertida e a condução da performance foram coisas que me cativaram muito. Eu achei que ela andava meio perdidinha no palco, mas parecia tão enfeitiçada de alegria que nem considerei muito e garanti a ela um lugarzinho aqui.

Shan Ako – “The Sound of Silence” by Simon and Garfunkel – The X Factor UK 2018

Uma performance mais atual, que deve estar na mente de muita gente até hoje, tão grandiosa que foi. Um dos melhores momentos de Shan na competição, com certeza. Vocalmente muito boa e belíssima, ela traz um clima meio misterioso pro palco, algo realmente interessante de assistir. Se eu pudesse mudar algumas coisas, eu tornaria a performance menos aguda e com Shan mais parada, mais intimista, pra trazer algo ainda mais dark. Mas tudo bem, ela foi realmente marcante e está aqui por isso.

Saara Aalto – “Bad Romance” by Lady Gaga – The X Factor UK 2016

Saara é uma das participantes mais irreverentes e marcantes das últimas edições, em especial do ano em que participou. Quando lembrei dessa apresentação, me vi obrigado a coloca-la. Além de ser vocalmente bem legal, a condução da apresentação, os dançarinos, a teatralidade e até o teclado dentro do caixão tornam a performance muito mais divertida e icônica de assistir. Saara deu um show e está no nosso especial merecidamente!

Kitty Brucknell e James Arthur – “Sweet Dreams” by Eurythmics – The X Factor UK 2011 e 2012

Eu quase deixei a performance de Kitty de fora, mas não tinha como, porque toda a atmosfera criada por ela pra essa performance, desde o início, foi demais! Ela trouxe um verdadeiro clima de Halloween pro palco! Totalmente oposto ao que Kitty fez, James trouxe um clima mais dark, mais um culto, todo pautado na sua voz, no seu timbre e ainda assim foi um trabalho extremamente feliz e marcante. As duas apresentações são grandiosas, cada um a seu modo, mas ainda assim com a mesma música, por isso presentes aqui.

Emily Middlemas – “Creep” by Radiohead – The X Factor UK 2016

Um dos melhores (se não o melhor) trabalho de Emily na temporada de 2016 foi essa apresentação. Ela personificou a música, fez tudo parecer meio sádico, meio bizarro, e ainda assim nos fazer criar um afeto pela personagem que ela construiu no palco. Vocalmente, o seu timbre foi capaz de trazer uma atmosfera sensível e nebulosa pra apresentação, o que foi completamente de encontro à proposta toda. Uma obra prima, sem dúvidas!

Ben Haenow – “Highway to Hell” by ACDC – The X Factor UK 2014

Essa apresentação de Ben foi a mais votada na semana que ele apresentou, em 2014. E dá pra entender né! Os vocais encaixados PERFEITAMENTE na música, nem parecia uma apresentação ao vivo. A escolha da música foi perfeita, e acho que isso foi o que pesou mais, já que o palco não tinha nada demais pra dar um suporte pra ele, como foi com Fleur (no mesmo ano). Os pontos fortes aqui pra mim são a linguagem corporal que ele exprime e os vocais no ponto, sem dúvidas. Eu já tô com minha malinha pra ir pro inferno com ele depois dessa KKKKKKKKKKKK

Molly Scott – “Toxic” by Britney Spears – The X Factor UK 2018

Apesar de lembrar ZERO dessa apresentação, quando eu revi pra montar essa lista eu não tive como deixar de fora. Tá certo que é mais um cover de Toxic, que nada acrescenta à música, mas todo o conceito criado pra apresentação, com ela quebrando a câmara que estava presa, os dançarinos usando trajes antirradiação e tudo o mais… Putz, icônico! Ainda não acredito que essa performance acabou no Bottom da semana lá em 2018, mas merecidamente está presente aqui!

Sophie Habibis – “Bang Bang (My Baby Shot Me Down)” by Nancy Sinatra – The X Factor UK 2011

Assim como a apresentação de Molly, a de Sophie foi parar no Bottom da semana que foi apresentada, e vocalmente falando não traz nenhuma inovação pra música. Porémmmmm, a construção da atmosfera pra apresentação, o conceito dos dançarinos servindo de “trono” pra ela, o olhar penetrante quase que 100% do tempo na câmera… Tudo conspirou pra ser uma daquelas apresentações que te fazer prender a respiração e a atenção. Perfeita!

Ella Henderson – “Bring Me To Life” by Evanescence – The X Factor UK 2012

Uma das melhores (se não a melhor) apresentação vocal da nossa lista especial! Ella pegou uma grande música do rock gótico e conseguiu transformar em um evento do pop, grandioso, cheio de luzes, capa, gelo seco e tudo o mais. É uma apresentação que também se segura na voz, como a de Sophie, porém muito mais focada nas notas grandiosas, como uma ópera assombrada. Merecidamente lembrada!

Only The Young – “Monster Mash” by Bobby Pickett – The X Factor UK 2014

Saímos de uma das melhores performances vocais de Halloween pra uma das piores da lista, mas eu não tinha como deixar a nossa lista sem uma bandinha né hahahaha Apesar dos pesares, eu considero essa apresentação super divertida, com as fantasias do grupo, dos dançarinos e a mesa cheia de símbolos do Halloween, uma verdadeira forma de encerrar nosso especial.

.

E assim eu encerro aqui com vocês o nosso especial das melhores apresentações de Halloween do X Factor. Acham que eu esqueci de alguma? Deixariam alguma dessas que botei de fora? Vamos discutir nos comentários!!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Gerson

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries